Lombada eltrônica, Moto de trilha em tráfego urbano

Foto: DER

Foto: DER

Salve amigos! aconteceu uma situação que me deixou encucado. agora de meio dia passei por uma lombada eletrônica (50km/h permitidos), na ida marcou 43, no painel estava +/- 40, na volta marcou 58km/h! e ficou vermelho! no painel estava na mesma faixa (40, 42). como é calculada a velocidade? pela distancia dos pneus? (tenho uma falcon)? terei como recorrer caso venha uma multa? e de qto é o valor dessa palhaçada? valeu e parabens pelo site! está cada dia melhor Anderson Vicenzi (23) -Blumenau – SC

R: Anderson o velocímetro analógico pode apresentar variações de até 10%, no entanto, a lombada eletrônica funciona através de duas bobinas que são instaladas a 4 metros uma da outra, abaixo do asfalto e cerca de até 20m antes do monólito no sentido do fluxo do trânsito, gerando um campo eletromagnético. A passagem do veículo metálico sobre as bobinas produz uma variação no campo eletromagnético, onde um sistema eletrônico baseado na variação do campo calcula a velocidade do veículo indicando-a no display do monólito e emitindo um sinal luminoso e outro sonoro. O aviso sonoro tem sido inutilizado em algumas cidades como São Paulo, pelo aumento de poluição sonora. Quando a velocidade registrada for superior ao limite permitido e a margem de tolerância for superada uma máquina fotográfica é acionada.

Foto: arquivo Motonline

Foto: arquivo Motonline

Um detalhe, você vem acelerando e freia, pode acontecer de no momento que sua velocidade caiu, você já tenha passado pela primeira bobina que já iniciou o cálculo de velocidade, ocasionando a falsa sensação de discrepância de velocidade do velocímetro com o do radar. Em todo caso, cuidado, pilote no limite da velocidade permitida na via de tráfego.

Olá. Primeiramente gostaria de parabenizá-los pelo site, o conteúdo é excelente e muito informativo. Tenho uma moto para trilha (documentada e emplacada) e costumo ir rodando com ela até as trilhas e gostaria de saber se existe algum tipo de proibição referente ao uso dos pneus de cravo nas ruas e em rodovias. Muito obrigado e longa vida ao motonline! Olá, André! A moto é uma tornado, com piscas, farol, luz de freio, painel… Enfim, uma moto de rua “normal”, a qual tb uso na trilha, só q rodo com os pneus de cravo no asfalto (rua e rodovia). Muito obrigado pela atenção.Gustavo Muller (27) Curitiba – PR

R: Gustavo não existe uma proibição formal, todavia, a indústria não tem esses pneus homologados para utilização em vias de tráfego rodoviário e urbano e a Resolução 14/98 do DENATRAN menciona a utilização de pneus que ofereçam condições mínimas de segurança. Então, muito cuidado quando trafegar no asfalto, pois num acidente, mesmo que você não esteja errado esse fator irá depor contra você.

Gostaria de saber informações a repeito de leis de trânsito para circulação de moto de trilha na cidade, se é proibido circular pelo transito normal até as trilhas? Se é necessário ter alguma documentação? Caso conheção algum site a respeito favor me informarem o endereço. Djalma Miranda (25), Belo Horizonte – MG

R: Djalma para sua moto trafegar em vias de tráfego, devem estar igual a do nosso amigo Gustavo.Se sua moto não tiver piscas, farol, lanterna com luz de freio, não pode trafegar é proibido, sob pena de apreensão.

–Acrescento que com o pneu -bicoito- gasta muito no asfalto e tem pouca aderência nas paradas mais exigentes. Mas deixo para Bitenca que é professor no assunto. Harada–

abraço e não esqueçam: pilote equipado e defensivamente, afinal não há razão quando se ganha uma lesão.

Fonte: André Garcia

Comentários Imprimir

Destaques do Motonline


Comentários

Ao postar um comentário você concorda com as Regras para a postagem do Motonline