Foto: Anderson Amaral estreou com vitória pela 2B Duracell Racing

2B Duracell Racing conquista duas vitórias e cinco pódios na abertura do Campeonato Brasileiro

Foto: Anderson Amaral estreou com vitória pela 2B Duracell Racing

Foto: Anderson Amaral estreou com vitória pela 2B Duracell Racing

A equipe 2B Duracell Racing conquistou duas vitórias e cinco pódios na abertura do Campeonato Brasileiro de Motocross, que aconteceu neste domingo (11 de abril), em Siqueira Campos(PR).

Principal nome da equipe, Jorge Balbi foi ao pódio duas vezes nas categorias MX1 e MX2. Na MX2, Balbi não fez uma boa largada e terminou a primeira volta em quarto lugar, atrás de Scott Simon, Dudu Lima e Thales Vilardi.

“A prova da MX2 foi uma prova bacana. Essa foi a primeira vez que eu corro de 250cc no Brasil e, no início, não me senti muito confortável mas, no decorrer da prova, comecei a andar mais e mais rápido até assumir a liderança. A partir daí, foi só administrar a vitória”, afirmou o piloto.

Na MX1, Balbi largou mal e um acidente na primeira curva fez com que o mineiro terminasse a primeira volta em uma das últimas posições. Mais uma vez, o piloto teve que fazer uma prova de recuperação e, assim como na prova anterior, travou um duelo emocionante com o norte-americano Scott Simon.

Balbi tirou mais de cinco segundos de diferença para Scott e, quando a diferença praticamente não existia mais, errou um salto que o deixou desacordado por alguns segundos e o tirou da briga pela vitória. Guerreiro, Balbi voltou à pista com a boca cortada e com a moto toda empenada e, mesmo assim, garantiu o terceiro lugar.

“A pista estava muito dura e estava muito difícil de controlar a moto. Durante todo o tempo, via que o Scott estava andando no limite e prestes a cometer um erro mas, desta vez, quem acabou errando fui eu. Como a pista não estava bem gradeada, ficou impossível controlar a moto e eu acabei sofrendo um tombo muito forte”, lembrou o piloto, que, além do terceiro lugar, somou um ponto extra pelo melhor tempo de sábado.

Quem também fez um bom papel na MX1 foi Cristopher “Pipo” Castro. Sem estar totalmente adaptado ao novo equipamento, não conseguiu resistir ao ataque dos adversários e terminou na quinta colocação.

“O fim de semana começou bem complicado e, sinceramente, não esperava um resultado tão bom. Estou muito feliz e estou na briga pelo título. Agora, pra próxima etapa, estarei mais adaptado à minha nova moto e acho que poderei andar ainda melhor”, comentou.

Outro piloto que fez bonito na estreia foi Anderson Amaral que, em sua primeira prova na nova equipe, subiu no lugar mais alto do pódio na categoria 85cc. Anderson largou na 5ª colocação mas, no final da volta, já estava em terceiro lugar. Depois de assumir a vice-liderança fez uma bela ultrapassagem sobre Gustavo Roratto e assumiu a primeira colocação.

A partir daí, começou a abrir vantagem e, na metade da prova, tinha uma vantagem considerável sobre os seus adversários. A partir daí, Cezar Zamboni começou a diminuir a diferença e chegou a encostar no ponteiro que teve tranqüilidade para administrar a vitória.

“Minha estreia foi a melhor possível. Estrear pela equipe nova com vitória era tudo o que eu imaginava e, agora, tenho que treinar ainda mais e me dedicar ao máximo para entrar com tudo na briga pelo título”, disse.

Na categoria 230cc, Nivaldo Viana foi o último piloto da 2B Duracell Racing a subir no pódio, conquistando o 4º lugar. Mariana Balbi também não conseguiu fazer uma boa largada e, após uma corrida de recuperação, terminou em sétimo na MX3.