Foto: Largada da 65

Brasileiro de Motocross: Chumbinho vence na MX3

Foto: Largada da 65

Foto: Largada da 65

Atual bicampeÆo brasileiro manteve a hegemonia da categoria que re£ne os pilotos mais experientes; Daniel Guelman e Rodrigo Rodrigues foram os campeäes da 65cc e da 85cc, respectivamente.

Indaiatuba (SP) – O atual bicampeÆo brasileiro da categoria MX3, Milton Becker, o Chumbinho, abriu a temporada 2006 mantendo a sua hegemonia. O piloto catarinense venceu neste domingo a primeira etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross, no Centro Educacional de Trƒnsito Honda, na cidade de Indaiatuba, interior paulista.

Ele cruzou a linha de chegada com 17 segundos de vantagem sobre Nico Rocha, o vice-campeÆo. O terceiro colocado da MX3 foi Alexandre Valerim Martin, seguido por Ricardo Raspa e Jacques Pick.

Chumbinho ficou satisfeito com o seu desempenho, ainda mais porque esteve parado por mais de quatro meses em fun‡Æo de duas cirurgias: uma no punho e outra no joelho. “Comecei muito bem. Voltei a pilotar na semana passada. Dei somente 13 voltas nesta pista antes da corrida”, contou o campeÆo. Na opiniÆo dele, o in¡cio da disputa foi decisivo. “Fiz uma boa largada e a determina‡Æo tamb‚m foi importante para vencer. O Brasileiro est  crescendo a cada ano”, completou Chumbinho.

65cc e 85cc – Depois de vencer o Brasileiro de 50cc, Daniel Guelman faturou seu primeiro t¡tulo no circuito nacional. Ele foi o campeÆo da categoria 65 cilindradas. “Foi super legal. Gostei muito de vencer pela primeira vez”, disse o competidor de 12 anos. Para ele, o mais dif¡cil na corrida foi manter a ponta. “Foi complicado administrar, porque a pista estava cheia de bons pilotos”, continuou. Os outros pilotos que compuseram o p¢dio foram Everaldo Rodrigues (2o), Endrews Armstrong (3o), C‚sar Zamboni (4o) e Gustavo Roratto (5o).

Na 85cc, o destaque foi Rodrigo Rodrigues, que chegou oito segundos na frente de Eduardo Ferreira Lima. “Larguei bem e conseguir imprimir um ritmo forte. Mas cansei bastante no final e, mesmo assim, forcei para manter a ponta. Vou continuar trabalhando para ir bem nas outras etapas”, comentou Rodrigues. O terceiro colocado foi Mar‡al Muller, na frente de Gabriel Gentil e Gustavo Bonaventura.

Outras duas categorias estÆo brigando por medalhas na competi‡Æo: MX2 e MX1.

O Campeonato Brasileiro de Motocross ‚ organizado e promovido pela CBM (Confedera‡Æo Brasileira de Motociclismo), tem patroc¡nio da Honda e Mobil, co-patroc¡nio de Dunas Race, Pro Tork, Expresso Joa‡aba e Yamaha e apoio da Pirelli.