Pista GP: desenvolvido de dentro para fora

AGV Pista GP e Corsa: para os mais exigentes pilotos de velocidade

A AGV traz oficialmente ao mercado brasileiro seus mais recentes modelos de capacetes, o Pista GP (desenvolvido com fibra de carbono), e o Corsa, (modelo tricomposto), ambos projetados com a mais avançada tecnologia e pesquisa para equipamentos de proteção para motociclistas.

Pista GP: desenvolvido de dentro para fora

Pista GP: desenvolvido de dentro para fora

Os dois modelos foram desenvolvidos dentro de um novo conceito – Extreme Standard Helmets – que desenvolve o capacete de forma inversa ao modelo tradicional a partir do casco. Este novo processo começa a partir dos componentes que tem contato direto com a cabeça até chegar à superfície externa do casco, o que permite à AGV desenvolver os produtos com mais segurança, mais leves e compactos.

O multicampeão do mundo Valentino Rossi auxiliou neste desenvolvimento e o resultado final dos dois novos capacetes é o maior campo de visão, o aerofólio traseiro removível para eliminar turbulência em velocidades maiores acima de 200 km/h. Além disso, foram feitos testes com cerca de 1500 pessoas, para atingir o formato ideal em termos de ergonomia e estabilidade. Com isso, a AGV desenvolve de forma pioneira na forração customizada, pois o piloto pode adaptá-la ao formato da sua cabeça, atingindo assim o máximo de conforto.

Corsa: opção com outro grafismo

Corsa: opção com outro grafismo

Tal tecnologia foi testada e aprovada por alguns dos principais pilotos do mundo, entre eles Stefan Bradl, Andrea Iannone, Pol Espargaró, Guy Martin, além, é claro, do próprio Rossi. No Brasil, os pilotos Ricardo Pelosini, da equipe Wynn’s Racing, José Luiz “Cachorrão” e Maico Teixeira, da Honda Racing, utilizam o capacete Pista GP.

Quanto aos gráficos, o Pista GP chega com duas opções: o Project 46, utilizado em 2012 pelo ”The Doctor” na etapa Sepang da MotoGP™, e o Soleluna, frequentemente visto na temporada atual. Ainda sobre o Soleluna, o grafismo foi concebido pelo renomado designer Aldo Drudi , tendo como elementos os longos raios do sol na parte da frente, em amarelo. Os raios na parte de trás se misturam com uma lua em azul, tudo inspirado no personagem de Valentino.

Já o Corsa possui o gráfico exclusivo Winter Test, que tem como elementos, além do costumeiro sol e a lua, ideogramas que representam a palavra japonesa “Kando”, usada por Masao Furusawa para descrever Valentino Rossi quando ele se juntou a Yamaha em 2004. Kando significa encontrar uma afinidade instantânea em conhecer alguém ou encontrar algo muito especial.

O coordenador comercial responsável pela marca AGV no Brasil, Maurício Santana, faz questão de informar que a principal maneira de identificar se o seu capacete AGV está amparado pelas vias legais de comercialização é através do selo de certificação do Inmetro, NBR 7471, que consta na parte de trás do casco. “Adquirindo um capacete AGV oficial aqui no Brasil, o motociclista tem toda garantia e assistência local, oferecida pela importadora”, explica.

Os preços dos dois modelos são R$3.399,00 (Corsa) e R$3.699,00 (Pista GP). Para consultar as lojas autorizadas onde comprar os capacetes AGV Pista GP e AGV Corsa, acesse o hotsite oficial no Brasil, www.agvbr.com/gp-pista .