Foto: Foto de julho de 2006

A incógnita do Seguro Obrigatório

Foto: Foto de julho de 2006

Foto: Foto de julho de 2006

O tempo est  passando, o Motonline vem batendo nessa tecla mas o brasileiro nÆo reclama, se acostumou a pagar taxas e impostos absurdos, de forma submissa, e nÆo luta por seus direitos: o direito de receber informa‡äes.

Num pa¡s com alt¡ssimo ¡ndice de corrup‡Æo, o qual pode ser comprovado nas capas das principais revistas e jornais do pa¡s, precisamos saber o que ‚ feito com todos os valores arrecadados, pois nesse ponto o brasileiro ‚ punido de forma exemplar, caso atrase um imposto ou taxa.

Portanto, todas as pessoas que possuem um veiculo automotor, principalmente as que tˆm motos, deveriam se interessar em iniciar um movimento contra o absurdo que ‚ o Seguro Obrigat¢rio, principalmente pela falta de informa‡äes sobre a arrecada‡Æo e utiliza‡Æo desse dinheiro. E olha que daqui h  pouco ele est  chegando novamente!

Criado pela Lei nø 6.194/74, com a finalidade de amparar as v¡timas de acidentes de trƒnsito em todo o territ¢rio nacional, o DPVAT ( Danos Pessoais Causados por Ve¡culos Automotores de Vias Terrestres, ou por sua Carga, a Pessoas Transportadas ou NÆo) garante a indeniza‡Æo, mesmo que os respons veis pelos acidentes nÆo arquem com essa responsabilidade. O seu pagamento anual ‚ obrigat¢rio a todos os propriet rios de ve¡culos, junto com o pagamento do IPVA ou licenciamento.

No entanto, o DPVAT ‚ algo obscuro, embutido, esconde-se ao m ximo para passar despercebido e com certeza, o consorcio de seguradoras ganha muito dinheiro com isso em detrimento dos pagamentos absurdos que fazemos.

Por exemplo, o valor do Seguro Obrigat¢rio estipulado para motos (R$ 184,21) em 2007 ‚ um roubo, principalmente porque nÆo distingue categorias, nÆo presta nenhum servi‡o, nÆo h  nenhuma presta‡Æo de contas e dificulta-se a utiliza‡Æo, quando algu‚m se d  ao trabalho de buscar a indeniza‡Æo. Assim como a CPMF, pagamos e nÆo h  qualquer noticia sobre o destino dessa verba.

Como o brasileiro ‚ manso demais, imprudente em sua grande maioria, nÆo briga pelos seus direitos, devemos nos envolver mais e buscar expor o que ‚ realmente o Seguro Obrigat¢rio, quem est  ganhando com isso, qual o real beneficio que trouxe … popula‡Æo e, caso seja realmente £til, reduzir o valor anual do premio.

Afinal, tudo que ‚ pago deveria ter como praxe a exposi‡Æo dos valores recebidos, a aplica‡Æo dos recursos publicamente (nÆo vale alegar que est  em algum site ou coisa parecida!), enfim, a presta‡Æo de contas geral.

Quem esconde, sempre d  margem … duvidas.