Campanha da Assohonda: sensibilizção nacional

Assohonda inicia campanha para humanizar o trânsito

Campanha da Assohonda: sensibilizção nacional

Campanha da Assohonda: sensibilizção nacional

Humanizar o trânsito. Esta é a proposta da campanha “Eu curto Motocicleta. Eu levo vida no meu capacete”, lançada em julho em comemoração ao mês do Motociclista pela Assohonda – Associação Brasileira de Distribuidores Honda.

De acordo com Everson Schievano, diretor regional São Paulo Interior e também coordenador da Comissão de Trabalho que trata de assuntos referentes à Harmonia no Trânsito da Assohonda, um dos grandes desafios da campanha é evidenciar que uma pessoa está no trânsito e não um veículo. Por isso o slogan: “Levo vida no meu capacete.”, considerando ainda que deve haver respeito e harmonia entre todos os participantes do trânsito: motociclista, motorista, ciclista e pedestre.

A Assohonda conta com apoio de mais de 700 concessionárias e 1.000 pontos de vendas espalhados pelo Brasil. Muitas concessionárias Honda realizam trabalhos de educação no trânsito em caráter voluntário. Porém, uma das metas da campanha é disseminar essas ações e eventos, a fim de ampliar as participações e, consequentemente, expandir a quantidade de motociclistas bem informados e treinados para pilotar com consciência e respeito no trânsito.

Pensando em sensibilizar também o público que não usa veículos motorizados, a campanha pretende chegar às universidades e escolas de primeiro e segundo graus. As práticas seguras servem como estímulos para esse público olhar o trânsito de forma mais atenciosa.

“Graças à capilaridade da nossa rede, somos capazes de atingir praticamente 100% do território nacional, além de reconhecer as reais necessidades de cada região”, esclarece Schievano. Por isso, é intenção da Assohonda fazer a ação chegar aos órgãos públicos, envolvendo-os por meio de parcerias. É importante a participação, especialmente de prefeituras, no sentido de ceder espaços públicos, para realização de práticas de pilotagem não só aos novos motociclistas, mas também para reciclar os atuais instrutores de motoescola, que é um dos objetivos da ação.

O ponto alto da campanha está reservado para o dia 27 de julho, data para qual foi estimulada a doação de sangue em todo Brasil. A ação “Quem curte motocicleta compartilha a vida doando sangue” pretende resgatar a imagem do motociclista como cidadão e atrair um grande número de doadores para os hemocentros de todo País.