enduro-fim-bruno-crivilin-idario-cafe-mundo-press

Brasileiro de Enduro FIM teve vitória de Bruno Crivilin

Bruno Crivilin teve mais um bom momento no Brasileiro de Enduro FIM neste final de semana, quando a competição realizou sua terceira etapa da temporada em Biguaçu (SC). O piloto venceu 18 das 19 especiais do final de semana, obtendo ótimo desempenho na pista diretamente afetada pelas chuvas que atingiram a região. Assim, Crivilin, que representa a equipe Orange BH KTM Racing,  foi o mais rápido nas categorias EnduroGP e E1 e amplia sua diferença para os demais na classificação do campeonato – onde defende o cinturão.

Terceira etapa do Brasileiro de Enduro FIM ocorreu em Biguaçu, Santa Catarina - Foto: Idário Café/Mundo Press

Terceira etapa do Brasileiro de Enduro FIM ocorreu em Biguaçu, Santa Catarina – Foto: Idário Café/Mundo Press

“Das três provas deste ano a de Biguaçu foi a melhor, a mais dura, uma verdadeira prova de Enduro. Apesar das três especiais estarem bem lisas, cada uma tinha uma característica específica, sendo uma no meio de eucaliptos, outra em uma mata e uma mais rápida, onde o público podia acompanhar grande parte do percurso. Foram especiais longas, entre oito e dez minutos cada, assim o condicionamento físico também teve que ser considerado”, comenta o piloto que soma 35 pontos de diferença na liderança do campeonato.

Bruno Crivilin venceu nas categorias Enduro GP e E1.Agora, lidera o campeonato com 35 pontos de vantagem - Foto: Idário Café/Mundo Press

Bruno Crivilin venceu nas categorias Enduro GP e E1.Agora, lidera o campeonato com 35 pontos de vantagem – Foto: Idário Café/Mundo Press

Na classe E2, vitória para Júlio Ferreira, que agora é o novo líder da categoria no Campeonato Brasileiro de Enduro FIM. O piloto da Honda Racing afirmou que está “feliz pela minha evolução no campeonato, já que sou mais acostumado com o terreno seco e o clima quente de Minas Gerais. A situação que encontramos em Santa Catarina foi totalmente diferente, com muito barro e frio. Apesar disso, foi o meu melhor desempenho do ano”, garante. Júlio também correu pela EnduroGP, conquistando a segunda colocação.

Júlio Ferreira, da Honda Racing, foi o mais rápido na categoria E2 e é o novo líder da classe - Foto: Idário Café/Mundo Press

Júlio Ferreira, da Honda Racing, foi o mais rápido na categoria E2 e é o novo líder da classe – Foto: Idário Café/Mundo Press

Gabriel Soares “Tomate”, colega de Júlio na equipe Honda Racing, faturou o segundo lugar na E1, a bordo da CRF 250R, e Nicolás Rodriguez, do Rio de Janeiro, também da Honda, confirmou a quarta colocação. Com os resultados, Tomate e Rodriguez seguem na tabela da categoria em segundo e terceiro lugares, respectivamente.

Pilotos da KTM Sacramento no Brasileiro de Enduro FIM

Pilotos da KTM Sacramento no Brasileiro de Enduro FIM

O segundo lugar na E2 ficou com Gustavo Pellin, da KTM Sacramento. “A prova foi muito bem organizada, com especiais longas, a primeira tinha praticamente 10 minutos. Choveu e o terreno ficou um pouco mais liso, com bastante barro, exigindo bastante preparo físico dos pilotos”, explicou o gaúcho. “Consegui andar em um ritmo bom, não forcei tanto porque pensei mais no campeonato e no final deu tudo certo. Foi muito bom o fim de semana, fiquei em segundo na E2 e quarto na geral (EnduroGP)”, finalizou o piloto que acelera uma KTM 350 EXC-F. A equipe também celebrou a vitória de Loandro Anton pela quarta etapa do Campeonato Catarinense de Enduro e o primeiro lugar de  Maiara Basso na categoria VXF da primeira etapa do Gaúcho de Velocross. Ainda, Rafael Becker conquistou o segundo lugar na abertura do Arena Cross 2018, pela categoria 65cc.

Resultados por categoria – 3ª etapa Brasileiro de Enduro FIM

Tomate, da Honda Racing, em Biguaçu - Foto: Idário Café/Mundo Press

Tomate, da Honda Racing, em Biguaçu – Foto: Idário Café/Mundo Press

Enduro GP
1 – Bruno Crivilin
2 – Júlio Ferreira
3 – Vinícius Calafati
4 – Gabriel Soares
5 – Gustavo Pellin

E1
1 – Bruno Crivilin
2 – Gabriel Soares
3 – André Luiz Dalsasso
4 – Nicolás Rodriguez
5 – Ivan Barbieri

E2
1 – Júlio Ferreira
2 – Gustavo Pellin
3 – Vinícius Calafati
4 – Victor Miranda
5 – Ike Klaumann

E3
1 – Felipe Legarrea
2 – Rômulo Bottrel

E4
1 – Tiago Wernersbach
2 – Anderson da Luz
3 – Ronald Santi
4 – Fernando Pereira
5 – Fabrício Theiss

EJúnior
1 – Willian Lauers
2 – Vinícius de Sá
3 – Patrik Capila
4 – Washington Pereira

E35
1 – Diogo Andrade
2 – Humberto Cadori Filho
3 – Anderson Vieira
4 – Igor Reolon
5 – Rodrigo Lopes

E40 
1 – Sidney Siquela
2 – Adriano de Ávila
3 – Sideny
4 – Fernando Teixeira
5 – Fábio Demétrio

E45
1 – Rodrigo Alcy
2 – Laurindo Filho
3 – Maurício Fernandes
4 – Adenilson Schmitt
5 – Evandro Bozetti

E50
1 – Romeu Enrich
2 – Marcos Benvenutti

EAmador
1 – Gabriel Bellaver
2 – Agenor dos Santos
3 – Cassiano Correa
4 – Roberto Theodoro
5 – Lucas Colombo

Classificação do Brasileiro após três etapas

Categoria Enduro GP
1 – Bruno Crivilin – 145 pontos
2 – Júlio Ferreira – 110 pontos ​
3 – Gabriel Soares – 109 pontos ​
4 – Vinícius Calafati – 98 pontos ​
5 – Patrik Capila – 89 pontos ​

Nicolaz Rodrigues, da Honda Racing, é o terceiro colocado na E1 - Foto: Idário Café/Mundo Press

Nicolaz Rodrigues, da Honda Racing, é o terceiro colocado na E1 – Foto: Idário Café/Mundo Press

E1
1 – Bruno Crivilin – 147 pontos ​
2 – Gabriel Soares – 135 pontos ​
3 – Nicolás Rodriguez – 116 pontos ​
4 – Diego Colett – 72 pontos ​
5 – André Dalsasso – 40 pontos ​

E2
1 – Júlio Ferreira – 134 pontos
2 – Vinícius Calafati – 126 pontos
3 – Gustavo Pellin – 112 pontos
4 – Victor Miranda – 102 pontos
5 – Luis Oliveira – 100 pontos

E3
1 – Rômulo Bottrel – 144 pontos
2 – Felipe Legarrea – 128 pontos
3 – Felipe Carlette – 86 pontos
4 – Rodrigo Corsi – 66 pontos
5 – Rigor Rico – 38 pontos

E4
1 – Tiago Wernersbach – 147 pontos ​
2 – Anderson da Luz – 117 pontos ​
3 – Fernando Pereira – 102 pontos ​
4 – Marcos Souza – 100 pontos ​
5 – Ronald Santi – 98 pontos ​

EJúnior
1 – Patrik Capila – 143 pontos
2 – Vinícius de Sá – 128 pontos
3 – Willian Lauers – 105 pontos
4 – Washington Pereira – 98 pontos
5 – Bernardo Barreto – 34 pontos

EFeminina
1 – Maiara Basso – 100 pontos
2 – Bárbara Neves – 84 pontos
3 – Tainá Aguiar – 76 pontos
4 – Marcely Cazadini – 66 pontos
5 – Livia Batistine – 64 pontos

E35
1 – Igor Reolon – 100 pontos
2 – Nielsen Bueno – 100 pontos
3 – Diogo Resende – 88 pontos
4 – Anderson Vieira – 80 pontos
5 – André Barbosa – 66 pontos

E40
1 – Adriano de Ávila – 122 pontos
2 – Fernando Teixeira de Carvalho – 109 pontos
3 – Cassiano Tebaldi – 100 pontos
4 – Sidnei Siquela – 83 pontos
5 – Willian Meneses – 40 pontos

E45
1 – Laurindo Filho – 131 pontos
2 – Rodrigo Alcy – 115 pontos
3 – Maurício Fernandes – 106 pontos
4 – Pélmio Simões – 97 pontos
5 – Evandro Bozetti – 48 pontos

E50
1 – Marcos Benvenutti – 108 pontos
2 – Romeu Enrich – 103 pontos
3 – Fabio Campos – 50 pontos
4 – Manuel Francisco – 44 pontos
5 – Antonio de Abreu – 40 pontos

EAmador
1 – Gabriel Bellaver – 145 pontos
2 – Agenor dos Santos – 106 pontos
3 – Roberto Theodoro – 105 pontos
4 – Lucas Colombo – 83 pontos
5 – Uiliam Brunetta – 51 pontos.

separador_enduro



Jornalista gaúcho convicto de que um passeio de moto em um dia de sol é a cura para praticamente todos os males da vida. Fã de motoaventurismo, competições de moto, café, praia e de rock n roll.