A educação, o conhecimento e a escola

A educação, o conhecimento e a escola

A educação, o conhecimento e a escola

Diariamente na imprensa, nas ruas, no trabalho, no taxi e at‚ na feira ou‡o as pessoas reclamando do trƒnsito. SÆo Paulo est  caminhando a passos largos rumo a 40 milhäes de habitantes, o que deve jogar nas ruas algo perto de 10 milhäes de ve¡culos em pouco tempo. Imagino como deve estar a cabe‡a dos especialistas para acertar a equa‡Æo entre necessidade de transporte e facilidade de movimenta‡Æo.

Gastam-se horas discutindo teorias t‚nicas e tecnocratas em busca do equil¡brio, mas a todas elas escapa algo que, ao meu ver, ‚ fundamental: a educa‡Æo.

Antes, por‚m, vou concretizar o que vem a ser educa‡Æo. Muita gente confunde com forma‡Æo escolar. O Lula diz “precisamos levar educa‡Æo para o povo”. Na verdade ele quer dizer “precisamos levar forma‡Æo escolar para o povo”. Outros especialistas vociferam com argumentos como “o motorista nÆo tem educa‡Æo para o trƒnsito”, quando na verdade ele quer dizer “o motorista nÆo tem conhecimento das regras de trƒnsito”.

O que poucos especialistas perceberam at‚ o presente momento ‚ que em uma capital fria, impessoal e gigantesca como SÆo Paulo, falta ‚ educa‡Æo! Obediˆncia …s regras de conviˆncia social. Aquela educa‡Æo que recebemos em casa, dos pais, na escola ou at‚ o ex‚rcito. A simples forma‡Æo de um cidadÆo bem educado. Isso nÆo se ensina atualmente com muito empenho, pelo contr rio, o que vejo nas ruas, na TV e nesta coisa abstrata chamada “sociedade” ‚ cada vez menos gente educada.

Avan‡ar um farol, parar sobre a faixa de pedestre, rodar com carro soltando fuma‡a, subir de moto na cal‡ada, estacionar em fila dupla, ocupar espa‡o desnecess rio sÆo atitudes de gente mal educada. SÆo as mesmas pessoas que jogam lixo na rua, nÆo cedem um assento ao idoso no “nibus, falam em voz alta, conversam no cinema, falam palavrÆo, ignoram o que nossas tias chamavam de regras de boas maneiras. O motociclista que hoje sobe na cal‡ada ‚ o mesmo que amanhÆ ir  passar o farol vemelho dirigindo seu carro.

Antes de encher a cabe‡a dos motoristas e motociclistas com regras impostas nos “cursos de reciclagem” ‚ preciso fazer as pessoas recuperarem a educa‡Æo perdida em algum ponto da hist¢ria. Ensinar trƒnsito …s pessoas mal educadas ‚ como ensinar boas maneiras no pres¡dio municipal. As desculpas para esta falta de educa‡Æo sÆo v rias e inaceit veis. Uma delas ‚ o tamanho da cidade e o ritmo fren‚tico de trabalho. Quem conhece T¢quio sabe que uma megal¢pole pode ser populosa e com pessoas educadas. O que falta ao trƒnsito de SÆo Paulo ‚ o mesmo que falta ao paulistano em geral: a boa educa‡Æo