Alex Barros testa modificações na moto

Apenas um dia ap¢s ter disputado o dif¡cil e frustrante Grande Prˆmio da Catalunha, Alexandre Barros continuou na pista de Barcelona nesta segunda-feira com a finalidade de testar algumas modifica‡äes na sua Yamaha M1 e solucionar problemas que afetaram duramente a sua performance durante a corrida.

A Yamaha M1, desde o in¡cio do projeto com a inje‡Æo de combust¡vel, criava dificuldades para os pilotos nos momentos de desacelera‡Æo e frenagem, devido … op‡Æo dos engenheiros da f brica quanto ao sistema de diminui‡Æo do chamado “freio-motor”. At‚ entÆo, ao menos no caso da moto de Barros, a moto continuava um pouco acelerada quando o piloto j  havia soltado o acelerador, atrapalhando em muito o momento de ‘tomada de curva’ e de disputa de freada. Com o novo sistema testado hoje a moto tem o freio-motor diminu¡do e sem criar dificuldades na pilotagem.

Outro aspecto testado e aprovado no treino de hoje foi o funcionamento da suspensÆo traseira. Com a altera‡Æo feita pelos engenheiros da ™hlins -empresa sueca fornecedora das suspensäes para a equipe Gauloises/Yamaha – no interior do amortecedor traseiro o pneu passou a ter um melhor contato com o solo, permitindo assim que a moto tracione melhor.

O grave problema que fez com que Barros tenha tido uma performance bem aqu‚m das suas possibilidades no GP da Catalunha, aparentemente tamb‚m foi solucionado. Ainda ontem, ap¢s a corrida, a diretoria da Tech 3 -equipe francesa pela qual Barros compete-, da Yamaha e da Gauloises, al‚m do pr¢prio piloto, tiveram uma dura, mas produtiva reuniÆo com o diretor da divisÆo de competi‡äes de motos da fabricante francesa de pneus Michelin.

Todas as partes chegaram a conclusÆo de que uma participa‡Æo mais intensa da Michelin dentro da equipe do piloto brasileiro ‚ o ponto que tem de ser incrementado para evitar os inconvenientes ocorridos nesse final de semana. O t‚cnico mais experiente da Michelin, que ‚ o pr¢prio diretor Nicolas Goubert, passar  a freqentar mais o box da equipe Gauloises/Yamaha, acompanhando e aconselhando diretamente os engenheiros da Michelin que sempre trabalham com a equipe. Outra unanimidade foi … questÆo de deixar de testar os novos pneus espec¡ficos para a M1 durante os treinos oficiais das corridas; o que vinha prejudicando bastante o trabalho da equipe e causando diversos acidentes para Barros.

Nesta ter‡a-feira, dia 17, Alexandre Barros segue para AmsterdÆ, na Holanda, para participar de evento promocional da Yamaha. Na quarta ele retorna para Barcelona, onde se prepara para a pr¢xima competi‡Æo, o Grande Prˆmio da Holanda, cujos treinos oficiais serÆo nos dias 26 e 27 de junho e a corrida no dia 28, um s bado. Al‚m de ser disputada num dia da semana diferente do convencional -as corridas na Holanda e no Brasil sÆo disputadas no s bado-, desta vez o hor rio da prova tamb‚m ser  alterado: a largada ser  as 10:30h, no hor rio de Bras¡lia.