Nova imagem

Andric vence o TNT SuperBike e “Doca” lidera o SBK Series

Danilo Andric vencedor da abertura do TNT Sbk

Danilo Andric vencedor da abertura do TNT Sbk

A terceira etapa do SBK Series Brasil também foi marcada por alguns acidentes, ficando em bandeira amarela por duas ocasiões. Em uma delas, em disputa pela segunda posição, na sétima volta, José Luiz “Cachorrão” e Heber Pedrosa se chocaram no fim da reta dos boxes. O piloto da Cachorrão Racing Team, acabou levando a pior. “Cachorrão” foi atendido ainda na pista pela equipe médica e levado a uma clínica para fazer exames, mas passa bem.

Em uma corrida de superação, Bruno Corano, que largou em décimo lugar, assumiu a sexta posição ainda na primeira volta. A terceira colocação coroou o esforço do piloto da TNT Suzuki Maxima que está com uma forte gripe, prejudicando sua resistência. “Estou satisfeito com o resultado. Ainda tenho alguns problemas com a moto, mas pretendo resolvê-los e evoluir durante a competição”, declarou o piloto.

Assim como na segunda etapa do SBK Series, o TNT SuperBike teve presença maciça do público. Mais de 20 mil pessoas foram prestigiar a terceira etapa do campeonato.

600cc
Na categoria, Marcos Nishimoto conquistou a terceira vitória consecutiva e lidera o campeonato de forma irretocável. O piloto da Motonil foi seguido por Marcello Brasil, que também fez uma boa corrida, e Fernando Ferraz, que teve problemas terminou em último na classificação geral.

Pro Master
Depois de largar das últimas posições do grid, Gustavo Rodrigues conseguiu fazer uma excelente prova e contou com o revés de seus adversários. Paulo Amaral, da equipe TNT Suzuki Maxima, largou na frente, mas na última volta sofreu uma queda. Em segundo, o líder do campeonato Ricardo Gornati terminou a prova entre os 16 primeiros na classificação geral.

Pro AM
Em uma ótima corrida, Ivan Gouvea, da TNT Suzuki Maxima, conseguiu chegar em nono no geral e em primeiro na sua categoria, após largar em 20º. Leymar Sanchez, segundo colocado, também fez uma bela corrida de recuperação. O piloto da Wings Motel largou em 23º e chegou em 14º no geral. Adriano dos Santos, da equipe Gt Brasil, Zé Ricardo e Pedro Gonçalves, da TNT Maxima Dia-Frag Racing, completaram o pódio.

Estreantes
Com uma corrida regular, Ricardo Pelosini foi o melhor entre os estreantes e chegou em oitavo na classificação geral. Logo atrás, em segundo, Mauro Thomasini fez uma boa corrida, largando em 14º e chegando em décimo. Para completar o pódio, Wado Gomes chegou em 12º no geral depois de largar na 24ª posição.

O equipamento do SuperBike Series
A Pirelli é a fornecedora de pneus do SuperBike. Os pneus utilizados são o Diablo SuperCorsa nas motos das categorias de 1.000cc e 600cc SuperSport; o Diablo Corsa III para a 600cc Naked e o MT 75 para as categorias de 250cc.

O Diablo SuperCorsa é o mesmo equipamento utilizado no Campeonato Mundial de SuperBike (WSBK) e traz alta tecnologia desenvolvida a partir da experiência adquirida pela Pirelli nas pistas desta competição, que garante aos pilotos grande dirigibilidade, maior controle, repostas rápidas e segurança. O Diablo SuperCorsa suporta velocidades superiores a 320Km/h e assegura frenagens mais precisas e equilíbrio nas entradas de curva em alta velocidade. Os compostos inovadores proporcionam rápido aquecimento e maior aderência.

Classificação Geral:
1 – Danilo Andric
2 – Alecsandre “Doca”
3 – Bruno Corano
4 – Alan Douglas
5 – Rodrigo “Bene”
6 – Danilo Lewis
7 – Sarim Carlesso
8 – Ricardo Pelosini
9 – Ivan Gouvea
10 – Mauro Thomassini