Próxima etapa do Brasileiro de MX será em Aracajú (SE), dias 13 e 14 de julho

Brasileiro de Motocross: Adam Chatfield abre vantagem na liderança

Cerca de cinco mil pessoas assistiram ao show que os melhores pilotos do Brasil deram durante a 3ª Etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross, realizada neste fim de semana, 22 e 23, em Sorriso (MT).

Adam Chatfield abre vantagem na liderança do Brasileiro de MX

Adam Chatfield abre vantagem na liderança do Brasileiro de MX

Na categoria MX1, o dia foi do inglês Adam Chatfield que já liderava o campeonato e agora abriu mais ainda a vantagem, ao somar 125 pontos. O piloto venceu a 1ª bateria e chegou em 2º na etapa final. “Consegui fazer uma boa prova. Foi muito difícil. Tive que fazer uma prova de recuperação na 2ª bateria, mas realizei boas ultrapassagens e me mantive na liderança”, conta o inglês, que foi vice-campeão em 2012.

Balbi Jr. ficou na segunda colocação da prova ao terminar na 2ª posição na 1ª bateria e vencer a etapa final. Com os bons resultados, o piloto somou 120 pontos e ultrapassou o atual campeão Carlos Campano na classificação geral (112 pts). “Cheguei um pouco desacreditado na etapa. Depois do acidente que sofri na 2ª etapa, em Três Lagoas, mal consegui treinar com a moto. Mas eu tentei muito. Dei meu máximo e consegui fazer uma boa etapa”, conta Balbi. O piloto que além de ultrapassar Campano agora está a apenas cinco pontos da liderança. “Tem muito campeonato ainda pela frente. Está tudo em aberto e venho forte para brigar por esse título”, afirma Balbi.

Humberto Martin ficou em 3º na somatória das duas baterias. O português Joaquim Rodrigues e o espanhol Carlos Campano completaram o pódio.

1ª Bateria – O piloto Jean Ramos saiu na frente e começou a abrir vantagem para o pelotão formado por Wellington Garcia, Joaquim Rodrigues, Adam Chatfield e Balbi Jr, do 2º ao 5º, respectivamente. Mas Jean Ramos teve problemas na parte elétrica da moto. Após vários minutos de fora da prova, todos já acreditavam que o piloto havia abandonado a disputa. Mas Jean retornou para ficar com a 16ª colocação na bateria. Com a saída de Jean Ramos, Wellington Garcia liderou até o final. A mudança no pelotão que iniciou a prova foi só quando Adam Chatfield conseguiu uma bela ultrapassagem sobre Joaquim Rodrigues, para terminar na 2ª colocação.

2ª Bateria – Wellington Garcia veio para tentar vencer mais uma bateria. O piloto largou muito bem, mas não durou muito tempo na prova. Na primeira curva, Jean Ramos que veio junto na largada tocou Wellington que sofreu uma queda. O guidão da moto do piloto quebrou e ele ficou de fora da disputa. Nessa confusão toda, Carlos Campano que vinha logo atrás acabou batendo na moto de Wellington e também sofreu uma queda. O espanhol se recuperou bem, não tanto quanto em outras etapas, mas terminou a prova na 4ª colocação. O piloto Balbi Jr que estava na 2ª colocação estava mais rápido do que o líder, Jean Ramos, chegou para tentar uma ultrapassagem, mas caiu antes do arco de chegada. Balbi demorou para conseguir levantar a moto e Jean abriu boa vantagem. O piloto do #3 até tentava tirar a diferença, mas não conseguia se aproximar do líder. Jean já estava começando a administrar a bateria, quando faltando um minuto para completar o tempo de prova, teve um novo problema e dificuldades de completar a bateria, na 11ª colocação. Adam Chtfield, que também caiu na largada terminou a bateria em 2º.

Veja o resultado da prova (somatória das duas baterias):

1º Adam Chatfield
2º Antonio Jorge Balbi Junior
3º Humberto Alejandro Martin
4º Joaquim Rodrigues
5º Carlos Campano

Fonte: Comunic.Ativa – foto de Kelson Rene

HONDA VENCE COM TERCEIRA DOBRADINHA CONSECUTIVA A MX2
Paulo Alberto e Thales Vilardi comandaram as ações da categoria em Sorriso (MT)

Paulo Alberto, piloto da Equipe Honda Mobil na categoria MX2 do Campeonato Brasileiro de Motocross 2013

Paulo Alberto, piloto da Equipe Honda Mobil na categoria MX2 do Campeonato Brasileiro de Motocross 2013

A terceira etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross chegou a Sorriso (MT) neste fim de semana (22 e 23) e o que se viu mais uma vez foi o domínio da Equipe Honda Mobil na MX2. Nem a alta temperatura, que foi superior a 30 graus, impediu os pilotos Paulo Alberto (1º) e Thales Vilardi (2º) de vencerem a categoria no Motódromo do Vale Teles Pires e garantirem a terceira vitória consecutiva para a equipe na competição. Com as duas vitórias de hoje, Paulo alcançou Thales na liderança da MX2 e empatou no número de pontos com o companheiro: ambos com 141. No critério de desempate, o português leva vantagem sobre o paulista por ter conquistado as duas últimas rodadas.

Na MX1, o satélite Honda Adam Chatfield, da Vulcano Ipiranga IMS, foi beneficiado pela regularidade nas baterias. O inglês finalizou ambas na segunda colocação, garantiu a vitória da etapa no somatório e segue na liderança da categoria com 125 pontos. Wellington Garcia, da Equipe Honda Mobil, começou com tudo a rodada e venceu a primeira corrida, no entanto abandonou a segunda por problemas técnicos. Já o português Joaquim Rodrigues subiu ao pódio com o quarto lugar no geral após um 3-7.

Agora, o Campeonato Brasileiro de Motocross segue para o Nordeste. A quarta rodada ocorre no dia 14 de julho, em Aracaju (SE).

Fonte: VipComm – foto de César Araújo

BRASILEIRO DE MOTOCROSS SAI DO MATO GROSS E VAI PARA SERGIPE
120 pilotos participaram da 3ª Etapa do Campeonato

Cerca de 120 pilotos de diversos estados do Brasil e até do exterior participaram nesse fim de semana, 22 e 23 de junho, da 3ª Etapa do Brasileiro de Motocross. A competição foi realizada no Motódromo Vale do Teles Pires, em Sorriso-MT.

Próxima etapa do Brasileiro de MX será em Aracajú (SE), dias 13 e 14 de julhoA Capital nacional do agronegócio recebeu os pilotos de braços abertos e também com uma temperatura bem elevada. Os termômetros chegaram a marcar 37 graus. Os pilotos que moram na região do sul País foram os que mais sofreram por causa da mudança de temperatura. Caso do vencedor da MX3, Milton Becker, o Chumbinho que é de Santa Catarina. “A maior dificuldade foi o calor. A temperatura aqui é muito alta. Eu que vim da região sul senti muito e fiquei desgastado”, revela o vencedor da prova.

Mas mesmo com sol forte os pilotos mais uma vez deram show na pista, e cerca de 5 mil pessoas foram até o motódromo ver de perto este espetáculo sobre duas rodas. “Toda competição só é realizada graças ao empenho de todos os envolvidos, os patrocinadores, apoiadores, organizadores, público e claro os pilotos. Agradecemos a todos por mais uma vez terem contribuído com a realização do Brasileiro”, destaca Firmo Henrique Alves, presidente da CBM – Confederação Brasileira de Motociclismo.

A próxima etapa do Campeonato será nos dias 13 e 14 de julho em Aracaju (SE), no Circuito de Motocross Jurinha Lobão – Praia de Atalaia.

Veja a classificação após a 3ª Etapa:

MX1
1º Adam Chatfield
2º Antonio Jorge Balbi Junior
3º Humberto Alejandro Martin
4º Joaquim Rodrigues
5º Carlos Campano

MX2
1º Paulo Alberto
2º Thales Vilardi
3º Hector Assunção
4º Eduardo Lima (Dudu Lima)
5º Marçal Muller

MX3
1º – Milton Becker
2º – Walter Sergio Tardin
3º – Mariana Balbi
4º – Davis Guimarães
5º – Erivelto Donizete Rossi Nicoladelli

Junior
1º Enzo Lopes
2º Kioman de Jesus
3º Vitor Abreu
4º Leonardo de Souza
5º Arthur Todeschini

65cc
1º – Joseildo Ferreira Lopes Junior
2º – Thiago Faitanin de Oliveira
3º – Leonardo Zequinao Cassarotti
4º – Keven Willian Ikeda Ramos
5º – Tallys Nathan Silva Brito

Fonte: Comunic.Ativa – foto de Kelson Rene