Gringos no motocross: Roman Jelen, esloveno, aumentou distância na MX3

Adrenalina, voos e títulos no Brasileiro de Motocross Pró

Considerado uma das maiores competições de MX da América Latina, o Campeonato Brasileiro de Motocross Pró realizou sua quarta etapa da temporada neste final de semana. As corridas em Morrinhos (GO) garantiram muita adrenalina, saltos, reviravoltas na tabela e títulos nas categorias MX4, MXF, 50cc e 655cc, que utilizaram a prova para suas finais. Na MX1 e quadro geral, vitória do espanhol Carlos Campano, da equipe Yamaha/Geração.

Campano venceu em Morrinhos, saltando do quarto para o primeiro lugar na classificação

Campano venceu em Morrinhos, saltando do quarto para o primeiro lugar na classificação

Com sua vitória em solo goiano, a segunda na temporada, Campano saltou da quarta para a primeira posição na tabela, assumindo a liderança do BR de MX Pró. Ele venceu a primeira bateria e faturou o segundo lugar na seguinte. “Foi uma prova muita dura. Quase sofri quedas durante as provas, mas consegui sair com a vitória. Esse é um momento importante de assumir a liderança, mas ainda temos duas etapas e será disputado até o fim”, afirmou Campano.

Paulo Alberto, piloto português da Honda, entrou na briga pelo título ao somar pontos vencendo a segunda bateria. Colega de Campano na Yamaha, o brasileiro (coisa rara nesta lista) Jean Ramos ficou na terceira posição nas duas provas e está na vice-liderança, seis pontos atrás do líder. Jean também venceu duas etapas até aqui, mas tem uma bateria a menos do que Carlos. Jetro Salazar, equatoriano que chegou em Morrinhos como líder, não teve um bom fim de semana, obtendo apenas o sexto lugar na primeira bateria e 12º na segunda prova, após sair na última colocação.

MX2: vitória de Gustavo Pessoa; liderança de Fábio Santos

As disputas de motocross na categoria MX2 pegaram fogo. Vários pilotos participaram de um intenso revezamento de posições, oscilando também na liderança. Gustavo Pessoa, da Honda, ficou em segundo lugar na primeira bateria e em primeiro na seguinte, o que lhe garantiu a vitória na quarta etapa do Brasileiro de Motocross Pró.

Gustavo Pessoa venceu na MX2, diminuindo sua distância para o primeiro colocado

Gustavo Pessoa venceu na MX2, diminuindo sua distância para o primeiro colocado

Entretanto, Fábio Santos, da Yamaha/Geração, não deu mole ao concorrente, vencendo a primeira bateria e obtendo o segundo lugar no round seguinte. Com o resultado, Fábio se mantém na liderança da MX2. “Final de semana muito bom. Consegui fazer o holeshot nas duas bateria, e na primeira mantive um ritmo bom, conseguindo ganhar. Na segunda bateria, estava em primeiro novamente quando acabei caindo, mas terminei na segunda colocação”, destacou Fábio. Agora, Santos é líder com 14 pontos de vantagem sobre o segundo colocado que é (adivinhem) Gustavo Pessoa.

Roman Jelen toma distância no Motocross MX3

Nem só da MX1 viverão os estrangeiros. O esloveno Roman Jelen levou a melhor na Mx3. Ele cruzou o arco de chegada com boa folga dos demais e abriu 15 pontos na classificação do Campeonato. “Estou feliz com o resultado. Foi uma prova dura, com muito calor, mas me diverti e consegui a vitória”, destacou. Willian Guimarães largou na ponta, mas logo fui ultrapassado por Roman, mas conseguiu realizar boa prova e garantir o segundo lugar do pódio. Em terceiro chegou Milton “Chumbinho” Becker, após travar batalha André Stocovich.

Gringos no motocross: Roman Jelen, esloveno, aumentou distância na MX3

Gringos no motocross: Roman Jelen, esloveno, aumentou distância na MX3

Leonardo Cassarotti vitorioso e líder na MXJR

Leonardo Cassarotti, da Dunas, equipe satélite da Honda, venceu a etapa na categoria Junior, se mantendo na liderança da temporada, com com 88 pontos. Tallys Brito chegou em segundo, mesma posição em que se encontra na classificação geral, com 82 pontos. Keven Ramos foi o terceiro em Morrinhos, seguido por Leonardo Nunes, atual terceiro colocado na tabela.

A quinta etapa do Brasileiro de Motocross Pró 2016 será dia 6 de novembro, na cidade de Três Rios, Rio de Janeiro. A prova em Morrinhos também foi válida como final para quatro categorias: MX4, MXF, 50cc e 65cc. Os campeões são, em ordem, Milton Becker, Maiara Basso, Rafael Becker e Henrique Henicka.

Resultados da terceira etapa do Brasileiro de Motocross Pró

MX1
1. Carlos Campano
2. Paulo Alberto
3. Jean Ramos
4. Marcello “Ratinho” Lima
5. Dudu Lima

MX2
1. Gustavo Pessoa
2. Fabio Santo
3. João Ribeiro
4. Leonardo Souza
5. Frederico Spagnol

MX3
1. Roman Jelen
2. Willian Guimarães
3. Milton Becker
4. Fábio Festi
5. André Stocovich

MXJR
1. Leonardo Cassarotti
2. Tallys Brito
3. Keven Ramos
4. Leonardo Nunes
5. Bruno Schmitz

Classificação do Campeonato de Motocross Pró após a quarta etapa

MX1
1. Carlos Campano / 159 pontos
2. Jean Ramos / 153 pontos
3. Paulo Alberto / 150 pontos
4. Jetro Salazar / 144 pontos
5. Dudu Lima / 124 pontos

MX2
1. Fabio Santos / 184 pontos
2. Gustavo Pessoa / 170 pontos
3. Leonardo Souza / 133 pontos
4. Pepê Bueno / 126 pontos
5. Frederico Spagnol / 117 pontos

MX3
1. Roman Jelen / 94 pontos
2. Willian Guimarães / 79 pontos
3. André Stocovich / 64 pontos
4. Milton Becker / 60 pontos
5. Vinicius Borgarelli / 57 pontos

MXJR
1. Leonardo Cassarotti / 88 pontos
2. Tallys Brito / 82 pontos
3. Leonardo Nunes / 77 pontos
4. Bruno Schmitz / 72 pontos
5. Rafael Araújo / 55 pontos

Separador_motos



Jornalista gaúcho convicto de que um passeio de moto em um dia de sol é a cura para praticamente todos os males da vida. Fã de motoaventurismo, competições de moto, café, praia e de rock n roll.