Alex Barros- “Dá para dizer que estou satisfeito”

“Fiz uma boa largada passando logo para o oitavo lugar, mas perdi muito tempo na disputa com o Ukawa; a minha moto estava boa, especialmente nas freadas, mas a moto do Ukawa tinha mais acelera‡Æo e assim ficava dif¡cil ultrapassa-lo.”

“Quando eu consegui passa-lo definitivamente, faltando trˆs voltas para o final, j  era muito tarde para alcan‡ar o Hayden e o Biaggi. Nesse aspecto a culpa foi toda minha, porque eu acho que demorei muito para “acordar” e passar de vez o Ukawa. Se eu tivesse feito isso antes, daria para ter chegado em quinto ou sexto, porque depois que eu ultrapassei ele eu passei imediatamente a andar mais r pido que o Hayden e o Biaggi.”

“Mas no geral d  para dizer que estou satisfeito. Tenho muito que agradecer a minha equipe e a Michelin, que me deram todas as condi‡äes para fazer uma boa prova. E ‚ bom deixar bem claro que esta prova foi um “rein¡cio” para mim, j  que al‚m da interrup‡Æo de trˆs semanas no campeonato, antes eu j  nÆo havia conseguido participar e concluir as corridas da Inglaterra e Alemanha. Ainda nÆo estou bem fisicamente e o tombo de ontem ajudou a aumentar as dores. Vou aproveitar os pr¢ximos dias para intensificar o tratamento fisioter pico e a prepara‡Æo f¡sica.”

“Resolvi que tenho que “come‡ar” o campeonato de novo, esquecer tudo o que aconteceu at‚ agora, retomar a confian‡a. O primeiro “degrau” foi conseguir terminar essa corrida e numa posi‡Æo satisfat¢ria e isso eu consegui. Para a pr¢xima corrida a Yamaha promete alguns itens novos, o que deve melhorar o desempenho da moto e eu vou me esfor‡ar para estar em melhores condi‡äes”, disse Alexandre Barros ap¢s a corrida em Brno.

O piloto permanecer  na pista da Rep£blica Checa, com a finalidade de testar amanhÆ alguns novos pneus dianteiros, juntamente com os demais pilotos da Yamaha.