Atendimento odontológico prestado pelos formandos da Universidade Metodista de São Paulo durante o Rally dos Sertões

Ação Social no Rally dos Sertões realiza mais de 2,5 mil atendimentos

Atendimento odontológico prestado pelos formandos da Universidade Metodista de São Paulo durante o Rally dos Sertões

Atendimento odontológico prestado pelos formandos da Universidade Metodista de São Paulo durante o Rally dos Sertões

A 20ª edição do Rally dos Sertões chegou ao fim no último dia 29 em Fortaleza (CE), com a premiação aos campeões da prova que começou no dia 18 em São Luís (MA). E com o maior rally do mundo disputado dentro de um único país, foi finalizada também a Ação Social do evento, que neste ano foi conduzida por professores, alunos e profissionais de áreas da saúde da Universidade Metodista de São Paulo.

Foram cerca de cinco mil quilômetros em seis estados, percorridos por várias cidades do interior nordestino. E, como nos últimos 12 anos de realização, a Ação Social do Rally dos Sertões levou atendimento de saúde para cidades que receberam a competição ou ficavam em seu entorno.

Foi a 12ª participação da Ação Social do Rally dos Sertões, nos 20 anos da prova

Foi a 12ª participação da Ação Social do Rally dos Sertões, nos 20 anos da prova

O projeto foi conduzido com o apoio da Companhia Energética do Maranhão (CEMAR) e na parte operacional, a Metodista contou com alunos dos cursos de Odontologia, Nutrição, Biomedicina e Jornalismo, e também com médicas da Faculdade de Medicina do ABC, que fizeram atendimentos às comunidades localizadas no trajeto da competição, sob a coordenação do professor da Faculdade de Saúde, Victor Bigoli.

A soma de todos os dias e regiões totalizou 2.587 atendimentos, divididos em 605 pacientes na área de medicina, 468 em odontologia, 189 na fisioterapia, 696 por exames de triagem, 324 com profissionais de nutrição e 305 crianças e adolescentes tendo participado de atividades de educação física.

Duas cidades acumularam o maior número de atendimentos. Em Barra do Corda (MA), 150 membros de uma comunidade foram atendidos nos exames de triagem, número superior ao atendimento registrado somente em Caucaia (CE), quando 135 pessoas passaram pela verificação inicial.

Os detalhes da ação podem ser conferidos no blog feito pelos envolvidos na ação.