Yamaha XVS 950 A

Yamaha XVS 950 A

100%

dos usuários recomendam esta moto

Satisfação Geral 4.70835
Visual 4.875
Conforto 4.16665
Performance 4.70835
Dirigibilidade 4.54165
Consumo 4.58335
Custo x Benefício 4.45835

A XVS 950 Midnight Star é uma legítima custom, com um apelo esporte. Ela tem rodas de liga leve aro 18" na dianteira e 16" na traseira, plataformas avançadas e escapamento longo, com saída única do lado direito.

Ficha Técnica


Cilindrada: 950.00 cc

Tipo de Motor: 4 tempos

Arrefecimento: Ar

Combustível: Gasolina

Potência Máxima: 53.60 cv a 6000 rpm

Torque Máximo: 7.83 kgf a 3000 rpm

Transmissão: 5 marchas

Injeção: Eletrônica

Partida: Elétrica

Chassi: Aço

Suspensão dianteira: Convencional

Ajuste da suspensão dianteira:

Suspensão traseira:

Ajuste da suspensão traseira:

Balança: Convencional
DIMENSÕES

Peso (seco): 261 kg

Peso em movimento: 0.00 kg (MVOM)

Comprimento: mm

Largura: 1000 mm

Altura: 1080 mm

Altura do Banco: 675 mm

Distância entre Eixos: 1685 mm

Pneu Dianteiro: 130/70-18 63H

Pneu Traseiro: 170/70B-16 75H

Capacidade do tanque:

Outras Versões

XVS Midnight Star

2016, 2015, 2014, 2013, 2012, 2011, 2010, 2009, 2008
(ver todas)

Principais avaliações

Recomendo!

Pros: Ótima para pessoas mais altas, apesar de ser baixa, é comprida e a posição do piloto fica muito boa. Robusta e confiável em termos de mecânica. Média de consumo e autonomia na estrada e na cidade m...
3.5
Luiz Marcos Bavaresco - 19/07/2012

Recomendo!

Pros: visual lindo, posição de pilotagem muito boa, pra uma moto com 941cc consumo excelente andando até 120km faz em media 21km por litro, andando a 120km você ainda tem motor de sobra pra fazer ultra...
5
Paulo roberto chaves junior - 04/07/2012

Recomendo!

Pros: - Estilo retrô, linda; - Banco anatômico; - Rodas em liga leve; - Freio a disco traseiro; - Suspensão monocross com regulagem; - Confortável; - Motor forte; - Consumo baixo para a cilindrada; - Ron...
5
Felipe Luiz Ramos - 14/08/2012

Recomendo!

Pros: Bonita, confortável, estável, baixa manutenção até o momento total apoio da YAMAHA-MOTORS
4.5
Claudemir Suzuki - 11/04/2013
Ver todas as avaliações


Veja motos deste modelo à venda (ver todas)

De R$ 20000 a R$ 40990 entre 25 ofertas disponíveis

Modelos similares a Yamaha XVS 950 A


Notícias sobre Yamaha XVS 950 A

    Harley-Davidson foi salva pelo softail

    Bill Davis criou o primeiro Softail Lançamento em junho de 1984 a Harley-Davidson FXST Softail, o chassi Softail não foi projetado pela fábrica de Milwaukee. Foi uma criação de Bill Davis, um engenheiro entusiasta da marca que morava em St Louis, Missouri. Em 1974... Leia mais...

    11-Apr-2016

    Moto tunada é no Yard Built Yamaha

    Moto tunada pela Yamaha Badan, Suíça: vai uma cafezinho aí? Esta competição que aconteceu no ano passado fez enorme sucesso entre os concessionários europeus da Yamaha. O desafio lançado pela marca foi que seus representantes trabalhassem em conjunto com as melhores oficinas d... Leia mais...

    20-Feb-2016

    Concurso "Yard Build" Yamaha

    A Yamaha fez durante 2015 um concurso com suas concessionárias europeias, dentro do projeto "Yard Build", que comemorou ou 60 anos da marca. O desafio era personalizar motos - VMAX, XV 950, XJR 1300 e SR 400 - e estas foram as finalistas.

    04-Feb-2016

    Yamaha XVS950A Midnight Star

    A Yamaha Midnight Star foi lançada no mercado brasileiro em 2009 e de lá para cá sofreu apenas pequenas modificações para melhorar o desempenho e adaptar o projeto original às condições do nosso país. É uma Custom para quem quer beleza e distinção na sua imagem. Yamaha XVS950A Midnight Star... Leia mais...

    01-Jun-2015

Outros Modelos Yamaha



Todas as avaliações desta moto

Avaliação de Luiz Marcos Bavaresco em 19/07/2012

Avaliou moto Yamaha XVS Midnight Star 2009

Comentários:
apesar da manutenção a tornar praticamente inviável, toda vez que que a vejo desisto de vendê-la.
Pros:
Ótima para pessoas mais altas, apesar de ser baixa, é comprida e a posição do piloto fica muito boa. Robusta e confiável em termos de mecânica. Média de consumo e autonomia na estrada e na cidade muito boa considerando o porte da motocicleta. Design fantástico, uma das mais bonitas da categoria, é custom mas com detalhes modernos e atuais.
Contras:
Serviço péssimo das oficinas autorizadas. Pessoal totalmente despreparado e inexperiente para lidar com as novidades tecnológicas que a motocicleta traz. PREÇO ABSURDA E RIDICULAMENTE ALTO nas peças de reposição originais. O kit de relação custa mais de R$7.000,00 e o meu desgastou com 20.000km por culpa dos técnicos da concessionária e falta de informações no manual do proprietário. Falta de acessórios originais nas concessionárias, que obrigam o proprietário a adaptar produtos de baixa qualidade disponíveis no mercado paralelo. Banco duro, principalmente o do garupa.

Condições do Teste

Tempo de Uso
Mais de um ano
Tipo de Uso
Lazer
Terreno Testado
Urbano, Pista
Quilometragem
30000
Manutenção
Difícil de encontrar
Custo de Mantenção
Alto
3.5
5
3.5
4.5
3
4.5
3
Esta análise foi útil para você? Sim (18) Não (0)

Avaliação de Paulo roberto chaves junior em 04/07/2012

Avaliou moto Yamaha XVS Midnight Star 2011

Comentários:
como nunca fiz nem um tipo de manutenção a não ser a troca de oleo não posso dizer muita coisa só tive um problema com o tanque apareceu uma trinca na pintura mais a garantia trocou , o conforto mesmo com o banco duro é otimo, em viagens curtas até uns 250km da pra ir numa tocada só, mais do que isso tem que fazer umas paradas porque vai incomodar o ideal é trocar o banco ai a mid ficaria completa. na ficha tecnica tá como refrigeração liquida mais o correto é a ar. dia 01/08/2012 a minha Midnight com 5.697km apresentou problema na correia levei na cc Viamar Santos e foi constatado que a correia teria que ser trocada, como fazia 3 meses que a garantia tinha acabado não teria como acionar a garantia deixei a moto na cc a espera de um técnico que viria da fabrica e no dia 16/08/2012 recebi uma ligação da cc que foi autorizada uma cortesia vai ser trocado as 2 polias a correia e o eixo traseiro tudo sem custo estou muito satisfeito com a Yamaha.
Pros:
visual lindo, posição de pilotagem muito boa, pra uma moto com 941cc consumo excelente andando até 120km faz em media 21km por litro, andando a 120km você ainda tem motor de sobra pra fazer ultrapassagem .
Contras:
os bancos são duro piloto e garupa,

Condições do Teste

Tempo de Uso
Mais de um ano
Tipo de Uso
Lazer
Terreno Testado
Urbano, Estrada
Quilometragem
5100
Manutenção
Dentro do esperado
Custo de Mantenção
Alto
5
5
4.5
5
5
5
5
Esta análise foi útil para você? Sim (17) Não (0)

Avaliação de Felipe Luiz Ramos em 14/08/2012

Avaliou moto Yamaha XVS Midnight Star 2011

Comentários:
PRIMEIRAS IMPRESSÕES Andei pouco com ela, foram menos de 50 km, então só darei as minhas primeiras impressões sobre a moto, nada que a defina ser melhor ou pior, etc, etc, etc. A moto é fantástica, tem uma posição de pilotagem muito ereta e confortável, pena que rodei menos de 5km em rodovia. Aproveitei para esticar o motor, atingi 170 km/h com facilidade, mas não tive como ir mais além. Esse não é o objetivo dela, mas fica o registro só por curiosidade. É o tipo de moto que se roda por prazer de pilotar uma custom, parece migué, mas custom é moto para proporcionar prazer em pilotagem e ela supera essas expectativas. Os freios são muito eficientes, o traseiro então, é um monstro. Para os menos experientes pode ser perigoso. Rodei mais na cidade, onde não é muito o indicado pra esse tipo de moto. O motor é muito torcudo e é difícil de arrancar na manha com ela, pelo menos pro meu estilo de pilotagem é difícil, pois não gosto de sair muito de mansinho. Difícil também é manter os 60 km/h dentro da cidade, ela sempre pede mais, achei complicado. Mas é bom levar em consideração que a minha cidade(Joinville/SC) é muito travada com vários semáforos e sem nenhuma via rápida que faça o trânsito fluir. Penso que seja muito torque pra pouca marcha, a relação das três primeiras deveria ser um pouquinho mais longa, talvez ajudaria. Qualquer arrancadinha um pouquinho mais forte você já está em 90 km/h. O câmbio dela merece destaque. Foi o mais macio que já usei, bem preciso, exceto ao passar pelo Neutro. Parecia que tinha mantega no sistema, sem comparação. Em curvas, bom, esquece. As plataformas encostam muito cedo e eu gosto de fazer curva, então ela não serve pra mim nesse sentido. Se eu pudesse comprar seria a moto para pegar estrada e sumir. O estilo low dela é pra desfilar e viajar, nada de fazer curvas e nem é essa a proposta dela, então não acho um ponto tão relevante assim. As arrancadas e retomadas dela é de dar alegria pra qualquer um, foi minha primeira vez com uma moto equipada com correia, achei bem diferente, pois a correia dilata mais e não deixa dar aquele socão no estômago, tornando a arrancada forte, porém, suave. Pra chegar nos 120 km/h é bem fácil, parece que a moto flutua até lá. Não pude medir o consumo, no dia bebeu bastante porque eu abusei em diversar oportunidades, mas pelos relatos dos proprietários, ela é econômica em relação a cilindrada dela, um ponto super positivo. Caso eu tivesse dinheiro e precisasse de uma moto somente para pegar estradas de asfalto, iria com ela sem pensar duas vezes. Seu estilo é lindo, pois adoro o estilo retrô. Só faltou a cor roxa pra ela, ia combinar muito com o estilo low e retrô com cromados. Pra quem é adepto do estilo muscle car, drag car, etc, gostará dela, é só colocar um escape mais aberto e será muito feliz com suas arrancadas brutais e o ronco lindo dos V2 :)
Pros:
- Estilo retrô, linda; - Banco anatômico; - Rodas em liga leve; - Freio a disco traseiro; - Suspensão monocross com regulagem; - Confortável; - Motor forte; - Consumo baixo para a cilindrada; - Ronco do motor; - Posição de pilotagem; - Transmissão por correia.
Contras:
- Banco, apesar de anatômico, é duro; - Falta medidor de gasolina; - Não posso comprar hehehe

Condições do Teste

Tempo de Uso
Dei umas voltas
Tipo de Uso
Transporte
Terreno Testado
Urbano, Estrada
Quilometragem
0
Manutenção
Custo de Mantenção
5
5
5
5
4.5
5
5
Esta análise foi útil para você? Sim (12) Não (4)

Avaliação de Claudemir Suzuki em 11/04/2013

Avaliou moto Yamaha XVS Midnight Star 2010

Pros:
Bonita, confortável, estável, baixa manutenção até o momento total apoio da YAMAHA-MOTORS
Contras:
Minha moto tem 20.000 km e foi detectado problemas no rolamento da roda traseiro, polia, espassadores e tudo mais da roda traseira e fiquei sabendo que não sou o ,primeiro a ocorrer este problema a qual estou tendo total retaguarda da Concessionária ITACUÃ como da própria YAMAHA , com um Unico inconveniente a demora na reposição das peças desde o dia 04/032013 que estou no aguardo da entrega total das peças com promessa para o próximo dia 20/04/2013 do mais somente elogios para esta moto

Condições do Teste

Tempo de Uso
Mais de um ano
Tipo de Uso
Lazer
Terreno Testado
Estrada
Quilometragem
21000
Manutenção
Dentro do esperado
Custo de Mantenção
Normal
4.5
5
4
4
4
3.5
5
Esta análise foi útil para você? Sim (7) Não (0)

Avaliação de Erico Mendonça em 07/07/2012

Avaliou moto Yamaha XVS Midnight Star 2011

Pros:
O design é excelente, uma legítima "long and low" que chama a atenção por onde passa. Extremamente dócil, motociclística muito boa. Consumo excelente (normalmente superior a 21km/l). A mecânica parece ser bem robusta, de baixa manutenção e o acabamento é bom. O motor tem torque bom, e consegue dar boas ultrapassagens na estrada. A posição de pilotar é excelente, e a baixa altura do solo ajuda a deixar as coisas bem mais divertidas :)
Contras:
Os bancos são de uma espuma um pouco dura, e pode dar um pouco de dormência na lombar depois de um tempo. Ela é baixíssima em relação ao solo (mesmo regulando o pré-tensionamento da mola), então é preciso tomar um certo cuidado nas curvas mais fechadas. Instale um peito de aço, realmente é necessário! Mas faz parte da diversão :) A rede autorizada da Yamaha é sofrível na região, já tive vários problemas de atendimento (vejam mais detalhes nos forums). Em outras regiões a situação deve ser mais tranquila.

Condições do Teste

Tempo de Uso
Mais de um ano
Tipo de Uso
Lazer
Terreno Testado
Urbano, Estrada
Quilometragem
7500
Manutenção
Difícil de encontrar
Custo de Mantenção
Normal
5
5
4.5
5
5
5
5
Esta análise foi útil para você? Sim (6) Não (1)

Avaliação de Fulvio Ferreira em 13/12/2013

Avaliou moto Yamaha XVS Midnight Star 2009

Pros:
Dirigibilidade, potencia, conforto, ergonomia, economia, beleza, custo benefício.
Contras:
Considerando os prós, não seria correto colocar os contras e não explica-los, então ai vão: Dirigibilidade, na cidade muito pesada e de difícil condução, mas como é para rodar em estradas pavimentadas e em boas condições, se supera. Potencia, poderia ser um pouco maior em relação a aceleração nas retomadas, mas para uma custon esta de bom tamanho. Conforto, poderia ter bancos mais confortáveis e ajustes mais fáceis do amortecedor. Ergonomia , se fosse um pouco mais fechado melhoraria e poderia ter apoio avançado para os pés. Economia, após os 30.000 km ela se solta totalmente, e dependendo da mão do piloto chega a fazer 25km/lt, poderia se soltar antes. Custo/beneficio, realmente o sistema de transmissão fica devendo, assim como o sistema de freio que deveria ter um ABS pelo peso e tamanho da moto, além do custo, das peças originais; desde que entrou no mercado nacional não teve nenhuma melhoria, somente a troca de cores, a preta clássica e outras exdruxulas, mudando de ano a ano, precisei trocar a transmissão com 26.000km e não tive nenhuma facilidade da pós venda, e agora com 56000km já começa a apresentar ruído excessivo e não tem nada que se possa fazer, a não ser morrer com o preço da dona Y, em torno de R$7.000,00 para a troca.

Condições do Teste

Tempo de Uso
Mais de um ano
Tipo de Uso
Lazer
Terreno Testado
Estrada
Quilometragem
56000
Manutenção
Dentro do esperado
Custo de Mantenção
Alto
4
4.5
3
3.5
3.5
3.5
3
Esta análise foi útil para você? Sim (5) Não (0)

Avaliação de Danilo Bove em 19/06/2013

Avaliou moto Yamaha XVS Midnight Star 2012

Pros:
A moto
Contras:
Banco

Condições do Teste

Tempo de Uso
Mais de um ano
Tipo de Uso
Transporte
Terreno Testado
Urbano, Pista
Quilometragem
17000
Manutenção
Fácil de encontrar
Custo de Mantenção
Normal
5
5
5
5
5
5
5
Esta análise foi útil para você? Sim (4) Não (4)

Avaliação de Carlos em 13/12/2013

Avaliou moto Yamaha XVS Midnight Star 2009

Comentários:
Ótima moto! Nunca me deu trabalho, salvo as vezes que tive que enfrentar o despreparo dos mecânicos das oficinas autorizadas (durante as revisões). Infelizmente, dá impressão que as concessionárias (e a própria Yamaha) estão mais interessadas em vender as 125cc do que avançar no mercado das Customs. O custo x beneficio é relativo, pois pagamos caro em qualquer moto ou carro nesse país :(
Pros:
Projeto moderno e "classudo" Consumo médio de 23 km/l Muitos cromados Ótima dirigibilidade Roda de liga leve Comunidade Midnight Riders
Contras:
Mão de obra "fraca" das concessionárias (dá impressão que os mecânicos só sabem mexer nas 125cc) Falta de acessórios "oficiais" para customização no Brasil (lá fora tem um monte)

Condições do Teste

Tempo de Uso
Mais de um ano
Tipo de Uso
Lazer
Terreno Testado
Urbano, Terra, Estrada, Pista
Quilometragem
24000
Manutenção
Dentro do esperado
Custo de Mantenção
Normal
4.5
5
4.5
4.5
4.5
5
4
Esta análise foi útil para você? Sim (4) Não (0)

Avaliação de jorge melo em 08/07/2013

Avaliou moto Yamaha XVS Midnight Star 2009

Comentários:
Excelente aquisição, tenho ela desde Zero KM até hoje, sem dores de cabeça, otimo desempenho, tive que trocar os bancos pra ter mais conforto, do mais é só abastecer e curtir uma grande Motocicleta.
Pros:
otima em estrada, lindo desenho,
Contras:
Banco original desconfortavel

Condições do Teste

Tempo de Uso
Mais de um ano
Tipo de Uso
Lazer
Terreno Testado
Urbano, Estrada
Quilometragem
15000
Manutenção
Dentro do esperado
Custo de Mantenção
Normal
5
5
4.5
5
5
4.5
5
Esta análise foi útil para você? Sim (3) Não (1)

Avaliação de Ricardo em 12/12/2013

Avaliou moto Yamaha XVS Midnight Star 2013

Comentários:
Apenas realizei um test ride, ao ver a moto se pensa que é muito pesa e difícil de guiar, mas bastou andar alguns metros e me senti a vontade, fácil de pilotar e muito segura, demorei um pouco para aprender a usar o freio traseiro que é muito bom, responde muito bem ao pisar, se não saber dosar irá derrapar fácil, um ABS nessa moto seria muito bom. O torque é impressionante, também tem que saber dosar a mão, pois acelerar e inclinar o guidão a moto vai rodar. 1ª marcha chega até 70 km/h sem fazer o motor gritar, câmbio preciso, mas como a maioria das custom e Yamaha as primeiras marchas o engate é um pouco barulhento, mas não incomoda. Boa qualidade das peças, até mesmo o plástico tem boa aparência. O uso de correia dentada ajuda muito, tanto a facilitar a manutenção "em casa", quanto a não perder potência, bem silenciosa. A Yamaha acertou no modelo, combina muito bem o estilo Custom com modernidade, sem deixar a moto com cara de "Jaspion". A única falha que vejo, não é na Midnight e sim na Yamaha em deixar um buraco no mercado de custom, a única da marca no Brasil. Seria muito bom tem uma opção entre as 250 e 950. Uma DS 400 não seria má ideia.
Pros:
- Excelente motor - Mecânica robusta - Freio traseiro muito eficiente - Bom sistema de suspensões(dentre das que já pilotei) - Apesar do tamanho, ela é leve na pilotagem - Boa dirigibilidade, muito fácil de se adaptar - Posição e conforto do piloto - Estilo - Torque monstro, reponde muito bem ao toque no acelerador - Silenciosa e não vibra tanto - Uso de correia dentada
Contras:
- Banco um pouco duro e do garupa quase não existe - Raspa muito fácil os suportes da pedaleira, melhor não exagerar nas curvas - Não tenho uma, mas dizem que a manutenção é muito cara - Há quem se incomode com o calor nas pernas quando parada, mas para mim é normal há qualquer custom - Ela é para estrada, até encara trânsito urbano, mas terá dificuldades - Pelo porte, para fazer manobras para estacionar complica um pouco E... não posso ter uma, por enquanto! hehe

Condições do Teste

Tempo de Uso
Dei umas voltas
Tipo de Uso
Terreno Testado
Estrada, Pista
Quilometragem
0
Manutenção
Custo de Mantenção
5
5
4.5
5
5
5
4.5
Esta análise foi útil para você? Sim (1) Não (3)

Avaliação de agpcardoso em 28/04/2016

Avaliou moto Yamaha XVS Midnight Star 2014

Pros:
Potente, é uma moto que passa de 160km/h tranquilamente, conheço proprietários que bateram 180km/h Existem muitas concessionárias espalhadas pelo brasil e é facil encontrar peças É uma moto que não da problema, tanto que a revisão é a cada 10000km, É uma moto que vc roda tranquilo, vc faz uma viagem de 1000km chega em casa acabou, não é como motos de outras marcas que vc precisa ficar regulando aki e ali, mexendo aki e ali depois de rodar uma longa distancia ou seja, é uma moto que você não precisa entender nada de mecânica pois ela não da problema, é muito confiável Pneus sem camera (muito importante) quem ja teve pneu com camera sabe o perigo que é uma camera. Tanque com 17litros a uma media de consumo de 23km por litro é muito bom
Contras:
Se a roda traseira não estiver devidamente alinhada poderá ocorrer desgaste da correia e danificar as polias, a troca do jogo todo sai por R$6000,00. De forma preventiva a concessionária recomenda levar para fazer a inspeção da correia e torque dos parafusos da roda a cada 4000km. Devido a essa característica, se o pneu traseiro furar na estrada NÃO É recomendável o borracheiro tirar a roda, pois se ao remontar, a mesma não estiver devidamente alinhada e acorreia com a tensão certa (MEDIDA SOMENTE POR TENSIÔMETRO) você possivelmente terá problemas no conjunto de polias e correia e terá que desembolsar R$6000,00 para arrumar. O banco do motociclista é duro e depois de uma hora e meia começa a incomodar O banco do Garupa é mais duro ainda, recomendável trocar

Condições do Teste

Tempo de Uso
Menos de um ano
Tipo de Uso
Lazer
Terreno Testado
Urbano, Terra, Estrada, Pista
Quilometragem
6500
Manutenção
Dentro do esperado
Custo de Mantenção
Normal
5
4
3
5
5
4
4
Esta análise foi útil para você? Sim (0) Não (0)

Avaliação de Fabricio Steckelberg em 03/08/2016

Avaliou moto Yamaha XVS Midnight Star 2009

Pros:
Moto confortável mesmo para pilotos mais altos; Boa autonomia devido ao tanque de 17 litros e um consumo médio de 23,5 km/l na estrada; Entrega o torque máximo em 3000 rpm diminuindo as reduções de marcha, mesmo com garupa;
Contras:
Baixa altura do chassi em relação ao solo, pega facilmente em quebra-molas; As plataformas raspam com facilidade em curvas mais fechadas; Um pouco pesada para uso urbano.

Condições do Teste

Tempo de Uso
Mais de um ano
Tipo de Uso
Lazer
Terreno Testado
Urbano, Estrada
Quilometragem
15
Manutenção
Dentro do esperado
Custo de Mantenção
Normal
5
5
4
5
5
5
5
Esta análise foi útil para você? Sim (0) Não (0)