Alemã revigorada

Alemã revigorada

Alemã revigorada

BMW lan‡a nova R 1200 GS no Brasil – Big-trail, modelo mais vendido da marca b vara, ganhou f“lego para encarar a concorrˆncia e tem pre‡o inicial de R$ 59 900

A BMW apresentou esta semana a nova R 1200 GS. O modelo, carro-chefe da marca alemÆ em todo o mundo, ganhou uma s‚rie de inova‡äes que prometem agitar o mercado brasileiro de big-trails. Entre as novidades estÆo modifica‡äes na parte cicl¡stica da moto, com destaque para o ajuste eletro-hidr ulico da pr‚-carga da mola dianteira, altera‡äes visuais que deixaram a GS mais moderna e atraente, al‚m de mudan‡as na mecƒnica que resultaram em um conjunto com maior desempenho.

Embora a nova R 1200 GS, apresentada pela primeira vez no SalÆo de MilÆo de 2007, permane‡a com a mesma “cara” da versÆo anterior, segundo a BMW o novo modelo supera em praticamente todos os aspectos sua antecessora. Em resumo, apesar das modifica‡äes, aos olhos dos leigos a moto ‚ praticamente a mesma. No entanto, com um pouco mais de aten‡Æo fica f cil notar as melhorias adotadas pela marca.

Na frente, o grupo ¢ptico mant‚m os dois far¢is assim‚tricos dispostos lado-a-lado, quase uma marca registrada dos modelos BMW. J  a carenagem teve os dutos de ar alterados com o objetivo de se conseguir uma refrigera‡Æo mais eficiente do radiador de ¢leo. Ainda no visual, a carenagem lateral da nova R 1200 GS recebeu um revestimento em a‡o inoxid vel como uma moderniza‡Æo no seu design.

Alemã revigoradaO painel completo ‚ formado por dois mostradores anal¢gicos, que trazem o veloc¡metro e a rota‡Æo do motor, e um terceiro digital, com informa‡äes fornecidas pelo computador de bordo. O guidÆo, em sec‡Æo c“nica de alum¡nio, ‚ novo e totalmente ajust vel. Como opcional, o assento do piloto pode ser ajustado em dois n¡veis de altura, 850 mm ou 870 mm. Na traseira o £nico destaque fica por conta da lanterna formada por lƒmpadas de LEDs. Mas as novidades nÆo param por a¡.
Mecƒnica e cicl¡stica

Baseado no propulsor da R 1200 R, o motor da nova R 1200 GS recebeu poucas, mas £teis modifica‡äes que melhoraram seu rendimento em 5%, segundo a BMW. Entre as altera‡äes que merecem ser destacadas estÆo os novos pistäes, mapeamento da inje‡Æo retrabalhado e caixa de cƒmbio alterada, com a margem de rota‡äes aumentada. Com isso, este motor de dois cilindros opostos (boxer) de 1170 cmü, com 4 v lvulas por cilindro e refrigera‡Æo mista agora ‚ capaz de produzir 105 cv de potˆncia a 7.500 rpm (ante os 100 cv a 7.000 rpm na versÆo anterior) e torque de 11,5 kgf.m a 5.750 rpm. Como resultado, o piloto ir  sentir respostas muito mais r pidas e precisas do acelerador, principalmente durante os deslocamentos em estradas, onde o motor trabalha em rota‡äes mais altas. O cƒmbio permanece o mesmo, de seis velocidades com a transmissÆo final feita por eixo-cardÆ.

Um dos maiores destaques da nova R 1200 GS est  em sua cicl¡stica. Montada em um quadro tubular de a‡o, o modelo est  equipado com uma suspensÆo Telelever de 190 mm de curso e freios duplos de 305 mm na dianteira. J  na traseira a suspensÆo usada ‚ Paralever, com curso de 200 mm e freio de disco simples com 265 mm.

Mas a novidade mais interessante ‚ o sistema ESA (Electronic Suspension Adjustment), que possibilita ao piloto selecionar automaticamente por interm‚dio de um botÆo no guidÆo diferentes configura‡äes na regulagem das suspensäes e na pr‚-carga da mola (dianteira e traseira) em uma equa‡Æo que considera fatores como o tipo de terreno e o peso de todo o conjunto.
No Brasil, a BMW tamb‚m vai comercializar a versÆo Adventure com pre‡o inicial de R$ 83.900 que traz como diferencial tanque de 33 litros de combust¡vel, malas laterais, farol de milha, entre outros opcionais. J  a R1200 GS est  dispon¡vel no Pa¡s nas cores prata, grafite, azul e laranja com pre‡o que varia de R$ 59.900 – na versÆo mais b sica -, a R$ 77.900, na versÆo top. Para os interessados, h  ainda uma lista bastante extensa de opcionais e acess¢rios que vÆo desde o protetor do c rter ao sistema de freios por ABS. Por aqui o modelo ir  enfrentar uma concorrˆncia de peso, formada por Honda XL 1000V Varadero, Suzuki DL1000 V-Strom, Triumph Tiger 1050 e Buell XB12X Ulysses.

“Temos um carinho muito especial pela linha GS. Nenhuma moto do grupo BMW ‚ mais globalizada do que estas”, diz J”rg Henning, presidente da BMW do Brasil. “Com a nova R 1200 GS estamos aptos a quebrar recordes no mercado brasileiro”, completa o novo gerente do departamento de motocicletas da BMW no Brasil, Rolf Epp.