Sertões 20 anos registrou baixa quantidade de lixo graças à conscientização

Ação ambiental bate recorde no Rally dos Sertões

A Ação Ambiental do Rally dos Sertões aconteceu pelo 11º ano seguido e colheu resultados expressivos em 2012. Coordenado pelo grupo “Os Canastras”, foi feito o trabalho de limpeza dos acampamentos e das trilhas por onde passaram motos, quadriciclos, UTVs, carros e caminhões.

Sertões 20 anos registrou baixa quantidade de lixo graças à conscientização

Sertões 20 anos registrou baixa quantidade de lixo graças à conscientização

E os números da 20ª edição do maior rali do mundo disputado dentro de um único país surpreenderam até mesmo os integrantes da ação. “Por termos tido menos acidentes em relação aos anos anteriores, a quantidade de dejetos e lixo recolhido nas trilhas foi bem menor. Neste ano, o total foi de apenas 514 quilos de material entre partes de fibra, metal, plásticos e vidro”, destacou Carlos Roberto de Andrade, o Carlão, coordenador da ação.

Andrade reitera que no material recolhido pelos Canastras não estão as carcaças dos três UTVs que se incendiaram durante a competição. “As gaiolas foram retiradas das trilhas por moradores locais logo após a passagem do rali. Acho que neste caso podemos estimar a quantidade total de material recolhido em uma tonelada”, disse.

Entretanto, ele enfatizou que um pouco do crédito pela baixa quantidade de lixo recolhido neste ano deve-se também pelo trabalho de conscientização que tem sido feito ao longo dos anos com competidores e membros de equipes e da organização da prova. Ao todo, são cerca de três mil pessoas se deslocando entre as cidades durante 11 dias de competição.

“Já chegamos a recolher duas toneladas, e ano a ano isso tem caído. Ano passado foram 900 quilos”, lembrou Carlão. “Pudemos constatar, por exemplo, que em todas as cidades por onde passamos os acampamentos estiveram sempre bem organizados e limpos. Em alguns locais, os acampamentos estavam mais limpos do que em seu entorno”, ressaltou.

A Ação Ambiental do Rally dos Sertões é um trabalho reconhecido internacionalmente, tendo recebido dois prêmios, em 2007 pela ULM (União Latinoamericana de Motociclismo), e em 2009 pela FIM (Federação Internacional de Motociclismo), entidade máxima do esporte a motor sobre duas rodas.