Arena Cross 2006 – Tudo pronto para a sétima etapa da competição

A cidade de Botucatu j  conta os dias para receber a 7¦ etapa da temporada 2006 do Arena Cross.

Depois de provas em Rio das Ostras (RJ), Bertioga (SP), Monte Alto (SP), SÆo Manuel (SP), SÆo SebastiÆo (SP) e SÆo Jos‚ (SC) ‚ a vez dos botucatuenses poderem acompanhar de perto as emo‡äes da mais importante categoria do motociclismo nacional. A prova, que vai ser realizada neste domingo, dia 24, vai ter transmissÆo pela Rede TV (dia 1§ de outubro, ao meio dia) e ESPN (dia 26 de setembro, …s 00h30), levando as imagens da cidade para todo o pa¡s.
O “circo” do Arena Cross j  est  praticamente montando, faltando apenas alguns detalhes referentes a parte visual do evento. Se a expectativa dos pilotos ‚ grande, a da organiza‡Æo ‚ maior ainda, at‚ porque a etapa vai acontecer na cidade sede da empresa Carlinhos Romagnolli Promo‡äes e Eventos, organizadora da competi‡Æo.

A montagem da pista na Rodovia GastÆo Dal Farra (pr¢ximo … antiga Cesp) exigiu mais de 20 dias de trabalho ininterruptos. Perto de 400 caminhäes de terra foram utilizados. A pista ‚ bem equilibrada, sÆo cerca de 450 metros com v rios saltos, o que vai garantir um belo espet culo para o p£blico. “SÆo trˆs saltos grandes, duas sessäes de costelas, dois top table e um salto triplo no miolo da pista que vai exigir muita t‚cnica dos pilotos”, explica Leandro Romagnolli, um dos respons veis pela organiza‡Æo. A pista do Arena Cross varia de etapa para etapa, buscando atender todos os gostos de pilotagem.

Mais de 500 pessoas estÆo diretamente ligadas ao evento. S¢ na organiza‡Æo, sÆo 80 pessoas trabalhando do dia da prova. Outras 30 pertencem a equipe de TV, que vai atuar com duas unidades m¢veis digitais. Entre pilotos e integrantes das equipes, vÆo desembarcar em Botucatu aproximadamente 380 pessoas. A estrutura do Arena conta ainda com camarotes,  rea vip, pra‡a de alimenta‡Æo, portais de entrada, arcos de chegada e largada, caminhÆo podium, infl veis e stands dos patrocinadores,  rea de boxes, tenda de aut¢grafos e central de informa‡äes. Tamb‚m serÆo montados a secretaria, a sala de imprensa, cabine de som e locu‡Æo e a cronometragem computadorizada, uma das mais avan‡adas e seguras do motociclismo nacional.
Uma arquibancada com 6 mil lugares foi colocada a disposi‡Æo do p£blico, que deve se apressar para trocar os ingressos antecipadamente por um quilo de alimento nÆo perec¡vel (01 lata de ¢leo, 01kg de arroz ou 01kg de feijÆo) na concession ria Honda Giramoto. Os alimentos arrecadados serÆo destinados a entidades assistenciais.
Categorias – As provas sÆo disputadas em quatro categorias: 50cc, para pilotos com idade entre 5 e 9 anos; 65cc, para competidores de 8 a 13 anos; MX2, para motos de 125cc a 250cc (4 tempos) e; MX1, onde competem as grandes feras e as grandes m quinas, motos de 250cc a 450cc. Os treinos livres e cronometrados de todas as categorias (MX1, MX2, 65cc e 50cc) estÆo marcados para come‡as …s 9h. Os pilotos que fizerem os melhores tempos terÆo direito a escolher primeiro o lugar no “gate” de largada e levam um ponto extra de bonifica‡Æo. As baterias serÆo realizadas a partir das 14 horas. Nas categorias MX1 e MX2 serÆo duas baterias de 10 minutos cada com mais uma volta. O piloto que somar mais pontos ser  o vencedor da etapa. Na 65cc e 50cc os pilotos vÆo disputar apenas uma bateria.

Hist¢ria – A competi‡Æo surgiu nos Estados Unidos em meados da d‚cada de 80, aproveitando espa‡os considerados pequenos para a pr tica do Motocross e Supercross. Em 1998, foi importada pela Carlinhos Romagnolli Promo‡äes e Eventos, que organizou a primeira edi‡Æo do Arena Cross em 1999. Desde entÆo, a modalidade vem crescendo a cada ano e chamando a aten‡Æo das redes de televisÆo. O maior vencedor da categoria ‚ Eduardo Sa‡aki, o Japonˆs Voador. Ele tem cinco t¡tulos. O piloto, que sofreu um grave acidente no ano passado e est  em fase de recupera‡Æo, estar  em Botucatu. Uma bela homenagem est  sendo preparada pela organiza‡Æo.