!cid_image001_jpg@01CD8C3E

As agruras do campeão

O Dudu Costa Neto, andando no pelotão intermediário das corridas da Moto1000 GP e do Mobil Pirelli Superbike, campeonatos que na temporada 2011 visitou com frequência o pódio, e nos quais foi campeão e vice respectivamente.

Faca na boca, à frente da Mobil Rush Racing Team, uma das mais estruturadas equipes nacionais,  no entantocomeçou a temporada deste ano correndo meio quadrado,  após uma cirurgia renal que o castigou na primeiras etapas. Mas largou em Santa Cruz do Sul sem dores, enrolando o cabo para voltar à frente do pelotão. E se meteu num salceiro no meio daquele vietnã que é uma largada com as motos mais poderosas do mundo, indo ao chão a 170 Km/h, e sem saber porque.

Aconteceu segundos depois da largada, quando já havia passado diversos pilotos e começou a frear para contornar a primeira curva à esquerda.  Foi atingido na traseira pelo  amigo Matheus Piva, numa BMW S1000RR da equipe Team BMW Brasil. Com a colisão os dois foram arremessados por cima das motos. A prova foi paralisada com bandeira vermelha para relargada, em virtude dos danos ocorridos em ambas motocicletas e suas peças espalhadas na pista. Não deu para voltar, nem ele nem o amigo, pelo estrago nas motos.

É nesse momento que a “sorte” recebe ajuda dos equipamentos de segurança, disse Dudú. Ele não sofreu um arranhão sequer, protegido pelos equipamentos obrigatórios de segurança, botas, luvas e macacão, da marca Alpinestars, co-patrocinadora da equipe, como ele  fez questão de frisar. Literalmente, disse,  a “pele” protetora, junto com o protetor cervical de coluna, da mesma marca. E  mais ainda o capacete Arai, marca também co-patrocinadora. Dudú lembra que “mergulhou” de cabeça no asfalto e ainda foi batendo a cabeça até parar. Esse Arai, disse Dudú, com certeza vai para estante dos troféus.

Ao voltar ao box , lamentou, “é uma pena, fiz uma largada incrível e em fração de segundos estava voando de cabeça no chão…” A queda lhe tirou do vice campeonato na categoria Superbike Estreantes, que larga junto com a principal mas tem pontuação separada para pilotos que estão no primeiro ano correndo de 1000 cilindradas.

A equipe Mobil Rush Racing Team, com Dudú e os demais pilotos, leva de novo para o grid de largada os seus outros co-patrocinadores, Ituran (novo), Soul Moto, Trends Motos (que fornece a Honda CBR 1000 RR), no mesmo autódromo de Santa Cruz do Sul, no dia 23 de setembro, só que disputando o  outro campeonato, o Moto 1000GP, no qual foi campeão no ano passado.