Segundo Balbi, a oportunidade do encontro foi muito proveitosa

Balbi Jr. ensina seus segredos a Eric Granado

Segundo Balbi, a oportunidade do encontro foi muito proveitosa

Segundo Balbi, a oportunidade do encontro foi muito proveitosa

Balbi se encontrou com a jovem revelação da motovelocidade brasileira, Eric Granado, de apenas 15 anos, para uma troca de experiências. Na parte da manhã, os pilotos se dirigiram até a pista do Kalango Cego, situada na cidade de Itupeva, interior paulista. Lá, o maior nome do motocross brasileiro deu uma clínica para Granado e lhe ensinou alguns segredos do motocross.
 
Em comum, os dois começaram muito cedo na profissão. Balbi iniciou sua carreira aos cinco anos de idade, quando ganhou sua primeira moto e não parou mais. Hoje, o dono da Balbishop acumula mais de 20 anos de títulos e vitórias no motocross brasileiro e feitos históricos no mundial. Ele deu conselhos e passou dicas para Granado, que, atualmente, disputa o Campeonato Espanhol de Motovelocidade (CEV-Buckler), um dos mais difíceis do mundo, no qual  ele é o sexto colocado e está apenas a dois pontos do quarto.
 
Para Balbi, Eric mostrou que tem talento para as duas rodas, pois assimilou muito bem os conselhos na pista “ele aprendeu rápido e mostrou um desenvolvimento grande. Evoluiu bastante e mostrou que realmente tem dom para pilotar motocicletas, independente da modalidade”.
 
Na parte da tarde, foi a vez de Balbi se aventurar em uma pista diferente. O piloto, acostumado com a poeira e lama dos circuitos de motocross, treinou numa Kawasaki ZX6, da equipe Mobil Rush Team e, acompanhado de Eric Grando, fez sua estreia na famosa pista de Interlagos.
 
“O Balbi andou muito bem, foi rápido e mostrou que gosta de velocidade. Acelerou bem e surpreendeu a todos” disse Eric Granado.
 
Segundo Balbi, a oportunidade do encontro foi muito proveitosa. “Não conhecia o Eric Granado pessoalmente. Sei do seu talento, é um garoto que está representando bem o nome do Brasil. Passei algumas dicas e espero que o ajude a brilhar ainda mais no motociclismo”. disse.