Paulo Alberto é campeão antecipado da MX2 do Arena Cross 2013

Arena Cross 2013: Paulo Alberto é campeão antecipado

De forma emocionante, o português Paulo Alberto conquistou antecipadamente o título da categoria MX2 do Arena Cross 2013. Para conseguir a vitória da quarta e penúltima etapa da competição, no último sábado (5), no Centro Educacional de Trânsito Honda (CETH), em Recife (PE), o piloto da Equipe Honda Mobil de Motocross mostrou porque é o destaque do campeonato com 100% de aproveitamento.

Largada da MX2 na etapa recifense do Arena Cross

Largada da MX2 na etapa recifense do Arena Cross

Mesmo com dores nas costelas devido a um acidente doméstico, Paulo deu um show de pilotagem na casa da Honda no Nordeste. O português começou a corrida nas últimas posições e ultrapassou os adversários volta a volta até receber a bandeira quadriculada na primeira posição. “Estou muito feliz por essa conquista. Queria muito vencer aqui. Apesar da prova difícil, consegui imprimir um bom ritmo e levar meu primeiro título de um campeonato no Brasil. Agradeço o trabalho de toda a equipe, que tem grande participação nos meus resultados de todo este ano”, ressalta Paulo, que chegou aos 80 pontos.

A festa da Honda em Recife foi ainda mais completa com a dupla vitória na MX Pró do também português Joaquim Rodrigues. Além de vencer pela primeira vez no Arena Cross, o piloto assumiu a liderança da categoria, com 136 pontos, e vai para a última etapa com grandes chances de título. “Foi uma noite para Portugal. Consegui ganhar as duas corridas e estou satisfeito com o resultado, fruto de um grande trabalho. Agora é dar sequência aos treinos e focar na decisão para tentar levar mais uma conquista para a Honda e para meu país”, diz Joaquim.

MX Pró

Na primeira bateria da principal categoria, holeshot para o português Joaquim Rodrigues, que acelerou forte para se manter na frente. Bom começo de prova também para o goiano Wellington Garcia que saiu em terceiro. Joaquim chegou a perder a liderança, porém retomou a ponta até conquistar sua primeira vitória no Arena Cross. O satélite Adam Chatfield, da Vulcano Ipiranga IMS, travou duelo intenso com o espanhol Carlos Campano pela segunda colocação. Dessa vez, não deu para o inglês que ficou com o quarto lugar. Wellington terminou em quinto.

Já na segunda bateria, quem saiu na frente foi Wellington Garcia, com Joaquim Rodrigues em segundo. Na 11ª volta, Joaquim ultrapassou o companheiro de equipe e assumiu a liderança para garantir mais uma vitória. Wellington foi o quarto e Adam Chatfield, o sexto.

MX2

Paulo Alberto é campeão antecipado da MX2 do Arena Cross 2013

Paulo Alberto é campeão antecipado da MX2 do Arena Cross 2013

O holeshot foi de Thales Vilardi, que não segurou a liderança. Sem boa largada, Paulo Alberto teve que fazer corrida de recuperação. Quase no meio da prova, Thales se enroscou com Hector Assunção e Paulo perdeu tempo ao desviar da confusão, o que fez com que o português intensificasse ainda mais a sua corrida. A dois minutos do final, Paulo encostou nos ponteiros, pressionou até assumir a ponta da bateria na penúltima volta. Daí só foi completar a última volta para vencer de forma emocionante e levar o título da categoria. Thales terminou em sexto.

Júnior

O satélite Honda Leonardo Souza, LS Racing, fez prova de regularidade e completou a bateria na terceira posição, mesmo lugar que ocupa na classificação geral, com 47 pontos. A vitória em Recife ficou com o americano Ramyller Alves. Com isso, a decisão da categoria ficou para a última etapa.

65cc

Ótima largada de Japinha, que assumiu a ponta. Ainda na primeira volta, Leonardo Nunes cometeu um erro e perdeu posições. Enquanto isso, o pernambucano Joseildo Ferreira surpreendia e era o segundo. Na tentativa de encostar nos ponteiros, Nunes voltou a errar. Apesar disso, diminuiu o “prejuízo” na prova e terminou em quarto. Já Japinha teve que acelerar o ritmo na metade da prova, pois Joseildo tentava uma maneira de ultrapassá-lo. Porém, o ímpeto do piloto de Pernambuco durou algumas voltas. Com o caminho livre, Japinha conquistou a vitória, seguido do rival. “Foi uma boa corrida. Consegui vencê-la. Agora é ver em qual posição posso chegar na próxima bateria para ser campeão”, comenta Japinha, com 71 pontos, seis a mais que Nunes.

50cc

Gabriel Andrigo não tomou conhecimento dos rivais e pulou para a ponta logo após a largada. Diogo Nascimento até tentou incomodá-lo, porém o gaúcho manteve a calma, conseguiu boa vantagem e venceu. Diogo, em segundo, e Rodrigo Bicalho, em terceiro, completaram o pódio. “O campeonato está bem disputado. Vou tentar na última etapa ganhar e ser campeão. Obrigado a minha família pelo apoio e a todos que torcem por mim”, coloca o vencedor, que assumiu a liderança com 74 pontos, mesmo número de Diogo. Devido ao critério de desempate – vitória na última etapa realizada – o gaúcho lidera.

A decisão do Arena Cross 2013 será no dia 23 de novembro. O local será confirmado em breve.