Álcool e gasolina estão mais baratos em Porto Alegre

Álcool e gasolina estão mais baratos em Porto Alegre

Álcool e gasolina estão mais baratos em Porto Alegre

No mês de junho, o motorista gaúcho comemorou a queda nos preços dos principais combustíveis na cidade.

Álcool e gasolina estão, respectivamente, 4,73% e 2,56% mais baratos, e podem ser encontrados a R$ 1,567 e R$ 2,436 o litro. Mesmo com a redução no preço da gasolina, os proprietários de veículos flex devem dar preferência ao etanol, que tem preço 34,7% menor que o derivado do petróleo. As demais opções, biodiesel, diesel e GNV também apresentaram quedas de 6,24%, 1,42% e 0,38%, respectivamente. Esse é o resultado da última pesquisa do Ticket Car, produto de gestão de despesas de veículos da Ticket.

Com as variações, o litro do biodiesel passa a custar, em média, R$ 2,038 e diesel, R$ 2,136. O m³ do GNV pode ser encontrado a R$ 1,847.

No restante do País, pelo terceiro mês consecutivo, os motoristas que utilizam o Gás Natural Veicular (GNV) em seus veículos tiveram uma surpresa agradável. Em junho, o valor cobrado pelo m³ do combustível caiu 3,3% nos postos de abastecimentos, passando a custar, em média, R$ 1,72. Os valores cobrados por álcool, diesel e biodiesel também caíram: 0,9%, 1,65%, e 1,72%, respectivamente. Com as alterações, o litro do etanol pode ser encontrado por R$ 1,76, em média; diesel, R$ 2,17; e biodiesel, R$ 2,16. O preço da gasolina permaneceu estável em junho, com valor médio nacional de R$ 2,67. Esses são os dados da última pesquisa realizada pelo Ticket Car, produto de gestão de despesas veiculares da Ticket.

O levantamento também indicou os Estados em que é mais vantajoso abastecer com álcool ou gasolina. Em dezenove deles e no Distrito Federal, o etanol continua como melhor opção para os motoristas, sendo São Paulo o local com a maior diferença entre os dois combustíveis (50,8%), seguido por Paraná (45,1%) e Mato Grosso (44,9%). Os proprietários de veículos flex devem dar preferência à gasolina apenas no Acre, Amapá, Ceará, Pará, Piauí, Rio Grande do Norte e Roraima, sendo este último Estado onde o derivado do petróleo apresenta melhor custo-benefício.

O Ticket Car faz mensalmente esse levantamento. Profissionais verificam junto aos mais de oito mil postos credenciados à sua rede os preços médios dos dois combustíveis nos 26 Estados brasileiros, além do Distrito Federal. O objetivo do Ticket Car com esse serviço é agregar valor as operações de seus clientes, oferecendo consultoria contínua para gestores e usuários. Além de reduzir os custos com abastecimento, os dados fornecidos também são úteis no momento de definir se vale ou não a pena comprar automóveis bicombustível em sua região. Os dados também estão disponíveis aos consumidores por meio do endereço www.ticket.com.br/ticketcar.

De acordo com Marcelo Nogueira, gerente de Negócios Especialista do Ticket Car, o gasto com combustíveis é um dos principais custos de uma frota. “É preciso tomar cuidado, pois, apesar de mais barato, a autonomia do veículo com o álcool é em média 30% menor. Assim, para ser vantajosa a sua utilização, o preço do litro também precisa ser 30% menor”, informa.

No mercado desde 1990, inicialmente apenas para abastecimento, o Ticket Car é uma linha de produtos e serviços para gestão de despesas de veículos, que inclui Gestão de Abastecimento e Manutenção, serviços de Assistência 24h, Administração de bomba de combustíveis interna, entre outros. O Ticket Car traz economia média de até 20% na gestão de frotas empresariais e é um produto que opera 100% em cartão. Atualmente atende a mais de cinco mil empresas-clientes. Ao todo, são 260 mil veículos geridos, atendidos por meio de 10 mil estabelecimentos credenciados.