7º passei ciclístico Rodas da Paz alerta para paz no trânsito

7º passei ciclístico Rodas da Paz alerta para paz no trânsito

7º passei ciclístico Rodas da Paz alerta para paz no trânsito

ONG quer reunir quatro mil bicicletas em 28 de junho, para reivindicar os 600 km ciclovias prometidos pelo GDF e mais segurança para os ciclistas.

Os brasilienses irão se encontrar no domingo, 28 de junho, para mostrar que bicicletas, carros e motos devem andar pacificamente nas ruas da cidade. É o 7º Passeio Ciclístico Rodas da Paz, que espera reunir ciclistas de todas as idades em 15 km de percurso, a partir do Museu da República, na Esplanada dos Ministérios. Este ano, o Passeio servirá também para cobrar do Governo do Distrito Federal os 600 km de ciclovias prometidos e ainda não totalmente cumpridos.

Para o presidente da ONG Rodas da Paz, Ronaldo Alves, é preciso que o poder público esteja atento à importância das bicicletas no trânsito da cidade. “Somos 26 grupos de bicicleta no Distrito Federal, reunindo mais de (10 mil pessoas) em torno de um transporte que não polui o meio ambiente, é saudável e contribui para a melhoria da qualidade de vida da população”, ressalta. E acrescenta que cresce o número de adeptos à bicicleta, seja por esporte, lazer ou meio de transporte.

Desde 2003, a Rodas da Paz reúne os brasilienses para um grande passeio anual, considerado a maior concentração de bicicletas do país. O principal objetivo do grupo é mostrar que é possível conviver em harmonia no trânsito. Por isso, mesmo durante as cerca de duas horas em que as bicicletas irão invadir a Esplanada dos Ministérios e a Ponte JK, entre outros monumentos da cidade, o tráfego não será interrompido. “O BPTran e o Detran dão o apoio e a segurança necessários e disciplinamos o pelotão com 60 bicicletas, que são os batedores, mas os carros não deixam de circular”, explica o presidente da Ong.

Para participar do 7º Passeio Ciclístico Rodas da Paz, basta se dirigir no domingo, 28 de junho, às 08h30, à calçada em frente ao Museu da República, chamada de “Praça das Bicicletas” e entrar no grupo. Camisetas do evento serão vendidas ao preço simbólico de R$10 e darão direito à participação em sorteios de bicicletas, acessórios para ciclismo e vales brindes das lojas de bicicletas.,. No apoio do evento, também estará um “carro-prego”, um caminhão que serve para resgatar as bicicletas de ciclistas cansados ou que tenham um pneu furado, por exemplo.

Sobre a Rodas da Paz – A ONG Rodas da Paz nasceu em 2003 com o objetivo de reagir ao crescente número de acidentes e de mortes no trânsito do Distrito Federal. Desde então, promove ações em prol de um trânsito seguro para todos, com especial atenção para os usuários da bicicleta. Além de ser apartidária e sem fins lucrativos, é formada por pessoas de diversos setores. Representa todos os usuários de bicicleta, desde aqueles que vão pedalando para o trabalho até os grupos ciclísticos e atletas profissionais.

A ONG já foi premiada três vezes. Em 2004 recebeu o Prêmio Denatran, em 2006, o Prêmio Volvo de Segurança no Trânsito e em 2007 foi agraciada pelo Ministério Público do Distrito Federal com a Insígnia da Ordem do Mérito.

Serviço: 7º Passeio Ciclístico Rodas da Paz
Data: Domingo, 28 de junho / Hora: 08h30
Local: Praça das Bicicletas, em frente ao Museu da República, na Esplanada dos Ministérios.
Distância total do percurso: 15 km / Participação gratuita

Mais informações no site www.rodasdapaz.org.br