90 horas de superação em nome da Solidariedade

SÆo Paulo SP – Rodrigo Nunes, atleta que lan‡ou o desafio in‚dito de pedalar sobre as  guas sobre um lago, contando com a ampla e irrestrita participa‡Æo da popula‡Æo de SÆo Paulo, completou na segunda feira, ontem, dia 22 de setembro, mais de 90 horas dentro d` gua, pedalando sobre um Acqua-Bike, no Lago do Ibirapuera, Parque do Ibirapuera.

O desafio que consiste em pedalar uma bicicleta sobre as  guas do lago, at‚ que se completem 10 toneladas de doa‡äes de alimentos, para entidades carentes da regiÆo, ainda que venha se tornando um esfor‡o de alto risco, infelizmente, ainda nÆo sensibilizou o suficiente a popula‡Æo paulistana.

Nunes que j  sente o desgaste de tantas horas de esfor‡o ininterrupto, sentindo dores musculares generalizadas por todo o corpo, segue determinado o seu desafio, na esperan‡a de que a cada hora e dia mais que se passe, possa levar a mensagem de solidariedade …s pessoas, refor‡ando ainda mais sua determina‡Æo em cumprir o desafio. “Passei mais de 8 horas seguidas em cima da bicicleta ontem e apenas 5 quilos foram acrescentados. NÆo estou acreditando que a popula‡Æo de SÆo Paulo nÆo se sensibilize e ainda nÆo tenha entendido que este esfor‡o ‚ o m¡nimo que pode ser feito pelas pessoas carentes. Quanto mais o tempo passa, mais minha determina‡Æo se refor‡a e enquanto conseguir superar as dores os meus pr¢prios limites por esta causa, estarei aqui. Definitivamente s¢ saio deste lago quando as pessoas perceberem que a cultura da doa‡Æo ‚ fundamental para a sobrevivˆncia de outras pessoas. A partir de agora, vamos divulgar ainda mais esse desafio e vamos dar ˆnfase aos nomes das empresas doadoras e que contribu¡rem com nosso desafio.  importante que o mundo saiba das empresas que se envolvem de fato com o social. Tomara que tudo isso tenha um final justo e coerente para todos n¢s. Deus est  vendo e me protegendo para que a gente alcance este objetivo” desabafou o atleta, hoje pela manhÆ, ao retornar para o lago.

Desde ontem, Rodrigo Nunes tem parado sua peregrina‡Æo com intervalos pouco maiores, a fim de encontrar resistˆncia suficiente para encarar o desafio, at‚ que os objetivos sejam alcan‡ados, Rodrigo s¢ sai de dentro do lago para necessidades fisiol¢gicas. Ou seja, se alimentar e “tirar a  gua do joelho.”

Nunes pede encarecidamente que as pessoas levem suas doa‡äes em qualquer Agencia dos Correios ou Caixa Econ“mica Federal, ou mesmo ao Parque do Ibirapuera (ao lado da Ponte de Ferro)

Informa‡äes:Direto com o atleta 11 9761 5564 (24h) / res 4712 8721