Abertura do Goiano de Motocross é adiada

A Federa‡Æo de Motociclismo do Estado de Goi s- FMG, transferiu de cidade e adiou a data da primeira etapa do Campeonato Goiano de Motocross de 2003.

A prova estava marcada para o pr¢ximo domingo (20/4), em Cachoeira Dourada, mas foi transferida para Palmin¢polis, no dia 4 de maio, data e local que estavam reservados para abrigar a segunda prova do calend rio.

O motivo para o adiamento e transferˆncia da primeira etapa do ano foi a desistˆncia por parte da Prefeitura de Cachoeira Dourada de organizar a corrida inaugural. A alega‡Æo das autoridades do munic¡pio foi de que nÆo teriam mais condi‡äes de arcar com os requisitos necess rios para a realiza‡Æo do evento. Apesar de acatarem a decisÆo, os promotores do Goiano de Motocross mostraram-se bastante decepcionados com a posi‡Æo da administra‡Æo municipal de Cachoeira Dourada.

“Eles solicitaram a realiza‡Æo da prova de abertura desde o ano passado e vieram confirmando o evento durante todo este per¡odo. Agora, praticamente na v‚spera dele acontecer se dizem sem condi‡äes de realiz -lo. Assim fica dif¡cil”, afirmou Kurt Feichtenberger, secret rio da FMG e encarregado da organiza‡Æo das competi‡äes de motocross.

Mesmo sem entrar no m‚rito da capacidade ou nÆo da administra‡Æo municipal de promover a corrida, Feichtenberger disse que a decisÆo de cancelar o evento “prejudica e causa preju¡zos, tanto financeiros e quanto de planejamento de a‡äes, aos organizadores, pilotos, equipes, patrocinadores e at‚ ao com‚rcio local”. De acordo com ele, a FMG tomou a decisÆo de impor uma san‡Æo a Cachoeira Dourada devido aos transtornos. A decisÆo da entidade ‚ de que o munic¡pio ficar  fora do calend rio oficial do motocross. “ uma maneira de fazermos com que as pessoas sejam mais profissionais. Cachoeira Dourada fica fora do nosso calend rio oficial pelo menos at‚ a troca da administra‡Æo municipal”, afirmou o dirigente.