Brasileiro de Rally Cross termina com festa em Itatinga

Brasileiro de Rally Cross termina com festa em Itatinga

Brasileiro de Rally Cross termina com festa em Itatinga

Com todos os campeäes definidos, pilotos e navegadores come‡am a pensar na pr¢xima temporada.

O que caracteriza uma decisÆo no esporte? TensÆo? Rivalidades afloradas? Pode at‚ ser, mas nÆo foi o que se viu no Rally dos Amigos, a etapa de encerramento da temporada do Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country, disputado no £ltimo s bado (2), em Itatinga (SP). Horas depois de encarar um total de 154 km de especial, os mesmos pilotos que decidiram os t¡tulos da temporada dividiam as mesas do hotel, com os filhos no colo, a fam¡lia ao lado, falando do rali como se fosse uma partida de futebol de fim de semana. Um cen rio que seria at‚ normal, se aqueles nÆo fossem os principais pilotos de off road do pa¡s, verdadeiros profissionais das competi‡äes fora de estrada.

E no meio da turma havia um sorriso mais largo que os demais. Era do piloto Roosevelt Freitas, de motocross, que levou a melhor entre as motos pelo segundo ano consecutivo. Ele bateu o experiente Juca Bala por apenas 55 segundos no geral. Os dois, no entanto, competiram por classes distintas. Enquanto o vencedor corria pela Cross (que reunia ve¡culos sem as especifica‡äes exigidas pelo regulamento nacional de rali), o outro competia pela Super Production. “Ano passado eu cheguei completamente cru para o rali, era o meu primeiro, nÆo conhecia nada, mas desta vez foi um pouco mais simples e fiquei muito feliz por ganhar novamente”, vibrou Roosevelt Freiras.

Brasileiro de Rally Cross termina com festa em ItatingaMesmo andando numa categoria diferente, Juca Bala saiu mordido. Tudo porque acredita que poderia ter vencido nÆo fosse um leve tombo que sofreu depois de se enroscar em um galho. Outra fera do rali brasileiro, Jean Azevedo, teve problemas e nÆo completou a prova, mas mesmo assim assegurou a conquista do t¡tulo brasileiro pela sexta vez. Um dos destaques do Rally dos Amigos foi o grande n£mero de quadriciclos inscritos na competi‡Æo. Vinte e nove, no total. Quem levou a melhor foi Robert Nahas, atual vencedor do Rally Internacional dos Sertäes, que bateu Munir Khalil por 31 segundos.

Entre os carros a briga tamb‚m foi boa. A dupla Maur¡cio Neves/Cl‚cio Mastrelli fez o melhor tempo e garantiu o t¡tulo na Super Production Diesel. “O que fez a diferen‡a aqui foi nossa experiˆncia com o piso de areia”, afirmou Maur¡cio Neves. Reinaldo Varela/Marcos Macedo perderam a etapa na Production Diesel para os campeäes do Rally Internacional dos Sertäes, JoÆo Franciosi/Rafael Capoani, mas garantiram a ta‡a do torneio nacional. Pela classe Prot¢tipo, Ingo Hoffmann/Lourival Roldan tamb‚m nÆo venceram, mas foram campeäes. Na etapa, ficaram atr s de Guilherme Spinelli/Marcelo V¡volo, que de quebra conquistaram o t¡tulo da Geral.

Nos caminhäes, bastou um segundo lugar para Amable Barrasa/Jos‚ Papacena/Raphael Bettoni comemorarem a conquista. Correndo com a ta‡a praticamente assegurada, eles foram superados por Andr‚ Azevedo/Maykel Justo, que venceram o Rally dos Amigos. A prova que encerrou a temporada do Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country teve mais de duzentos ve¡culos inscritos somando todas as categorias e trouxe at‚ mesmo competidores do exterior. A prova, com dois dias de programa‡Æo oficial, levou cerca de um mˆs para ser montada, incluindo o levantamento e o trabalho de produ‡Æo.

Confira todos os vencedores da 9¦ edi‡Æo do Rally dos Amigos:

MOTOS – Brasil: Elias Folly
Cross: Roosevelt Freitas
Marathon: Ariel Macaril
Production: Jackson Feubak
Super Production: Juca Bala

QUADRICICLOS – Robert Nahas

CARROS – Production Diesel: JoÆo Franciosi/Rafael Capoani
Production Gasolina: Ricardo Vivolo/Weidner Moreira
Prot¢tipo: Guilherme Spinelli/Marcelo V¡volo
Super Production Diesel: Maur¡cio Neves/Clecio Maestrelli

CAMINHåES – Andr‚ Azevedo/Maykel Justo