Anhanguera e Bandeirantes têm redução de mortes após lei seca

As estatísticas da AutoBAn já registram após um ano de lei seca a redução de mortes e acidentes no Sistema Anhanguera-Bandeirantes. Comparado ao mesmo anterior (06/2007 a 06/2008) e mesmo considerando um fluxo de tráfego 3% maior, a redução de mortes foi de 20% e a de acidentes de 3%.

Redução Geral – Desde o início da concessão, em maio de 1998, a concessionária vem reduzindo as mortes no Sistema Anhanguera-Bandeirantes: o índice é de quase 78% . São 100 vidas poupadas por ano. Isso graças ao padrão de atendimento, com qualidade e comprometimento.

Em 11 anos, a AutoBAn investiu mais de R$ 3,2 bilhões (atualizado em abril 2009). Foram melhorias realizadas com a aquisição de alta tecnologia operacional, com a conservação e a limpeza contínuas das vias, com atendimento ágil e de qualidade prestado aos usuários e, ainda, com a realização de obras importantes, como a das pontes do Complexo Anhangüera que estão em fase adiantada.

Estatísticas Gerais

350 mil veículos pedagiados/dia = o que equivale a 250 milhões de usuários/ano (População brasileira: 184 milhões)

670 atendimentos SOS Usuário na rodovia /dia = 1 atendimento a cada 2m08”

Redução de 100 mortos/ano (em relação a 1997) = lotação de um jato comercial

281.100 atendimentos/ano do 0800 = 1 atendimento a cada 1m53”

Site da AutoBAn: 4.866.000 acessos /ano = 1 acesso a cada 7 segundos

Somados os registros do 0800, Site, Ouvidoria e SOS Usuário, a cada 6 segundos um usuário é atendido pela AutoBAn.