A Bridgestone vai sair

A Bridgestone vai sair

A Bridgestone vai sair

A Bridgestone Corporation informou hoje (seg-2) que não irá renovar o seu contrato de fornecimento de pneus para a Fórmula-1 após o acordo atual, que expira no final da temporada 2010. Único fornecedor de pneus para a série desde 2007, ela vai continuar na categoria na próxima temporada, mas irá se concentrar em novas tecnologias e produtos depois disso.

“A empresa decidiu redistribuir os seus recursos como parte de uma estratégia de negócios em constante mudança”. “Houve uma mudança no sentido de desenvolver novas áreas de negócios, onde a procura é maior e que apoiam os objetivos da empresa.”

A companhia afirma ainda que a crise económica global não foi totalmente responsável pela sua decisão.

“Estamos olhando mais para onde a demanda de pneus deve ser focado.” Entretanto anunciou no mês passado que estava fechando fábricas de pneus na Austrália e Nova Zelândia. Os fatos coinciem ainda com a retirada da Honda da F-1, da Subaru e Suzuki do mundial de Rally e fim da equipe oficial da Kawsaki no mundial de motos. Quanto aos empregados ligados à produção para corridas, anotou que “ainda temos um ano na Fórmula-1, assim nenhuma decisão final foi tomada sobre a forma como os afetará”. Podem ser transferidos para outras unidades, adiantou o porta-voz da empresa em Tóquio, falando à agência noticiosa britânica Reuters.