Há um século que a Bosch lançou o primeiro alternador

Bosch comemora 100 anos do primeiro alternador

Um século se passou desde que a Bosch apresentou ao mundo o primeiro alternador. Apesar de inicialmente ter sido concebido como fonte de energia para os faróis, o sistema serviu de base para eletrificação de outros itens do automóvel, como a partida elétrica, introduzida pela Bosch em 1914, e a primeira unidade elétrica para o sistema limpador de para-brisa, lançado pela Bosch em 1926.

Hoje os alternadores fornecem toda a energia que um carro ou motocicleta precisa, alimentando uma infinidade de sistemas elétricos que tornam os veículos mais limpos e eficientes, melhorando também a segurança e conforto. Os alternadores estão ficando cada vez menores, mais robustos e mais potentes. Enquanto os primeiros alternadores forneciam apenas 4 ampères, e a nova geração variam de 70 até 250 ampères.

Linha do tempo – evolução dos alternadores

1913: Bosch lança o primeiro alternador com regulador de voltagem, como parte do sistema de iluminação automotiva. Este alternador, inicialmente, tinha apenas uma função: fornecer energia para a bateria, que por sua vez garantia a operação confiável dos primeiros faróis elétricos.

1933: Motor de Partida e Alternador para carros pequenos e motos – Já na década de 1930 a Bosch uniu esforços para reduzir o tamanho dos componentes automotivos. Neste cenário, desenvolveu um motor que combinava as funções de motor de partida e de um alternador em uma única unidade elétrica. Além de iniciar o motor, a tecnologia também gera corrente elétrica enquanto o motor está em funcionamento.

Há um século que a Bosch lançou o primeiro alternador

Há um século que a Bosch lançou o primeiro alternador

1959: alternador trifásico para ônibus – O desenvolvimento desse alternador foi uma marco significativo da tecnologia que, mesmo em marcha lenta, consegue gerar energia suficiente para os sistemas elétricos. Isso trouxe ganhos significativos para o mercado automotivo, especialmente para ônibus urbanos devido as paradas constantes e o alto consumo de energia.

1989: alternadores compactos para veículos leves – As principais características da série compacta desses alternadores incluíam mais corrente, com redução de ruído e a capacidade de adaptar-se ao aumento de cargas no sistema elétrico do veículo. Esta série também introduziu o princípio do projeto de resfriamento interno.

2008: nova linha de alternadores NBL (New Base Line) para carros pequenos que normalmente consomem menos energia elétrica – Disponível em três tamanhos diferentes e com eficiência de até 66%, ajuda a reduzir o consumo e e as emissões de CO2.

2009: série HD para veículos comerciais – Lançamento de alternadores com conceito e design que permitem a adequação às múltiplas exigências dos veículos comerciais, além de oferecerem melhor resistência ao calor e maior vida útil. Essa série permite que as fabricantes escolham o alternador que melhor atende o projeto em desenvolvimento.

2011: alternadores eficientes mesmo em situações de trânsito intenso – As características especiais da nova linha de alternadores levam em consideração o trânsito das grandes cidades. Os novos alternadores geram cerca de 10% mais energia para abastecer o sistema elétrico automotivo, mesmo quando o veículo está em marcha lenta. Como a bateria é carregada mais rapidamente, com os novos alternadores aumenta a disponibilidade de uso do sistema Start-Stop, garantindo energia suficiente para reiniciar o motor sempre que for demandado.