Pelo projeto de lei, a moto-faixa será obrigatória em municípios com mais de 100 mil habitantes

Anfamoto apoia projeto que prevê faixas de trânsito exclusivas para motos

Pelo projeto de lei, a moto-faixa será obrigatória em municípios com mais de 100 mil habitantes

Pelo projeto de lei, a moto-faixa será obrigatória em municípios com mais de 100 mil habitantes

A Anfamoto (Associação Nacional dos Fabricantes e Atacadistas de Motopeças) apoia o Projeto de Lei 2987/11, em análise na Câmara dos Deputados, que prevê a implementação de faixas de trânsito exclusivas para motocicletas, motonetas e ciclomotores nas cidades com mais de 100 mil habitantes.

Escrita pelo deputado Severino Ninho (PSB-PE), a medida também sugere multa para os condutores que transitarem fora das motofaixas. “O motociclista que anda no meio dos carros corre risco de vida. Acreditamos que, se o projeto for aprovado, os acidentes com motos diminuirão sensivelmente, evitando muitas mortes, assim como cairão também os gastos públicos com o atendimento dos acidentados e os gastos da Previdência”, afirmou o presidente da Anfamoto, Orlando Cesar Leone.

Ele lembra, ainda, que a frota brasileira de veículos de duas rodas já é de 18,8 milhões, um salto de 367% desde 2000, quando havia apenas pouco mais de 4 milhões de motocicletas, motonetas e ciclomotores no Brasil. Em 2010, um estudo do Hospital das Clínicas de São Paulo indicou que 23 motociclistas morriam por dia no Brasil. Pela pesquisa, os acidentados custaram, em média, R$ 35 mil ao SUS cada um. “É claro que a alta de acidentes também acompanha a chegada de mais motos às ruas, portanto é preciso um olhar mais atento dos poderes públicos a essa questão”, completa Leone.