Bandeirantes promove oficina e revoada de pipas em Poá

Buscando conscientizar as crian‡as sobre os cuidados com a rede el‚trica, principalmente na hora de empinar pipas, a Bandeirante Energia desenvolve, desde 2001, a campanha “Pipas com Seguran‡a”.

No pr¢ximo dia 23 de fevereiro a Bandeirante realizar  o evento na Pra‡a de Eventos, no Centro de Po , …s 10h, e a entrada ‚ franca.

Durante a atividade, os participantes receberÆo o material necess rio para a confec‡Æo das pipas e contarÆo com a ajuda de monitores, prontos para ensinar novas t‚cnicas e dar dicas sobre como e onde empin -las. Ap¢s a confec‡Æo, todos serÆo convidados a colocar as pipas no ar e participar de uma revoada conjunta.

SERVI€O: OFICINA E REVOADA DE PIPAS EM POµ
Data: 23/2/2008. Hor rio: 10h
Endere‡o: Avenida Antonio Massa, 150 – Pra‡a de Eventos -Centro – Po 

UTILIDADE PéBLICA: Por que empinar pipas longe da rede el‚trica?
O perigo come‡a quando materiais condutores de energia sÆo utilizados na constru‡Æo das pipas ou quando estas sÆo empinadas pr¢ximo … rede el‚trica. Em 2007, a Bandeirante contabilizou mais de quatro mil ocorrˆncias envolvendo pipas nos fios da rede el‚trica, metade delas s¢ nos meses de f‚rias.

Os danos sÆo provocados pelo rompimento de fios e pelo desligamento autom tico dos circuitos (que possuem dispositivo de seguran‡a contra interven‡Æo de objetos na rede).

Um simples “lan‡a-gato” (pedra presa a uma linha) ou qualquer outro objeto condutor de energia pode ser fatal durante o resgate de uma pipa. Um acidente el‚trico pode deixar seqelas como queimaduras (de primeiro, segundo ou terceiro grau), amputa‡Æo de membros e at‚ causar a morte.

O uso de cerol (p¢ de vidro com cola) oferece mais um risco: ele corta a camada de borracha que reveste os fios de alum¡nio ou de cobre, criando a situa‡Æo de transferˆncia de corrente el‚trica. Invadir Esta‡äes Transformadoras de Distribui‡Æo (ETDs) para recuperar pipas e usar finos fios met licos para empinar os papagaios sÆo outras atitudes que devem ser coibidas pelos respons veis.