Bimota chega ao Brasil

Bimota chega ao Brasil

Bimota chega ao Brasil

“Fatto a mano” – Bimota desembarca no Brasil com quatro modelos de suas exclusivas e artesanais motocicletas. Objetivo ‚ comercializar 24 unidades at‚ o final do ano e abrir revendas nas principais capitais do Pa¡s

Boa not¡cia para os aficionados por motos italianas. Motivada por um mercado em pleno crescimento, a tradicional f brica Bimota est  de malas prontas para desembarcar no Brasil, ou melhor, j  desembarcou. A opera‡Æo est  a cargo da Perfect Motors, dos empres rios Marcos Caruso e Carlos Ludman, que informaram a chegada de quatro modelos ao mercado brasileiro, entre os quais a DB5, DB6, DB7 e a rec‚m-lan‡ada Tesi 3D.

Segundo os representantes da importadora, os modelos terÆo pre‡o a partir de R$ 90 mil com previsÆo de vendas bastante otimista at‚ o final do ano. “Nosso foco ‚ atingir um p£blico bastante espec¡fico. Com isso acreditamos vender algo em torno de 24 unidades at‚ o final deste ano”, informa Caruso. “A id‚ia ‚ caminhar passo a passo nesse primeiro momento, at‚ para podermos sentir o mercado”, completa Ludman.
A inten‡Æo da Perfect Motors ‚ contar com revendas nas principais regiäes do Pa¡s. “Nossa id‚ia ‚ come‡ar por SÆo Paulo e expandir para o Brasil inteiro. J  iniciamos o estudo para a implanta‡Æo de pontos de venda Bimota tamb‚m no interior paulista e algumas das principais capitais j  nos pr¢ximos anos”, diz Ludman.

Bimota chega ao BrasilEm um mercado que movimenta mais de 1,5 milhÆo de motocicletas, pode parecer pouco a previsÆo dada pelo importador em comercializar as 24 unidades at‚ o final deste ano, no entanto, mero engano. Para comprovar, os empres rios apresentam dados de mercado da marca na Europa. “At‚ mesmo na It lia, terra de origem da montadora, a Bimota ‚ tida como uma das mais exclusivas existentes. Basta dizer que a produ‡Æo anual por l  ‚ limitada a cerca de 600 unidades. Ou seja, a fabrica‡Æo ‚ artesanal para o mundo inteiro, sÆo verdadeiras obras-de-arte da engenharia”, completa Ludman.

Se algu‚m ainda d£vida que a marca veio para ficar, ‚ melhor mudar de opiniÆo. Prova disso ‚ o investimento agressivo que est  sendo realizado na capacita‡Æo t‚cnica de seu pessoal. Nas pr¢ximas semanas uma equipe da Bimota Brasil viajar  para a It lia onde ter  aulas di rias de mecƒnica na sede da empresa, na cidade italiana de Rimini. Por l  irÆo aprender em detalhes todo o funcionamento dos componentes das motos que serÆo importadas para o Brasil. O objetivo ‚ um s¢: oferecer qualidade na assistˆncia t‚cnica para os clientes brasileiros. “At‚ mesmo o ferramental foi importado e ser  espec¡fico para ser usado nos modelos da Bimota”, comenta Ludman.

Tradi‡Æo com exclusividade – Nascida no in¡cio dos anos 70 pelas mÆos de Signor Bianchi, Giuseppe Mori e Massimo Tamburini, trˆs italianos apaixonados por motocicletas, a Bimota ‚ hoje um dos ¡cones do motociclismo mundial, apesar de sua pouca idade. O nome Bimota, inclusive, surgiu em razÆo dos sobrenomes dos trˆs s¢cios.

O primeiro modelo da montadora foi a Honda-Bimota HB1, fabricada artesanalmente em 1973, que utilizava o mesmo motor das antigas CB 750. Apesar do sucesso do modelo, a marca ganhou reconhecimento apenas a partir de 1975, quando o piloto Johnny Cecotto venceu o Campeonato Mundial de 350cc com uma Bimota-Yamaha. Em 1976, a f brica italiana voltou a vencer os mundiais de 250 e 350 cc com motores Harley-Davidson e consolidou de vez seu nome no mercado mundial.

Atualmente ‚ tida por fabricar modelos £nicos para clientes exclusivos. Os donos de modelos Bimota costumam dizer que no mercado mundial a marca est  para as motos assim como a Ferrari est  para os carros. NÆo por menos. At‚ mesmo na Europa andar com um modelo da f brica de Rimini ‚ algo para poucos e “sortudos” endinheirados. A concorrˆncia dos modelos premium no Brasil que se cuide.