Selo IQA 15 Anos_Finalizado RGB

Autopeça certificada é mais qualidade no comércio e consumo *

Em julho de 2014 ocorre a final da Copa do Mundo no Brasil. Para o “aftermarket” brasileiro a data é muito importante porque marca o início da comercialização obrigatória de componentes automotivos certificados pelo Inmetro, instituídos pela Portaria Inmetro nº 301 de 21/07/2011.

A partir desta data, nenhum amortecedor de suspensão, bombas elétricas de combustível para motores do ciclo Otto, buzinas ou equipamentos similares utilizados em veículos rodoviários automotores, pistões de liga leve de alumínio, pinos e anéis de trava (retenção), anéis de pistão, bronzinas e lâmpadas para veículos automotivos podem ser vendidos se não forem certificados.

A portaria obrigará os fabricantes e importadores destes componentes a iniciar o processo de certificação em janeiro do ano que vem, para que em junho, todas as peças distribuídas sejam certificadas. Os meses de carência (junho 2013 a julho 2014) são para adequação dos estoques do varejo.

Assim, a partir do ano que vem, o consumidor de autopeças deve começar a prestar atenção e dar preferência para as marcas que já possuírem a certificação, pois se trata de garantia a mais de qualidade e segurança para o lojista. A certificação é um instrumento de utilidade pública, pois beneficia o consumidor e a sociedade como um todo.

Os varejos e as oficinas reparadoras mais atentos passarão a oferecer o produto certificado aos clientes sem que eles peçam. Esta é uma excelente oportunidade de marketing para a empresa, pois ao ligar o produto certificado, com selo do Inmetro, ao serviço, automaticamente a mensagem que passa é de qualidade.

É possível, inclusive, informar os clientes por meio de propaganda paga nos jornais de bairro ou ainda em folders, distribuídos nas casas e no comércio local, que o seu estabelecimento já trabalha com produtos certificados.

Estes informativos podem conter explicações sobre a importância do uso de peças de qualidade, e que é exatamente isso que a certificação oferece. Esta é, inclusive, uma oportunidade para expor a certificação de serviços que a empresa oferece, seja loja de autopeças ou oficina mecânica ou funilaria e pintura.

Há ainda outras formas de explorar o assunto, com objetivo de fidelizar os clientes já existentes e também conquistar novos consumidores, pois no processo de certificação e auditoria, parte das exigências é relacionada ao meio ambiente. Entre os componentes de certificação obrigatória para 2014 estão anéis, pistões e bronzinas, que foram incluídos justamente por interferirem diretamente no controle de emissões de gases poluentes.

Com base nestes componentes, uma sugestão é explicar ao cliente a evolução da empresa como um todo na questão ambiental, que no caso de oficinas mecânicas, além da preocupação com a qualidade do produto, apresenta todas as etapas de descarte ecologicamente correto dos componentes substituídos.

Este é, inclusive, um requisito de vistoria obrigatório para as empresas já certificadas, que são conferidas em todas as auditorias semestrais. Assim, se a sua empresa já é certificada, prepare-se para aproveitar mais esta oportunidade de se destacar entre a concorrência. Se ainda não é, pense nisso, pois ainda dá tempo para buscar a certificação e, assim oferecer ao seu cliente um pacote completo de produto e serviço com qualidade assegurada.
*José Palacio é coordenador de Serviços Automotivos do IQA – Instituto da Qualidade Automotiva