Aoyama nega vitória a Bautista de forma soberba (GP250)

Aoyama nega vitória a Bautista de forma soberba (GP250)

Aoyama nega vitória a Bautista de forma soberba (GP250)

Foi após um grande duelo de 250cc em Jerez que Hiroshi Aoyama levou a melhor sobre o herói da casa Álvaro Bautista na última curva.

O Grande Prémio bwin.com de Espanha foi palco de brilhante batalha entre quatro pilotos na frente da corrida de 250cc, com Hiroshi Aoyama, da Scot Racing, a acabar por levar a melhor e bater Álvaro Bautista ao cair do pano apesar de todos os intentos do espanhol.

A liderança trocou de posições de forma continua ao longo da corrida, nomeadamente entre Aoyama, Bautista e o Campeão do Mundo da Metis Gilera Marco Simoncelli – com o italiano a perder terreno nas últimas voltas para concluir em terceiro.

Tal como aconteceu na corrida de 125cc, o espanhol que partiu da pole acabou por cair para desgosto do público da casa. Álex Debón (Aeroport Castello-Blusens) foi ao chão a 16 voltas do final quando rodava em sexto.

Aoyama levou a melhor sobre Bautista na última curva, batendo assim o espanhol da Aprilia em casa da mesma forma que este o fez há uma semana ao piloto da Honda em Motegi. Aoyama lidera agora o Campeonato com quatro pontos de vantagem sobre o homem da Mapfre Aspar, Bautista.

Com os quatro primeiros a cruzarem a meta com três segundos de diferença, Simoncelli somou o primeiro pódio do ano terminando à frente do quarto classificado Héctor Barberá (Pepe World Team Aprilia) por apenas 0,063s.

A luta pelo quinto posto também foi muito animada, com Thomas Luthi (Emmi – Caffe Latte) a levar a melhor e a bater Mattia Pasini (Team Toth Aprilia) na linha de meta por meros 0,004s.

Gabor Talmacsi (Balatonring Team), Jules Cluzel (Matteoni Racing), Roberto Locatelli (Metis Gilera) e Raffaele de Rosa (Scot Racing Team) completaram a lista dos dez primeiros.