Brasileiros fazem doação na Mauritânia

Atar, Mauritƒnia – Minutos antes do cl ssico do futebol da Mauritƒnia, entre Atar e Zouerate, a Equipe Petrobras Lubrax fez uma doa‡Æo de 2 jogos de camisetas , 6 bolas de futebol e uma centena de kits de costura para crian‡as e jovens de Atar, cidade que recebe o Rally Paris-Dakar neste final de semana.

O idealizador da doa‡Æo foi LuizÆo Azevedo, navegador do caminhao Tatra. “Fiquei muito emocionado com o sorriso das crian‡as”, revelou LuizÆo, que trouxe os presentes do Brasil.

Aqui no Dakar, a palavra cadeau (presente em francˆs) ‚ a mais ouvida pelos competidores que se atrevem a deixar o acampamento e caminhar pela cidade. Crian‡as descal‡as colam no estrangeiro e pedem camisetas, canetas, balas, chocolates…”Infelizmente sempre foi assim.  uma cena triste”, disse Klever Kolberg, piloto de carro da equipe brasileira e que participa do Dakar pela 18¦ vez.

Depois da doa‡Æo, recebida pelo  rbitro da partida entre Atar e Zouerate, os pilotos e navegadores da equipe assistiram uma parte do jogo e voltaram ao acampamento para descansar. AmanhÆ, o rali volta a acelerar com uma etapa de 483 quil“metros que sair  de Atar e volta para a mesma cidade. A promessa da organiza‡Æo ‚ amanhÆ seja um dos trechos mais dificeis do Dakar 2005. Al‚m das dificuldades j  previstas, os ventos que nÆo cessam desde que o rali come‡ou vÆo levantar areia e complicar a vida dos competidores. Segundo Patrick Zaniroli, diretor da prova, a etapa deve ser 30% mais dif¡cil do que o planejado.