Adolescentes são responsáveis pelo consumo de 6% do álcool do país

De acordo com uma pesquisa apresentada em 2010 pela Associação Brasileira de Estudos do álcool e outras drogas (Abead), adolescentes entre 14 e 17 anos – que pela lei não deveriam ingerir bebida alcoólica – são responsáveis por 6% de todo o consumo anual de álcool no país.

E um dado ainda mais alarmante. Segundo o Centro de Referência em Álcool, Tabaco e outras Drogas, 40% dos adolescentes e 16% dos adultos que procuram tratamento para se livrar do vício, experimentaram antes dos 11 anos, e, muitas vezes, com a conivência da família.
A novela Rebelde da TV Record tratará desse tema. O personagem Diego, interpretado por Arthur Aguiar, é um adolescente alcoólatra que convive com a doença.

De acordo com Ana Cristina Fulini, psicóloga da Clínica Maia, o álcool na juventude é um tema que deve ser tratado com seriedade. “O adolescente começa a beber como forma de socialização e esquece que é uma droga como tantas outras e pode se tornar um dependente químico, não conseguindo realizar tarefas simples sem a utilização da bebida”, afirma a especialista.

Esse é um tema que não é fácil de ser abordado com os adolescentes. Mas é importante que os pais sempre conversem com os filhos a respeito, explicando os riscos da ingestão exarcebada do álcool. A escola também tem um papel fundamental de educação e elucidação sobre o problema junto aos jovens. “tanto pais quanto educadores devem se posicionar e ajudar os jovens a não se envolverem com nenhum tipo de droga seja ela ilícita ou não, como é o caso do tabaco e do álcool. É necessário explicar a dependência que esses vícios causam e os danos que podem trazer ao longo do tempo”, conclui Ana Cristina.