audir18

A Audi e as baterias de íons

Uma nova instalação para pesquisas, desenvolvimento e testes de baterias de íons de lítio acaba de ser inaugurada em Gaimersheim, perto de Ingolstadt – um centro de competência que pela primeira vez reúne as divisões de desenvolvimento e produção da Audi em íntima cooperação com empresas associadas, visando construir um protótipo dessas células muito especiais de baterias automotivas.

Michael Day, membro da diretoria de desenvolvimento técnico da companhia, diz que “A nova casa de projetos de baterias de alta tensão é mais um grande passo de nossa companhia em direção à eletromobilidade. Aqui estamos construindo uma importante expertise em desenvolvimento e manufatura, visando uma série de futuros modelos. Ao mesmo tempo, estamos garantindo que elas estejam de acordo com os requisitos exatos de qualidade da Audi.”

A eletrificação automotiva tem um forte impacto no processo de produção, como enfatiza Frank Dreves, membro da diretoria de gerenciamento para produção: “Novas tecnologias significam novas áreas de criação de valor. A produção tem de estar envolvida desde o início no ciclo do produto para que possa entrar no ciclo de produção rápida e confiavelmente.”

Peter Mosch, chairman do Conselho Geral de Trabalho da Audi AG explica: “Para a mão de obra, esta casa de projeto é um investimento importante para garantir o trabalho em novos segmentos de negócio e ampliar a profundidade do valor aumentado. Ela visivelmente simboliza cobrir o fosso que nos separa da mobilidade elétrica. E isso abre muitas oportunidades, principalmente para nossos funcionários. Novos perfis vocacionais e novos empregos altamente qualificados estão sendo criados. Pretendemos tirar as maiores vantagens dessas oportunidades. Neste respeito, o centro de competência de baterias de alta tensão fará sua contribuição.”

A casa de projetos de tecnologia de baterias de alta tensão está localizada a dois quilômetros da planta de Ingolstadt. Cerca de cem peritos em eletrônica foram contratados pela Audi especificamente para trabalhar nesta instalação, que cobre 3.500 metros quadrados. A Panasonic é uma associada chave, responsável pelo fornecimento das células. O conceito básico por trás deste centro de competência é promover uma íntima colaboração entre todas as disciplinas envolvidas nesta tecnologia. A BFFT Gesellschaft für Fahrzeugtechnik mbH foi responsável pelo planejamento detalhado da casa, com particular atenção à segurança no uso de equipamento sensível. A construção teve início em abril de 2010 e foi completada em maio deste ano.

As áreas-chaves da casa de projetos foram:

• HV, área de testes das baterias a nível de células, módulos e sistema completo de high voltage, ou alta tensão
• A instalação piloto, de prototipação e produção em pequena série dos sistemas de baterias HV
• Desenho e desenvolvimento de hardware e software próprios para todos os componentes
• Desenvolvimento e manufatura das baterias para o R8 e-tron e todas as baterias da frota A1 e-tron.

O nome ‘Audi e-tron’ é a marca registrada da companhia para a mobilidade elétrica. O trem de força elétrico e a necessária tecnologia de alta tensão constituem importante componente da Estratégia 2020 da empresa, que pretende oferecer um modelo e-tron em todos os segmentos do mercado àquela data.