Brasileiro ganha posição e sobe na classificação do Dakar

O objetivo de recuperar posições foi cumprido pelo brasileiro José Hélio, que fez uma das melhores provas nesta quarta-feira (7), durante a quinta etapa do Rally Dakar.

Ao final da especial, o brasileiro terminou na 12ª colocação e avançou um degrau na classificação geral. José Hélio ocupa o 13º lugar entre as motos e segue como o melhor do país. A prova que marcou o quinto dia de competições do Dakar apresentou grande dificuldade para os competidores. Com muitas dunas e subidas de rios, vários pilotos, inclusive os primeiros colocados sofreram adversidades. O espanhol Marc Coma, líder das motos, não conseguiu mant er o desempenho das outras etapas e terminou em nono. A vitória ficou com o norte-americano Jonah Street, que ocupa a vice-liderança.

O trecho percorrido foi entre as cidades de Neuquén e San Rafael, na Argentina, e contou com um percurso de 763 quilômetros, entre eles, 506 de especiais. Até o final desta quinta etapa, José Hélio somou 23h37min27s, 1h59min15s a mais que o primeiro colocado. Nesta quarta-feira, ele completou a prova em 7h17min, a mais demorada até aqui. O desempenho do piloto que entrou nas trilhas com a motocicleta Honda CRF 450X foi também um dos melhores. Ele, que foi o 14º piloto a largar, chegou a ficar em quinto, mas acabou perdendo posições durante o percurso.

Com os planos de dar um passo a cada dia, José Hélio que conta com o patrocínio da Honda do Brasil, ASW e Flash Power disputa a categoria 450 Extreme, busca melh orar ainda mais sua classificação na sexta etapa, amanhã. Os pilotos partirão de San Rafael com destino a Mendoza, ainda na Argentina. Esta não será uma das fases mais longas. Com 625 quilômetros, sendo 395 de trechos cronometrados, os obstáculos aparecerão em grande número. Mais uma vez, os competidores enfrentarão uma trilha rápida e sinuosa.

Classificação Geral – categoria motos
1 – Marc Coma – Espanha – 21h38min12
2 – Jonah Street – Estados Unidos – 22h5min4s
3 – David Fretigne – França – 22h17min21s
4 – Pall anders Ullevalseters – Noruega – 22h35min34s
5 – Jordi Villadoms – Espanha – 22h44min54s
6 – Helder Rodrigues – Portugal – 22h56min6s
7 – Frans Verhoeven – Holanda – 23h2min13s
8 – David Casteau – França – 23h10min3s
9 – Henk Knuiman – Holanda – 23h12min53s
10 – Cyrill D espres – França – 23h14min20s
13 – José Hélio – Brasil – 23h37min7s

Resultados – 5ª etapa
1 – Jonah Street – Estados Unidos
2 – Frans Verhoeven – Holanda
3 – Francisco Lopes – Chile
4 – David Casteu – França
5 – Helder Rodrigues – Portugal
6 – David Fretigne – França
7 – Pall anders Ullevalseters – Noruega
8 – Cyril Despres – França
9 – Marc Coma – Espanha
10 – Jordi Viladoms – Espanha
12 – José Hélio – Brasil

Programação – Rally Dakar 2009
6ª etapa – quinta-feira – 8 de janeiro 2009
San Rafael / Mendoza

Desloca mento 76 km / especial 395 km / deslocamento: 154 km
O programa do dia está repleto de obstáculos, já que no começo da especial terão que passar por cerca de 60 quilômetros de dunas. O traçado é propício à velocidade na segunda parte. Ao chegar a Mendoza, o rali entra no maciço andino.

7ª etapa – sexta-feira – 9 de janeiro 2009
Mendoza / Valparaíso
Deslocamento 80 km / especial 419 km / deslocamento 317 km – total: 816 km
A variedade de terrenos e de paisagens, elementos constantes do Dakar 2009, se manifesta outra vez nesta etapa onde a maioria dos competidores conhecerão a Cordilheira dos Andes. Antes de enfrenta-la, deverão deixar para trás uma série de dunas e uma de fesh-fesh idêntica a do Saara. Na montanha, se tratará da única especial com mais de três mil metros de altitude em caminhos técnicos. Logo os competidores pas sarão a fronteira para chegar a Valparaíso.

Sábado – 10 de janeiro 2009
Dia de Descanso – Valparaíso

8ª etapa – domingo – 11 de janeiro 2009
Valparaíso / La Serena
Deslocamento 245 km / especial 294 km / deslocamento 113 km – total: 652 km
Traz uma jornada de descanso nas orelhas do Oceano Pacífico. Os experts em controlar os carros, as trajetórias e as grandes freadas terão vantagem. Mas, para os líderes do rali há muito a perder nesta etapa.