Foto: O nome Amarok vem da língua dos Inuit, um povo esquimó, que vive no Norte do Canadá e na Groenlândia, e significa lobo.

A nova picape da Volkswagen chama-se Amarok

Foto: O nome Amarok vem da língua dos Inuit, um povo esquimó, que vive no Norte do Canadá e na Groenlândia, e significa lobo.

Foto: O nome Amarok vem da língua dos Inuit, um povo esquimó, que vive no Norte do Canadá e na Groenlândia, e significa lobo.

A nova picape da Volkswagen será chamada Amarok também no Brasil. No fim de 2009, a primeira picape de um fabricante automotivo europeu de grande volume fará a sua estréia mundial na América do Sul.

* O termo quer dizer lobo na língua Inuit

* O nome simboliza força e resistência

* Introdução no mercado na América do Sul no início de 2010

* Depois disto o Amarok também chegará à Europa

A introdução no mercado sul-americano está prevista para o primeiro trimestre de 2010, enquanto no segundo trimestre ela chegará também à Europa.

Com a Amarok a Volkswagen vai entrar nos mercados mundiais de picapes, até então dominados predominantemente por fabricantes japoneses. No último IAA (Salão de Veículos Comerciais de Hannover), em setembro de 2008, a Volkswagen apresentou o primeiro estudo do veículo. A Amarok será produzida na fábrica de Pacheco, na Argentina.

O nome Amarok vem da língua dos Inuit, um povo esquimó, que vive no Norte do Canadá e na Groenlândia, e significa lobo. Para os Inuit, o lobo representa o rei da vida selvagem e impressiona por sua força e robustez, sua resistência e sua superioridade.

São essas qualidades que irão destacar a Amarok também no Brasil e Argentina. Nesses mercados, considerados os principais para o novo produto, as picapes estão entre os modelos mais solicitados por sua versatilidade como veículos para o lazer e o trabalho. Por isso, a capacidade fora-de-estrada e a confiabilidade da Amarok serão atrativos especiais de compra.

“O nome Amarok combina de forma excepcional com as propriedades da nossa picape, que estabelecerá novos padrões em sua categoria. Escolhemos este nome, que tem validade mundial, com esmero e cuidado. O nome Amarok despertará associações positivas em todos os principais mercados internacionais e deverá representar um forte argumento diante de seus concorrentes diretos desde o princípio”, afirma Stephan Schaller, CEO da Volkswagen Veículos Comerciais.

A Amarok é a primeira picape deste tipo produzida por um fabricante europeu de grande volume, e no segmento de picapes de 1 tonelada deverá competir, sobretudo, com os modelos asiáticos. O modelo representa um marco importante na estratégia de crescimento do Grupo Volkswagen e abre um novo segmento para a marca.

De acordo com Schaller, “a Amarok leva a marca para uma nova dimensão, ainda mais internacional. A Volkswagen está orgulhosa por desenvolver, construir e vender este veículo extremamente importante para o crescimento de todo o Grupo, expandindo, assim, de forma estrategicamente adequada, o seu programa de oferta mundial.”

A Amarok é um desenvolvimento completamente novo e será lançada primeiro na versão com cabine dupla com tração nas quatro rodas. Posteriormente também será oferecida a versão de cabine simples. Entre as suas principais características, destacam-se a tecnologia moderna e robusta, os motores econômicos e a linguagem atual de design da Volkswagen. O estudo apresentado no IAA já permitiu uma primeira impressão do modelo.

A Amarok será equipada com a mais moderna geração de motores turbodiesel da marca, os Common-Rail-Turbodiesel (TDI), potentes e ao mesmo tempo econômicos. O consumo e as emissões da Amarok deverão atingir patamares ainda mais baixos dentro de seu segmento.

A Amarok chegará ao mercado no primeiro trimestre de 2010, primeiramente na América do Sul e Central e, em seguida, na Rússia e na Europa, bem como na África e Austrália.