Grandes motores e seus recordes

… uma busca aparentemente infinita …

Lendo a matéria do Tite, “Cilindrada não é potência”, me vi pensando sobre motores, seus tamanhos e suas potências.

Curtiss Motorcycle

A matéria é clara sobre essas relações, mas sem sombra de duvidas existe uma infinita vontade em se ter “o maior motor”, “o maior torque”, e “a maior velocidade” possível. Isso é da natureza da alma motociclistica mesmo.

Eu particularmente não sou um fascinado pela velocidade, mas sou atípico, pois também não gosto de futebol, acreditam ? Buscando mais informações nos meus papiros, encontrei uma preciosidade construída pelo lendário Mr. Glenn H. Curtiss, mundialmente reconhecido como o pai da aviação naval, nascido em 21/05/1878 em Nova York.

Um amante da velocidade, envolvido em vários projetos aeronáuticos, na eterna busca da quebra de seus próprios limites, ele construiu a moto que estabeleceu o primeiro recorde de velocidade na superfície deste nosso mundo.

Para esse feito, tente imaginar um motor de 8 cilindros em um V a 90 graus, com 4000 cilindradas desenvolvendo seus parcos 40 hp !

BOSS HOSS

Kawasaki ZZR 1400 Ram-Air

Difícil ? Para piorar tente ainda imaginar que isso ocorreu em 1907. Exatamente, Janeiro de 1907, na praia de Ormond, no estado da Florida (EUA) , foi atingida pela primeira vez a velocidade de 136,3 mph (aproximadamente 211 kph) dando ao Mr. Glenn H. Curtiss o titulo de “o homem mais rápido do mundo” na época. Esse primeiro recorde registrado, a titulo de referência, só seria quebrado em 1911, por um carro de corrida que chegou às 141,7 mph (aproximadamente 219 kph).

Hoje temos muitas motocicletas “de rua” que chegam facilmente a essas velocidades … mas foi uma longa passagem de tempo hein ?!

Temos ainda em produção algumas motocicletas de 8 cilindros em V, onde posso citar a “megalomaníaca” BOSS HOSS, que se utiliza basicamente de motores Chevrolet entre 5700cc/355 hp, a 8500cc/502 hp.

O reinado atual da “moto mais rápida do mundo”, que foi anteriormente da Suzuki Hayabusa GSX 1300, está hoje com a Kawasaki ZZR 1400 Ram-Air que ultrapassa os 300 kph com seus 190 cv de potência.

Porem, surge no cenário uma motocicleta produzida em reduzida escala que ninguém pôde (ou ainda teve coragem) de “torcer os cabos”. Estou me referindo a gigante e cintilante TOMAHAWK da Chrysler que se utiliza do motor do Dodge Víper de 10 cilindros e 500 hp, que foi apresentada por Wolfgang Bernhard no Auto Show de Detroit em 2003.

Tomahawk

É de dar pesadelos, não ? … Mas não temo em errar que isso tudo irá ser fato de história, frente ao que ainda irá ser criado ! E não se esqueçam : antes de destruir, preserve …

Fonte: JT Bocolli

Comentários Imprimir

Destaques do Motonline


Comentários

Ao postar um comentário você concorda com as Regras para a postagem do Motonline