Chuva quase estraga a festa em Canelinha (SC)

Brasileiro de MX: tudo sobre a etapa de Canelinha (SC)

 

Chuva quase estraga a festa em Canelinha (SC) - foto de Kelson Rene

Chuva quase estraga a festa em Canelinha (SC) - foto de Kelson Rene

 

JETRO SALAZAR LEVA A MELHOR E AGORA LIDERA A MX1

Jetro Salazar lidera a MX1 no Brasileiro de Motocross - foto de divulgação

Jetro Salazar lidera a MX1 no Brasileiro de Motocross - foto de divulgação

Muita lama e adrenalina não faltaram nesta 3ª Etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross, em Canelinha (SC), neste fim de semana, 16 e 17 de agosto. A programação de sábado precisou ser adiada para domingo devido à chuva constante na cidade. Mas isso não interferiu no espetáculo pois as disputas ficaram ainda mais acirradas no domingo.

Na principal categoria a MX1, o equatoriano Jetro Salazar, que estava em segundo lugar na classificação geral, agora passou à frente do espanhol Carlos Campano, que com uma lesão no tornozelo, não participou desta etapa. “Fiz boas baterias hoje. Como o Campano não participou passei na frente dele e assumi a liderança. Agora meu adversário se tornou o Balbi Jr que ficou com a segunda colocação. Agora é continuar o trabalho e fazer uma boa temporada, pois o Campeonato ainda vai chegar à metade”, afirma Salazar.

1ª bateria da MX1: Wellington Garcia largou na frente, seguido de Jetro, Balbi Junior, Rafael Faria e Jean Ramos. Wellington abriu boa diferença, enquanto os demais brigavam pelas posições, mas aos 14 minutos de prova Wellington caiu depois do triplo e perdeu a liderança, voltando em sétimo, deixando a primeira colocação para o equatoriano. A partir daí Balbi trava uma grande disputa com Jetro, até que faltando 10 minutos para encerrar a prova assume a primeira posição e administra até o final. Jean Ramos que estava em quarto caiu faltando uma volta para o final, mas voltou rápido e terminou em quinto.

Resultado da 1ª Bateria MX1:
1º Antonio Jorge Balbi Junior
2º Jetro Salazar
3º Rafael Faria
4º Kyle Regal
5º Jean Ramos

2ª bateria da MX1: O inglês Adam Chatfield saiu na frente, mas logo em seguida houve uma reviravolta nas posições. Ele foi para terceiro, Jean Ramos assumiu a ponta, permanecendo assim até o final. Wellington Garcia estava em segundo, só que mais uma vez sofreu uma queda e foi para oitavo, terminando em sétimo. Jetro Salazar e Adam brigaram pela segunda posição, e o inglês levou a melhor. Outra boa disputa foi pela quarta colocação. Faltando duas voltas Balbi perdeu o quarto lugar para Kyle Regal. Balbi chegou a cair, mas subiu rápido na moto e voltou em quinto.

Resultado da 2ª bateria MX1:
1º Jean Ramos
2º Adam Chatfield
3º Jetro Salazar
4º Kyle Regal
5º Antonio Jorge Balbi Junior

O resultado final (a soma das baterias) está sob júdice.

PAULO ALBERTO VENCE E CONTINUA NA LIDERANÇA DA MX2

Piloto português Paulo Alberto - foto de divulgação Honda

Piloto português Paulo Alberto - foto de divulgação Honda

O português Paulo Alberto acelerou forte e terminou em primeiro nas duas baterias, com isso continua na liderança do Campeonato, com 117 pontos. “O Hector Assunção e eu estávamos empatados. Consegui fazer boas baterias aqui em Canelinha e assumi a liderança isolada. Andei bem hoje e fiquei muito feliz com o resultado”, conta Paulo.

1ª bateria da MX2: Thales Vilardi largou na ponta, seguido de Paulo Alberto, mas logo no começo o português assumiu a primeira posição. Marçal Muller que estava em quarto sofreu uma queda e foi para quinto, com isso Dudu Lima assumiu a quarta colocação, mas por pouco tempo, já que aos sete minutos foi ultrapassado por Hector Assunção. Thales erra nas costelas, e Hector aproveita para assumir a segunda posição. Dudu também aproveitou. Faltando duas voltas para terminar a disputa Hector vai para o chão, na entrada do triplo, e Dudu assume a segunda colocação. Ele ainda foi para cima do português, mas não deu tempo.

Resultado da 1ª bateria MX2:
1º Paulo Alberto
2º Dudu Lima
3º Hector Assunção
4º Thales Vilardi
5º Marçal Muller

2º bateria da MX2: Dudu Lima fez uma boa largada, mas logo no início Paulo Alberto que saiu em terceiro, assumiu a ponta. Enzo Lopes também largou bem, em segundo, mas acabou sendo ultrapassado por Thales. Gustavo Pessoa passou Enzo e assumiu a quarta posição. Enzo que estava bem na disputa, em quinto, teve um problema na moto, aos 28 minutos, e abandonou a prova.

Resultado da 2ª bateria MX2:
1º Paulo Alberto
2º Dudu Lima
3º Thales Vilardi
4º Gustavo Pessoa
5º José Brayan

NA MX3 DAVIS GUIMARÃES FICA EM PRIMEIRO E DIMINUI DIFERENÇA PARA O LÍDER

Davis Guimarães no Brasileiro de Motocross - foto de Wilson Yasuda, obtida no arquivo pessoal do piloto

Davis Guimarães no Brasileiro de Motocross - foto de Wilson Yasuda, obtida no arquivo pessoal do piloto

Davis Guimarães fez uma boa prova. O piloto largou na frente, mas na primeira volta sofreu uma queda e Milton Becker, o Chumbinho, assumiu a ponta. Logo em seguida, Davis conseguiu retomar a posição e mantê-la até o fim da prova. Com o resultado Davis, agora diminuiu a diferença para o líder do Campeonato, Chumbinho. Apenas um ponto separa os dois. “Fiz uma boa largada, cai, mas consegui recuperar bem. Fiquei muito feliz com o resultado, agora é ir forte para a próxima Etapa para conseguir a liderança”, destacou Davis.

Resultado da prova MX3:
1º Davis Guimarães
2º Milton Becker
3º Richard Gabriel
4º Marcos Campos
5º Erivelto Nicoladelli

ENZO LOPES VENCE MAIS UMA NA JÚNIOR

Enzo Lopes está colecionando vitórias na categoria Júnior - foto do arquivo pessoal do piloto

Enzo Lopes está colecionando vitórias na categoria Júnior - foto do arquivo pessoal do piloto

Frederico Spagnol largou bem, na frente e Leo Nunes em segundo. Enzo Lopes saiu em quinto, mas logo no começo assumiu a frente e venceu a prova com boa diferença para os demais. Gabriel Della Flora que era o vice-líder não fez uma boa largada e terminou em 15º.

Resultado da prova – categoria JÚNIOR:
1º Enzo Lopes
2º Frederico Spagnol
3º Renato Costa
4º Vinícius Abreu
5º Thiago Henrique Brenner

CLASSIFICAÇÃO DO CAMPEONATO APÓS 3 ETAPAS

MX1
1º Jetro Salazar #920 – 126 pontos
2º Antonio Jorge Balbi Junior #3 – 120 pontos
3º Jean Ramos #10 – 101 pontos
4º Wellington Garcia #21 -98 pontos
5º Carlo Campano #115 – 93 pontos

MX2
1º Paulo Alberto #1 – 117 pontos
2º Thales Vilardi #27 – 103 pontos
3º Hector Assunção #30 – 99 pontos
4º Gustavo Pessoa #891 – 69 pontos
5º Anderson Cidade #20 – 63 pontos

MX3
1º Milton Becker #2 – 69 pontos
2º Davis Guimarães #991 – 68 pontos
3º Richard Berois #9 – 54 pontos
4º Mariana Balbi #81 – 51 pontos
5º Erivelto Nicoladelli #932 – 44 pontos

JÚNIOR
1º Enzo Lopes#16 – 75 pontos
2º Frederico Spagnol #61 – 52 pontos
3º Vinicius Abreu de Sá #143 – 52 pontos
4º Gabriel Della Flora #919 – 47 pontos
5º Djalma Brito #102 – 46 pontos