A partir da etapa de hoje, Rally Dakar começa a ficar cada vez mais difícil

A partir da etapa de hoje, Rally Dakar começa a ficar cada vez mais difícil

A partir da etapa de hoje, Rally Dakar começa a ficar cada vez mais difícil

Carro e Moto da Equipe Petrobras Lubrax sobem posições. Caminhão se mantém como veículo brasileiro mais bem colocado

“Está melhorando. Na etapa de hoje tivemos que pilotar mais e navegar bastante. Agora ele ficou mais difícil porque está exigindo cada vez mais dos competidores. Só faltam as dunas”, foi dessa maneira que o piloto de carro da Equipe Petrobras Lubrax, Jean Azevedo, descreveu a etapa desta terça-feira do Rally Dakar 2009. A prova, que acontece pela primeira vez na América do Sul, percorreu hoje 380 quilômetros de trechos cronometrados entre as cidades argentinas de Jacobacci e Neuquen.

Com o Mitsubishi Pajero Full, Jean e o navegador Youssef Haddad conquistaram o 16º lugar, melhor resultado obtido por eles em uma etapa desta 31ª edição do Dakar. “Até ontem a prova tinha retas intermináveis e como nosso carro não tem tanta potência quanto os oficiais de fábrica acabávamos perdendo posições. Como hoje tivemos muito trabalho, com mais técnica e navegação, deu para nos recuperar um pouco”, conclui Youssef. Na classificação geral acumulada a dupla está agora na 21ª colocação.

A partir da etapa de hoje, Rally Dakar começa a ficar cada vez mais difícilNa categoria Motos e Carros houve uma dobradinha espanhola. Entre os Carros, Carlos Sainz venceu a etapa do dia e segue na liderança pouco mais de três minutos na frente de Nasser Al Attiyah. Em duas rodas, Marc Coma continua na primeira colocação.

Maturidade – “Como hoje larguei mais atrás na fila das Motos, acabei sofrendo muito com a poeira de outros competidores. Acredito que ultrapassei por volta de 30 motos. Sem dúvida, a prova é um teste de maturidade pra mim. Se fosse há dois anos atrás eu tentaria passar todo mundo sem pensar nas conseqüências. Agora sei que a paciência é necessária para fazer qualquer tipo de manobra com segurança”, contou o piloto Rodolpho Mattheis, da KTM 450 da Equipe Petrobras Lubrax.

Mesmo com a dificuldade, Rodolpho subiu mais uma posição em sua categoria – 3º lugar -, a Motos Marathon até 450cc. Na etapa do dia o brasileiro conquistou a quinta posição.

Entre os caminhões, o trio da Equipe Petrobras Lubrax representado por André Azevedo/Maykel Justo/Mira Martinec se manteve em quinto na classificação geral acumulada, sendo o veículo brasileiro melhor colocado no Rally Dakar 2009. “Para nós a etapa foi tranqüila e ainda estamos pegando o ritmo da prova. O caminhão Tatra também não apresentou nenhum problema nestes quase 400 quilômetros de trechos cronometrados”, explicou o piloto André Azevedo.

André, que possui mais de 20 participações no Dakar em seu currículo, está surpreso em achar tantas semelhanças de terreno na Argentina em relação à África. “Andamos o tempo inteiro sem ver uma árvore sequer, apenas estepes. Ao final da etapa encontramos um rio e algumas árvores que mais parecia um oásis no meio do deserto. Até em rio seco atravessamos hoje, como era na Mauritânia”, ressaltou.

Resultados do Rally Dakar 2009
Caminhões
Quarta etapa (06.01.2009)
1º De Rooy/Consoul/Van Melis (Ginaf)- 4h20min27s;
2º Chagin/Savostin/Nikolaev (Kamaz) – 4h21min13s;
3º Kabirov/Belyaev/Mokeev (Kamaz) – 4h25min22s;
6º André Azevedo/Maykel Justo/Mira Martinec (Tatra) – 4h35min39s.

Geral
1º De Rooy/Consoul/Van Melis (Ginaf) – 15h16min41s;
2º Chagin/Savostin/Nikolaev (Kamaz)- 15h26min55s;
3º Kabirov/Belyaev/Mokeev (Kamaz) – 15h29min22s;
5º André Azevedo/Maykel Justo/Mira Martinec (Tatra) – 16h27min25s.

Carros
Quarta etapa (06.01.2009)
1º Carlos Sainz/Michel Perin (Volkswagen) – 3h42min57s;
2º Nasser Al Attiyah/Tina Thorner (BMW) – 3h43min03s;
3º Luc Alphand/Gilles Picard (Mitsubishi) – 3h45min21s;
16º Jean Azevedo/Youssef Haddad (Mitsubishi) – 4h07min03s.

Geral
1º Carlos Sainz/Michel Perin (Volkswagen) – 12h47min45s;
2º Nasser Al Attiyah/Tina Thorner (BMW) – 12h51min31s;
3º Giniel De Villiers/Dirk Von Zitzewitz (Volkswagen) – 12h59min18s;
21º Jean Azevedo/Youssef Haddad (Mitsubishi) -15h14min28s.

Motos
Quarta etapa (06.01.2009)
1º Marc Coma (KTM) – 4h09min32s;
2º Cyril Despres (KTM) – 4h36min49s;
3º Jonah Street (KTM) – 4h10min53s;
61º Rodolpho Mattheis (KTM) – 5h21min33s (5º na categoria Marathon até 450cc)

Geral
1º Marc Coma (KTM) – 14h41min21s;
2º Jonah Street (KTM) – 15h24min18s;
3º David Fretigné (Yamaha) – 15h25min03s;
57º Rodolpho Mattheis (KTM) – 19h01min10s (3º na categoria Marathon até 450cc)

Confira como será a etapa de amanhã (07):
Etapa 5 – Neuquen/San Rafael (Argentina)
Deslocamento: 173 km
Especial: 506 km
Deslocamento: 84 km
Total do dia: 763 km

Característica: Esta etapa será o teste principal da primeira semana de prova. A longa distância obrigará as equipes a se manterem 100% concentradas. Dunas exigirão dos pilotos além de pistas bem técnicas. A Cordilheira já poderá ser vista no horizonte.

A Equipe Petrobras Lubrax tem patrocínio da Petrobras, Mitsubishi Motors do Brasil, Pirelli, e apoio da Mercedes-Benz Caminhões, CCR/Nova Dutra, Renov, BorgWarner, Kaerre, Capacetes Bieffe, Sparco América Latina, Artfix, Motorola e TIM.