Ainda sobre o lançamento da nova Yamaha XVS 950 Midnight Star

Ainda sobre o lançamento da nova Yamaha XVS 950 Midnight Star

Ainda sobre o lançamento da nova Yamaha XVS 950 Midnight Star

Após a apresentação de um vídeo institucional, tivemos a declaração do produto e a informação que o modelo era classificado como uma custom esportiva.

Remetidos as linhas declaradamente inspiradas nas clássicas, e que o produto foi criado para o público norte americano, aguardei mesmo a oportunidade do teste-ride, em um pequeno trajeto que foge completamente a possibilidade de ser encarado como um teste.

Completando ainda as palavras do colega Andre Garcia, e já contando com as considerações técnicas que o nosso Bitenca irá proferir, me foquei em checar as palavras da apresentação nas minhas primeiras impressões.

Realmente a preocupação do nível de acabamento é muito bem visível, e as dimensões da moto nos fazem acreditar ainda em uma cilindrada maior.

O posicionamento de pilotagem é bem equacionado transferindo alem da sensação, um grande conforto. O painel é funcional e bem ao estilo retro, montado sobre o tanque, em uma moldura de linhas atuais e muito agradáveis.

Fica o destaque no punho dianteiro para a presença dos botões SELECT e RESET que atuam junto aos indicadores digitais dos dois hodômetros parciais. Muito pratico e seguro, evitando que o condutor tire a mão do guidão para obter essas informações.

Ainda sobre o lançamento da nova Yamaha XVS 950 Midnight StarNa pista, aflora o grande resgate da funcionalidade das antigas maquinas … guidão bem largo, plataforma dos pés em dimensões onde um pé realmente caiba, e o pedal de câmbio com acionamento previsto também para o calcanhar nas subidas de marchas.

Com tudo isso, mais uma suspensão progressiva, e um motor silencioso (mesmo refrigerado a ar), macio e de respostas rápidas graças ao seu bom torque, a ausência de ruídos graças à transmissão secundária ser com correia e não corrente; mesmo não se tendo feito um teste mais aprofundado, tenho que não errarei em afirmar que nasceu mais uma moto com vocação e dotes realmente estradeiros em terras brasileiras !

Finalizando, tenho também que o consumidor, em um primeiro momento, irá questionar sobre a faixa de preço, mas tal qual nos atuais carros populares, ele não terá dificuldades em observar a tecnologia embarcada, e a qualidade dos materiais empregados, que realmente não deixam de ser um grande diferencial.

Parabéns ao consumidor de modo geral, por ter mais uma opção no nosso mercado, lastreado por uma rede de 491 concessionários, e pela garantia da marca; marca essa que desde a apresentação do modelo no Salão Intermot / Cologne – Alemanha que ocorreu de 7 a 12 de outubro de 2008, já apresenta esse mesmo produto nacionalizado dentro do PPB de Manaus em tão pouco tempo; demonstrando a importância do mercado brasileiro frente a esses dias de crise globalizada …

Errata (29.05) … Fomos informados diretamente pela Yamaha que o numero correto de concessionarios é de 517.