naaaofoiacidente

APM e OAB iniciam movimento contra o uso abusivo do álcool no trânsito

Fórum com autoridades políticas, da Medicina e do Direito debate, em 13 de abril, a visão do Poder Executivo, os aspectos jurídicos, médicos e sociais desse grave problema de saúde pública

As estatísticas e as reportagens diárias não mentem. Os brasileiros estão, cada vez mais, desrespeitando as leis de trânsito e colocando pessoas em risco: o número de acidentes com veículos conduzidos por motoristas embriagados não para de subir. Quando não morrem em seus próprios carros, causam danos irreparáveis a outras famílias, tirando vidas, mutilando pessoas e destruindo sonhos. Estudo nacional realizado por uma equipe multidisciplinar da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo aponta que cerca de 30% das vítimas envolvidas em acidentes de trânsito foram diagnosticadas com presença de álcool no sangue, comprovando que haviam ingerido bebida alcoólica. Entre as vítimas fatais, 47% estavam embriagadas.

Para discutir este que é um problema de toda a sociedade, a Associação Paulista de Medicina (APM) e a Ordem dos Advogados do Brasil Secção São Paulo (OAB SP) realizarão o Fórum sobre uso abusivo do álcool no trânsito, no dia 13 de abril, na capital – confira a programação abaixo.

O fórum marcará o início de uma mobilização que será estendida a todos os níveis da sociedade com o objetivo de aprofundar a discussão nos aspectos médicos, jurídicos e sociais, considerando que as tragédias no trânsito demandam atitude consistente de todos os públicos.

Não foi acidente
O movimento “Não foi acidente”, idealizado pelo jovem Rafael Baltresca, será uma das pautas do fórum. Depois de perder a mãe a irmã, mortas por um motorista que dirigia embriagado em São Paulo, Rafael deu início à campanha que propõe a alteração nas leis de trânsito, exigindo punição mais rígida para quem dirige alcoolizado. No site www.naofoiacidente.org há uma petição pública que pretende recolher 1,3 milhão de assinaturas.

Preocupação nacional
Em 2011, os Ministérios da Saúde e das Cidades lançaram o Pacto Nacional pela Redução dos Acidentes no Trânsito – Pacto pela Vida, marcando o compromisso do Brasil com o Plano da Década de Ação de Segurança no Trânsito 2011-2020, promovido pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

De acordo com a Associação Brasileira de Medicina do Tráfego (Abramet), o Brasil tem uma taxa de 6,3 acidentes para cada 10 mil veículos registrados. Estudo recente mostrou que 22,9% dos condutores embriagados acreditavam que a bebida não influenciava negativamente sua capacidade de dirigir, sobretudo quando adotavam medidas como tomar café e dirigir com mais cautela.

Serviço
Fórum sobre uso abusivo do álcool no trânsito
13 de abril de 2012, das 8 às 18hs
Local: Associação Paulista de Medicina
Av. Brig. Luís Antonio, 278, 9º andar, Bela Vista, São Paulo/SP
Informações e inscrições: www.apm.org.br/forumtransito  ou  (11) 3188.4270

PROGRAMAÇÃO PRELIMINAR
8h00 – RECEPÇÃO
8h30 – ABERTURA
9h00 – A VISÃO DO PODER EXECUTIVO
Conferência do Ministério  da Justiça – Paulina Duarte – Secretária Nacional de Políticas sobre Drogas
Coordenador: Florisval Meinão – Presidente da APM
Secretário: Roberto Lotfi Jr. – 1º Vice-presidente da APM

ASPECTOS JURÍDICOS E LEGISLATIVOS
Eduardo Almeida Prado Rocha de Siqueira – Desembargador, Coordenador da Área de Saúde do Tribunal de Justiça de São Paulo
Marcos da Costa – Vice-Presidente da OAB-SP

11h30 – A VISÃO DA SECRETARIA DE SAÚDE DO ESTADO DE SP
Conferência do Secretário de Saúde do Estado de São Paulo – Giovanni Guido Cerri
Coordenador: Renato Françoso Filho – Diretor de Comunicação da APM
Secretário: Paulo Cezar Mariani – Secretário-geral da APM

ASPECTOS MÉDICOS
Mauro Augusto Ribeiro – Presidente da ABRAMET – Associação Brasileira de Medicina de Tráfego
Ronaldo Laranjeira – Médico Psiquiatra da UNIAD/UNIFESP
Ana Cecília Petta Marques – Presidente do Comitê Multidisciplinar de Estudos sobre Dependência do Álcool e outras Drogas da APM

13h – Intervalo
14h00 – A VISÃO DA SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA DE SP
Conferência da Secretaria de Segurança Pública do Estado de SP – Marcos Carneiro Lima
Coordenador: Mauricio Januzzi – Presidente da Comissão de Estudos sobre o Sistema Viário da OAB-SP
Secretário: Jorge Carlos Machado Curi – Vice-presidente da Associação Médica Brasileira

ASPECTOS SOCIAIS
Rafael Baltresca – Campanha ”Não foi Acidente”
Rita de Cássia Ferreira da Cunha – Representante do DENATRAN – Departamento Nacional de Trânsito
Renato Azevedo Jr. – Presidente do CREMESP
Florisval Meinão – Presidente da APM