4ª MXGO Gustavo 85cc

4ª do MXGO em Edéia e o retorno de Wellington Garcia

A quarta etapa do Campeonato Goiano de Motocross em Edéia que fez parte da festa dos 58 anos da cidade marcou também um retorno importante de um piloto à vida e às vitorias. Wellington Garcia em sua primeira participação em provas do Goiano (na sexta feira anterior participou do Arenacross em SP, que teve as provas de sábado canceladas devido à chuva) obteve sua primeira vitória no retorno às pistas após grave acidente na abertura do mundial de MX na Bulgária.

Com o um publico de mais de 5.000 espectadores lotou e vibrou intensamente nas arquibancadas, camarotes e todas as áreas em volta do Motódromo Municipal, a etapa teve 266 pilotos inscritos nas onze categorias do Goiano de MX/2011.

Uma pista de 1.200 metros, de media para alta velocidade, que pela época do ano, muito seca e baixa umidade com temperaturas nos 39º e com terreno acidentado com descidas e subidas bem acentuadas, estava em boas condições para que os pilotos pudessem fazer o reconhecimento da pista nos treinos livres e também nos treinos cronometrados para definição dos 30 mais rápidos que largam nas baterias do Campeonato.

Esta etapa, a primeira após o acidente, serviu para que a diretoria de MX da FMG prestasse uma homenagem ao piloto Swian Zanoni, onde os troféus levavam uma foto e uma frase usada por ele, alem da distribuição de um adesivo personalizado com menção ao grande piloto que o esporte perdeu.

No sábado, após os treinos, aconteceram as três baterias programadas e os resultados foram os seguintes:Na MX4 para 28 pilotos inscritos acima de 40 anos, a vitória foi de João Batista Barbosa Filho, seguido de Edson Veloso Cury, Eli Américo de Paula, Jonatas Rodrigues Caixeta e Elivalto Gonçalves Batista.

Em seguida vieram as 65cc com 16 inscritos e a vitória ficou com Matheus Klysman de Oliveira Lima, seguido de Vinicius Raposo de Oliveira Ribeiro, Marcus Henrique Dias Lera, Fabio de Freitas Ferreira Filho e Lucas de Souza Silva.

Na Nacional B, com 32 inscritos, as disputas foram acirradas e a vitória foi de Rafael de Oliveira Lima, seguido de Phaber Cruvinel Nunes, Luiz Eduardo Coutinho Rodrigues, Leokadio dos Reis e Weber Moreira Alves. Esta etapa marcou mais um retorno importante ao MX, Roberto Boettcher (ele mesmo) disputou esta bateria e após algumas disputas se classificou em 13º lugar.

No sábado foi servido um jantar a todos as equipes pela prefeitura de Edeia.
No domingo foi servido um ótimo café da manhã e uma benção aos participantes, ações habituais do MXGO.

E pontualmente às 10 da manhã foi dada a largada da MX2 com 27 inscritos e quem largou na frente foi Deni Marques de Abreu Filho, mas em seu encalço vinha um Wellington Garcia com muita pressa, mas que teve que se esforçar para alcançar e ultrapassar Deni, o que aconteceu e as posições se mantiveram até o final, mesmo com Deni caindo quando tentava uma reação de recuperação da primeira posição, com Wellington vencendo seguido de Deni, Wolney Ferreira de Lima, Marcos Guilherme de Lima, Lucas Fernando Bottcher Frazão, Régio Antônio da Costa Filho, João Batista Barbosa Filho, Kurt Rudolf Feichtenberger, Luiz Eduardo Pinto de Melo e Risaldo Caetano do Carmo.

Na 85cc onde 17 inscritos largaram para a vitória de Gustavo Alves Santos Borges, seguido de Kioman de Jesus Navarro, Yan Jose Hilário Machado, Régio Antônio da Costa Filho e João Victor Rodrigues Caixeta.

A Nacional 230 Pró com 17 inscritos largou em seguida, onde a vitória foi de Kurt Rudolf Feichtenberger pressionado por Wolney Ferreira de Lima, seguidos de Luiz Henrique Nunes de Oliveira, Lucas Ricardo Rezende e Leokadio Macieira dos Reis.

A bateria da MX3 para pilotos com mais de 35 anos com 33 inscritos foi vencida por Alexandre Vaz da Costa, seguido de Risaldo Caetano do Carmo, Jonatas Rodrigues Caixeta, Marcelo dos Santos Barella e Régio Antônio da Costa.

A Intermediaria com 28 inscritos teve a vitória de Lucas Fernando Bottcher Frazão, seguido de Wellington Jose de Freitas, Yoshinori Dorival Noda Filho, Régio Antônio da Costa Filho e Lucas Antônio Bortolás.

A 50cc Infantil teve a vitória de Keven William Ikeda Ramos, seguido de Marcelo Leodorico Fernandes Silva, João Paulo Pereira Alves, Luiz Felipe Vale da Rocha e Guilherme Ferreira de Amorim.

A classe Estreantes que veio com 38 pilotos inscritos teve como vencedor Flavio Carneiro de Souza e as demais posições ocupadas por Lucas Lopes de Andrade, Rafael de Oliveira Lima, Felipe Macedo Alves Dantas e João Pedro Rezende Souza.

E finalizando, a categoria MXFL (Força Livre) com motos MX1 e MX2, teve liderança desde a primeira volta de Wellington Garcia Matos, seguido de perto por Deni Marques de Abreu Filho, mantendo estas posições até o final, seguidos de Wolney Ferreira de Lima, Lucas Fernando Bottcher Frazão, Marcos Guilherme de Lima, Cesar Xavier da Silva, Gustavo Alves Santos Borges, Kurt Rudolf Feichtenberger, João Batista Barbosa Filho e Vinicius Afonso Lopes.

O prefeito Lourival Ferreira de Araujo e todas as secretarias se superaram nesta prova, sendo elogiada não só a pista, mas também toda organização do evento, com bastante caminhões pipa, ótimo serviço de assistência medica através de médicos, enfermeiros e demais auxiliares das UTIs e ambulâncias, alem do tradicional jantar de sábado e o farto café da manhã servido para todas as equipes e pilotos participantes.

A prova com realização da Prefeitura Municipal, supervisão da Federação de Motociclismo de Goiás e organização do Moto Clube GP, teve o apoio de Ipiranga Lubrificantes, J.Ferro Lubrificantes, Motogol-Honda, Vulcano Energy Drink, IMS, Vidraçaria Morais, Rapozão Racing, Moto Livre e Cleidmar Racing.

As próximas etapas serão em São Luis de Montes Belos dia 06/11 e Paraúna em 13/11, a confirmar as etapas de Palminópolis em 27/11 e Jandaia em 18/12.