AEA alerta sobre como reduzir o consumo de combustível

Motonline levantou que mais de 54% de nossos leitores possuem tamb‚m ve¡culos de quatro rodas al‚m da moto e achamos importante divulgar esta not¡cia distribuida pela assessoria da AEA – Associa‡Æo Brasileira de Engenharia Automotiva.

Os £ltimos aumentos no pre‡o do combust¡vel estÆo pesando cada vez mais no bolso dos consumidores que utilizam seus carros freqentemente. O litro do  lcool cobrado hoje, por exemplo, subiu 50% em compara‡Æo com o custo m‚dio de 2005. A gasolina registrou alta de aproximadamente 10%. A AEA (Associa‡Æo Brasileira de Engenharia Automotiva) destaca que algumas mudan‡as ao dirigir podem ajudar os motoristas a economizar. “Melhorar a nossa performance ‚ uma boa alternativa para reduzir o consumo. Al‚m de amortizar os gastos, ajuda a minimizar o uso de petr¢leo, um bem finito, e a polui‡Æo disseminada no meio ambiente, proporcional … quantidade de combust¡vel queimado”, explica Paulo Lozano, diretor-t‚cnico da AEA.

Existem trˆs pontos que interferem diretamente nesta questÆo: manuten‡Æo, dire‡Æo e planejamento. A manuten‡Æo ‚ essencial para garantir as caracter¡sticas de rendimento e a boa performance do ve¡culo. O motorista deve respeitar a categoria de ¢leo especificada no manual do ve¡culo e manter o n¡vel correto. Uma boa lubrifica‡Æo evita aumento do atrito interno do motor, o que gera perdas expressivas e diminui a vida £til. Motor ajustado, sistema de inje‡Æo limpo, velas limpas e com folga correta sÆo outros itens que devem ser verificados. Filtro de ar obstru¡do, por exemplo, pode aumentar o consumo em at‚ 10%. “A gasolina ‘aditivada’ ajuda a manter o sistema de inje‡Æo limpo durante um longo prazo. Por‚m, o rendimento ‚ o mesmo em quase todos os carros com rela‡Æo … gasolina ‘comum'”, ressalta Lozano.

Os pneus tamb‚m podem interferir no consumo de combust¡vel, por isso devem ser calibrados conforme especifica‡Æo do fabricante do ve¡culo a cada duas semanas, sempre quando estiverem frios. Por causa da pavimenta‡Æo ruim das ruas, alguns motoristas optam por diminuir a pressÆo dos pneus para obter mais conforto de rodagem. Entretanto, este h bito ocasiona desgaste irregular dos pneus e faz o consumo de combust¡vel crescer em at‚ 3%. SuspensÆo desalinhada tamb‚m aumenta o atrito, o consumo e o desgaste dos pneus.

Quem usa freqentemente o ar-condicionado deve ter certeza de que a carga do fluido est  completa e que nÆo h  vazamentos. A veda‡Æo do carro deve estar em bom estado. A troca do filtro de p¢len nos intervalos estipulados deve ser respeitada. O ideal ‚ utilizar o ar-condicionado com modera‡Æo mantendo todas as janelas fechadas. Quando acionado, o compressor do ar-condicionado consome alguns cavalos de potˆncia do motor e o aumento no consumo fica em torno de 0,5% a 2%.

Com rela‡Æo aos h bitos de dire‡Æo, o primeiro fator a ser destacado ‚ a acelera‡Æo, respons vel pela maior parcela no consumo de combust¡vel de um autom¢vel. Acelerar suavemente, nÆo esticar as marchas e nem troc -las prematuramente sÆo atitudes que contribuem para a economia. Ficar atento ao trƒnsito, sempre procurando se antecipar ao que vai acontecer de modo a evitar varia‡äes bruscas de velocidade tamb‚m ajuda. Em grandes congestionamentos, desligue o motor se conseguir prever que ficar  parado por mais de trˆs minutos.

Nas subidas, evite ultrapassagens que requerem redu‡Æo de marcha e acelera‡Æo do ve¡culo. Se o carro possui inje‡Æo eletr“nica, ‚ mais indicado manter 80 km/h em quinta marcha com o acelerador no fundo em uma longa subida. Isso gasta menos do que obter a mesma velocidade em quarta marcha, com um pouco menos de pressÆo no acelerador.

Nas estradas, a aerodinƒmica torna-se um fator de suma importƒncia. Se nÆo for utilizar o bagageiro, retire os elementos transversais. Se for, obede‡a aos limites de peso e dimensäes da carga. O excesso de velocidade tamb‚m ‚ tÆo prejudicial … seguran‡a quanto ao consumo de combust¡vel.

H bitos de planejamento contam pontos adicionais para economizar combust¡vel. Evite deslocamentos curtos, em que o motor nÆo atinge a temperatura normal de funcionamento, pois motor frio gasta mais. Reduzir o percurso, tanto na cidade quanto para viagens longas, e evitar pontos de congestionamento tamb‚m ajudam a reduzir o consumo.

Se tiver mais de um ve¡culo na garagem, o indicado ‚ reservar o de maior consumo para viagens de fim de semana. Uma dica importante ‚ ter um caderno para anotar os dados dos abastecimentos. Para um controle mais preciso, o ideal ‚ encher o tanque e reabastecer completamente antes de atingir a reserva. “Se a frota da cidade de SÆo Paulo, composta por mais de cinco milhäes de ve¡culos, aproveitasse estas simples sugestäes, obter¡amos ¡ndices significativos tanto de economia como de diminui‡Æo na emissÆo de poluentes”, complementa o diretor-t‚cnico.