Correr na areia exige muita técnica dos pilotos

Brasileiro de Motocross: começou a festa em Aracajú (SE)

PISTA DE ARACAJÚ EXIGIRÁ MUITA TÉCNICA DOS PILOTOS
A mistura de trechos de terra com areia vai separar os homens dos meninos

Correr na areia exige muita técnica dos pilotos

Correr na areia exige muita técnica dos pilotos

Os pilotos que disputam o Campeonato Brasileiro de Motocross 2013 necessitarão de muita técnica nesta 4ª etapa da temporada, que está sendo realizada neste fim de semana, 13 e 14, em Aracaju, Sergipe. A pista do circuito de Motocross Jurinha Lobão, na praia de Atalaia, terá 1.300 metros. Segundo Paulo Caramez, construtor de pista da CBM – Confederação Brasileira de Motociclismo, 90% do percurso será de areia. “Antes era metade de areia e metade de terra. Mas os pilotos fizeram essa solicitação para que conseguissem acertar os pneus. Fica mais fácil para eles se acostumarem com pista”, explica.

Outras mudanças também foram feitas. O pit lane  agora vai ficar do lado da praia para facilitar o acesso. A pista terá alguns obstáculos a mais, como o roller, que é uma subida e descida seguida de costelas, além de algumas alterações em saltos e nos ângulos de curvas. Os pilotos vão encarar um circuito mais rápido do que no ano passado, que exigirá bastante qualidade técnica dos competidores. “Ficou uma pista mais técnica. O rendimento dos pilotos será bem diferenciado. Competidores intermediários não vão conseguir andar no mesmo nível daquelas que estão na ponta”, ressalta Paulo Caramez.

A expectativa é de que pelo menos 200 pilotos participem da etapa. “Quando fazemos provas regionais aqui já conseguimos um bom número de pilotos. Para esta etapa do Brasileiro com certeza teremos gate cheio”, afirma José Carlos Pereira, o Cacau, presidente da FSM – Federação Sergipana de Motociclismo.

A entrada para o evento é gratuita, mas quem puder e quiser colaborar pode levar 1 kg de alimento não perecível. Todos os mantimentos arrecadados serão doados a instituições assistenciais do município.

Confira a programação:

Sábado – 13/07
08h00 às 11h10 – Treinos livres
12h10 às 15h15 – Treinos cronometrados

Provas:
15h40 – (20 min + 2 Voltas) -MX3
16h30 – (20 min + 2 Voltas) – Junior

Domingo – 14/07

08h00 às 10h20 – Warm-up
10h20 – cerimonial de abertura

Provas:
11h30 – MX2  – 1ªbat (30min + 2 voltas)
12h20 – 65cc  (20 min + 2 voltas)
13h10 – MX1 – 1ªbat.  (30min + 2 voltas)
14h00 – MX2 – 2ªbat. (30min + 2 voltas)
15h00 – 230cc Regional (15min + 2voltas)
15h40 – MX1 – 2ª bat. (30min + 2 voltas)

Fonte: Comunic.Ativa – foto de César Araújo

ADAM CHATFIELD VAI A ARACAJÚ VISANDO MANTER A LIDERANÇA DO CAMPEONATO
O inglês é lider da categoria principal, a MX1

Adam Chatfield segue bem preparado para brigar por mais uma vitória na MX1 e assim ampliar a vantagem na liderança da classe. O britânico tem 125 pontos e uma campanha com duas vitórias, dois segundos lugares, um quarto e um oitavo posto em seis provas disputadas até o momento.

Adam Chatfield busca manter a liderança da MX1

Adam Chatfield busca manter a liderança da MX1

Também na 450cc Joaquim Rodrigues quer levar a Honda Mobil IMS a mais um pódio na temporada. O português ocupa a quarta colocação na tabela da categoria principal com 98 pontos. O goiano Wellington Garcia também está animado. Após sua vitória na bateria da MX1 na etapa passada, o piloto está na quinta posição no ranking geral da categoria, com 96 pontos.

Na MX2 a briga pela liderança está entre Thales Vilardi e Paulo Alberto, ambos da equipes Honda Mobil IMS. Tanto o brasileiro quanto o português possuem 141 pontos na primeira posição do ranking. Leonardo Lizott da equipe Vulcano Ipiranga IMS aparece na décima segunda posição, com 43 pontos enquanto Diego Henning ocupa o décimo oitavo posto, com 24 pontos conquistados. Na categoria Júnior, que nesta etapa será realizada no sábado, a Vulcano Ipiranga IMS será representada por Gabriel Della Flora, décimo sétimo colocado da classe, com 15 pontos.

Fonte: MotoPress – imagem de divulgação