As mudanças vão além da largada no Paris-Dakar 2005

Apesar de estarmos h  7 meses da largada, informa‡äes sobre a 27a edi‡Æo do Paris-Dakar foram anunciadas pela ASO, organizadores do lend rio rali; e elas vÆo al‚m da mudan‡a do local de largada.

Depois do sucesso obtido no ano passado, a rota ser  mais ou menos a mesma. Em outras palavras, pode esperar por outra prova dura. Em 2005 a largada ser  em Barcelona na Espanha, e nÆo na Fran‡a.

Um total de 150 mil euros serÆo oferecidos pela organiza‡Æo, como prˆmio aos competidores profissionais. E para os amadores, serÆo destinados 76.250 euros.

Em termos de regulamento, tamb‚m foram anunciadas algumas mudan‡as importantes:
— Os quadriciclos agora terÆo sua pr¢pria categoria, e serÆo divididos em duas classes: at‚ 250cc e acima de 250cc
— Sidecars competirÆo numa categoria experimental
— HaverÆo menos est gios em que ser  permitido o uso do GPS, portanto, navegar ‚ mais do que preciso
— Os amadores terÆo acesso a pontos extras de localiza‡Æo por GPS, mas serÆo penalizados por isso.

Mas uma das mudan‡as mais importantes, ‚ que motos com motor Twin, nÆo poderÆo ter mais que 450cc! Portanto, fim de carreira para as grandes KTM 950 twin.

Quanto aos custos de participa‡Æo, eles nÆo abaixaram, ali s, continuam bem altos.
— Taxa de entrada = 2.700 euros
— Taxa de inscri‡Æo = 9.500 euros (isso para quem se inscrever at‚ 30/07, depois disso passa para 11.700 euros)
— Se vocˆ tiver um carro de apoio (e com certeza vocˆ vai precisar de um), custar  entre 1.700 e 4.000 euros, dependendo do tipo de ve¡culo.

E ainda precisar  pagar pela sua moto, transporte (seu e da moto), hot‚is, vistos, e outras coisas mais. Pode contar que gastar  por volta de 75.000 euros para competir no evento.

Agora, ficar perdido no deserto, passar frio, sede, fome, correr o risco de passar por cima de uma mina terrestre, ou ser assaltado por um bando de tuaregs… isso nÆo tem pre‡o!