Carlos Campano

15 mil pessoas na 2ª Etapa do Brasileiro de Motocross

Cerca de 15 mil pessoas acompanharam a 2ª Etapa do Brasileiro de Motocross, neste fim de semana, 25 e 25 de maio, em Três Lagoas (MS). Foram 180 pilotos inscritos de todos os cantos do Brasil e até do exterior.

O público em grande número prestigiou a 2ª etapa do Brasileiro de MX

O público em grande número prestigiou a 2ª etapa do Brasileiro de MX

O Arena MiX, local que sediou a etapa, agradou pilotos e patrocinadores pela estrutura oferecida, já que o box e os motorhomes ficaram em áreas adequadas. A prefeita de Três Lagoas, Márcia Moura, participou da abertura oficial da competição e destacou que pela administração municipal a cidade pode sediar outras provas da modalidade. “Nós temos que crescer na indústria, mas também no entretenimento e lazer”, destacou.

O presidente da CBM – Confederação Brasileira de Motociclismo, Firmo Henrique Alves, conta que a Confederação tem feito de tudo para melhorar cada vez mais o campeonato, tanto que esta etapa foi transmitida ao vivo pela internet, pelo site da CBM. “Queremos ainda mais, vamos cada vez fazer melhor para alavancar e vez o Motocross, e também o motociclismo brasileiro. E claro que para a realização dessa etapa de Três Lagoas foi importante o apoio de todos da organização, da promoção, dos patrocinadores e dos pilotos. Obrigado a todos por terem acreditado na nossa promessa”.

Confira os resultados de Três Lagoas (MS):

A próxima etapa do Brasileiro de Motocross será realizada em Sorriso-MT, entre os dias 22 e 23 de junho.

Fonte: Comunic.Ativa – imagem de divulgação

CARLOS CAMPANO ASSUME A VICE-LIDERANÇA DA MX1 NO BRASILEIRO
Atuação do time Yamaha Grupo Geração Monster Energy contou também com a vitória de Ramyller Alves na Júnior

Carlos Campano

Carlos Campano

O saldo foi positivo para a equipe Yamaha Grupo Geração Monster Energy na segunda etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross. Na categoria principal, a MX1, Carlos Campano assumiu a vice-liderança no ranking geral da classe, com 79 pontos, apenas dois a menos que o líder.

Na primeira bateria o espanhol sofreu uma queda logo na largada, junto com outro competidor e teve de iniciar uma corrida de recuperação, desde as últimas posições, para terminar em terceiro, marcando 33:42.629 no circuito de 1.300 metros de extensão.

Humberto “Machito” Pipo Castro que teve excelente saída na prova andou nas primeiras posições boa parte do tempo e, após uma parada no pitlane, terminou com a décima primeira posição. O venezuelano Humberto Martin teve bom rendimento na pista sul-mato-grossense e encerrou em 4º lugar. Já na segunda prova da classe Campano largou na frente, com seu companheiro de equipe, o catarinense Pipo Castro, logo atrás. Até a metade da disputa o atual campeão brasileiro da 450cc liderou a bateria, mas com um furo no pneu traseiro foi obrigado a parar nos boxes para fazer a troca – que aconteceu rapidamente – permitindo que o piloto retornasse entre os dez primeiros. Em nova corrida de recuperação o numeral #115 acelerou forte e foi conquistando posições, uma a uma, até receber a bandeira quadriculada em quarto lugar. Humberto “Machito” teve outra boa atuação, com o 5º lugar, e Pipo Castro foi o 13º.
Na soma dos resultados Campano conquistou o segundo lugar no pódio e “Machito” o quinto.

Rafael Faria também levou a Yamaha Grupo Geração ao pódio da MX2 na rodada, com a quarta posição na soma dos resultados. O paranaense largou em quarto lugar na primeira bateria e manteve o resultado até o final. Anderson Cidade e Marçal Müller andaram no pelotão intermediário e foram o 6º e 8º, respectivamente.

Na segunda prova da MX2, Rafael Faria e Anderson Cidade largaram entre os três primeiros. Durante a metade inicial o piloto de numeral #116 andou entre os cinco primeiros, mas acabou ficando em um salto e perdeu posições, terminando em sexto lugar, logo atrás de Anderson Cidade que segurou os ataques dos adversários para cruzar o arco de chegada no quinto posto. Marçal Müller foi o décimo colocado. Na classificação geral do campeonato Rafael Faria é o quarto colocado, com 69 pontos, Anderson Cidade é o sexto, com 57 e Marçal Müller o oitavo, com 48 pontos.

Na Júnior, Ramyller Alves alcançou seu objetivo neste domingo, que era assumir a liderança da classe. O norte-americano filho de brasileiros venceu a prova desta segunda rodada, após largar entre os primeiros e travar um duelo acirrado com Enzo LopesRamyller levou a melhor, subiu ao topo do pódio e agora segue empatado na primeira posição com o gaúcho, com 47 pontos. Thui Todeschini não contou com a sorte. O piloto- que se recupera de uma lesão na mão – teve problemas e ficou com a vigésima segunda posição. Já Renato “Muguinho” manteve um ritmo constante e encerrou no Top 10, com o décimo lugar. Os dois pilotos fazem sua temporada de estreia na categoria. “Muguinho” é o sétimo colocado no ranking geral da Júnior, com 26 pontos e Thui aparece em décimo primeiro, com 16 pontos.

Fonte: MotoPress – imagem de divulgação