Rigor Rico no Brasileiro de Enduro FIM 2013

Brasileiro de Enduro FIM começa em alto nível a disputa

“O Campeonato Brasileiro de Enduro FIM começou da melhor maneira possível. A prova foi fantástica”, ressalta o diretor da modalidade da Confederação Brasileira de Motociclismo – CBM, Maurício Paiva Brandão.

Rômulo Bottrel leva a melhor na abertura do Brasileiro de Enduro FIM

Rômulo Bottrel leva a melhor na abertura do Brasileiro de Enduro FIM

A competição foi realizada nesse fim de semana, na Usina hidrelétrica de Mascarenhas de Moraes, localizada na Serra da Canastra, a 20 quilômetros de Ibiraci (MG). A chuva elevou ainda mais o nível da prova que aliada as condições ímpares para o Off Road, (relevo acidentado) fez com que o Campeonato Brasileiro começasse com uma prova diferenciada. “Os deslocamentos tranquilos e as especiais muito bem feitas, um CT, na Igrejinha onde a população local acompanhou de perto os pilotos, um XT, na Lage (extreme teste) muito técnico, dois ET’s (enduro teste) completaram o desafio, a subida do Jeperio com a chuva foi o paraíso e o pesadelo de muitos pilotos, e a trilha das antenas bem rápida”, explica Maurício.

As disputas foram acirradíssimas, com dois novos nomes vencendo cada uma das etapas no geral, Rigor Rico no sábado (6) e Michel Cechet, no domingo (7). Em todas as categorias as disputas foram intensas.

Na E1, Rômulo Bottrel, foi o campeão. Jean Pierre Buttazzi Junior, levou a melhor na Over 45. Na Nacional, Fagner Geraldo Candido garantiu a primeira colocação. Darso Salesio Loch garantiu a liderança na Estreantes. Quem também chamou a atenção foi Sandro Hoffmann. O piloto que é uma novidade no Enduro FIM fez uma boa prova e chegou à frente na categoria E3A-Over 35, surpreendendo os demais competidores. Hoffmann estreia no Enduro FIM, após várias conquistas no Enduro Regularidade.

Durante a competição foi feita uma manifestação de apoio ao piloto Felipe Zanol, oito vezes campeão brasileiro. Os pilotos mandaram mensagens de apoio a ele e usaram um adesivo “Vai Zanol”.

As 3ª e 4ª Etapas do Brasileiro de Enduro FIM serão realizadas em Biguaçu, Santa Catarina, nos dias 25 e 26 de maio.

Fonte: Comunic.Ativa – foto de Léo Tavares

GAS GAS RACING TEAM DOMINA A ABERTURA DO BRASILEIRO DE ENDURO FIM
Equipe garante dobradinha nas principais categorias com Rômulo Bottrel (E1) e Rigor Rico (E2)

O final de semana foi perfeito para a Gas Gas Racing Team na abertura do Campeonato Brasileiro de Enduro FIM para motocicletas, o qual teve como palco a cidade de Ibiraci, na região da Serra da Canastra, em Minas Gerais. A equipe dominou as principais categorias e garantiu dobradinha, com Rômulo Bottrel na E1 – e na geral – e Rigor Rico na E2. O time contou com Ripi Galileu em sétimo lugar na E1, sendo que a disputa foi válida ainda pelo Campeonato Mineiro da modalidade.

Rigor Rico na abertura do Brasileiro de Enduro FIM 2013

Rigor Rico na abertura do Brasileiro de Enduro FIM 2013

Além de fortes adversários e de uma prova técnica, Bottrel teve de superar a doença da dengue, diagnosticada há uma semana. “Foi a prova mais difícil que eu disputei na minha carreira. Sofri bastante e senti falta de força física, já que a dengue me deixou debilitado e sem resistência. A organização caprichou na prova, que estava muito técnica. Comecei bem a temporada e espero manter este ritmo até o final”, resumiu o campeão brasileiro de 2011 pela classe E2, que lidera ainda a Copa EFX na Elite.

Recém-chegado do Mundial da modalidade, Rigor Rico também saiu na frente na classe E2 do Brasileiro. “Estou satisfeito com o resultado. A prova teve muita trilha e pedra, foi bastante técnica, e eu me senti em casa. Andei solto e errei pouco, apenas no domingo que levei um tombo e demorei para levantar a moto, o que custou algum tempo”, contou o mineiro, que venceu entre todas as motocicletas na cronometragem de sábado.

Irmão de Rigor, Ripi Galileu confirmou lugar no grupo dos mais rápidos da E1 em sétimo lugar. “Eu demorei para me adaptar ao circuito e não fui tão rápido como poderia. Estas falhas custaram caro, mas ao mesmo tempo consegui avaliar os pontos que eu preciso melhorar para as próximas provas”, comentou o piloto, cujo foco principal é o Campeonato Mineiro de Enduro FIM.

Fonte: Mundo Press – foto de Léo Tavares